Get Adobe Flash player

Velocidade no Asfalto

Gabriel Casagrande, de Pato Brfanco, conquista título inédito na Stock Car e fecha temporada com recorde histórico de 14 pódios no mesmo ano (Foto: Divulgação)

Gabriel Casagrande, de Pato Branco, conquista título inédito na Stock Car e fecha temporada com recorde histórico de 14 pódios no mesmo ano (Foto: Divulgação)

O paranaense Gabriel Casagrande é o grande campeão da Stock Car 2021. O piloto da equipe A.Mattheis Vogel Motorsport conquistou dois pódios domingo (12) em Interlagos e arrematou o título inédito da categoria. Com 26 anos, o piloto de Pato Branco termina um ano histórico na categoria com duas vitórias, duas poles e o recorde história de 14 poles no mesmo ano.

Este é o quinto título do Paraná na Stock Car. Os outros foram conquistados pelos cascavelenses Ângelo Giombelli (1991, 1992 e 1993, correndo em dupla com Ingo Hoffmann) e David Muffato (2003).

“Eu estou muito feliz, fiquei muito emocionado dentro do carro. Mostramos que era possível graças ao trabalho dessa equipe maravilhosa. O time A.Mattheis Vogel me deu um carro competitivo em todas as etapas do ano, foram 14 pódios em 12 etapas, uma média muito boa e acho que ninguém nunca tinha feito isso, então eu sou muito grato por tudo o que aconteceu em toda a temporada”, diz Casagrande, que dedicou a conquista para seus familiares e para Mauro Vogel, chefe de equipe, e Andreas Mattheis.

Pole position no sábado, Casagrande se manteve entre os primeiros colocados nas duas provas deste final de semana, mesmo quando foi obrigado a largar na oitava posição na corrida 2 e precisou desviar de incidentes em sua frente. Com os resultados deste domingo em Interlagos, o paranaense acumula 27 pódios, cinco vitórias e quatro poles na Stock Car ao longo da história.

“Não caiu a ficha ainda para mim, eu venho buscando isso faz muito tempo. Hoje, antes de ir para a largada, o Guga (Lima, meu companheiro de equipe, me lembrou que quando andávamos de kart eu dizia que meu sonho era correr de Stock Car. Eu sempre gostei de carro de turismo, até mais do que Fórmula 1, e eu me emocionei quando ele lembrou disso. Fui lembrado dessa minha história desde a largada da primeira corrida até o final da segunda prova. Agora meu nome está na história ao lado de grandes lendas da Stock Car e espero que esse seja só o primeiro título para marcar ainda mais o nome na categoria”, diz Casagrande.

 

 

Classificação final da Stock Car

1º) Gabriel Casagrande, com 378 pontos

2º) Daniel Serra, 354

3º) Thiago Camilo, 310

4º) Ricardo Zonta, 307

5º) Ricardo Maurício, 304

6º) Rubens Barrichello, 282

7º) Allam Khodair, 270

8º) Átila Abreu, 255

9º) Cesar Ramos, 245

10º) Diego Nunes, 226

11º) Marcos Gomes, 216

12º) Denis Navarro, 206

13º) Bruno Baptista, 203

14º) Guilherme Salas, 192

15º) Julio Campos, 190

16º) Rafael Suzuki, 185

17º) Cacá Bueno, 167

18º) Gaetano di Mauro, 161

19º) Galid Osman, 132

20º) Matias Rossi, 120

21º) Lucas Foresti, 113

22º) Pedro Cardoso, 91

23º) Felipe Lapenna, 89

24º) Felipe Massa, 88

25º) Guga Lima, 75

26º) Beto Monteiro, 46

27º) Christian Hahn, 45

28º) Sergio Jimenez, 36

29º) Gustavo Frigotto, 27

30º) Nelson Piquet Jr, 24

31º) Tuca Antoniazi, 24

32º) Tony Kanaan, 24

33º) Max Wilson, 0

34º) Danilo Dirani, com 0 ponto

Gustavo André Machado comemora o título da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara)

Gustavo André Machado comemora o título da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara)

LONDRINA (PR) – O Campeonato Paranaense de Velocidade terminou no último fim de semana no Autódromo Internacional Ayrton, em Londrina.

Depois de três etapas e seis provas disputadas, os pilotos descartaram o pior resultado para a definição dos campeões. A Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) homologou a classificação final, que tem Rafael Barranco como campeão da categoria Marcas A, Henrique Basso na Marcas B, Jorge Augusto M. P. Silva na Turismo A, Gustavo André Machado na Turismo B, e Iwan Mykytczuk Júnior na categoria Turismo C.

 

Classificação final do Campeonato Paranaense de Velocidade

Rafael Barranco conquistou o título da categoria Marcas A com vitória na última etapa, em Londrina (Foto: Victor Lara)

Rafael Barranco conquistou o título da categoria Marcas A com vitória na última etapa, em Londrina (Foto: Victor Lara)

Categoria Marcas A

1º) Rafael Barranco, com 97 pontos

2º) Ruslan Carta Filho, 93

3º) Rafael Balestrin, 83

4º) Ariel Barranco, 36

5º) Gabriel Santos Ymagava/Lucas Garbulha Inoue, 28

6º) Emerson Luiz Grochoski, 28

7º) Antonio Jorge Amorim Carvalho, 23

8º) José Guilherme F. Munhoz, 13

9º) Rodrigo Luis Tassi, 9

10º) Algacir Sermann Filho, 9

11º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, com 3 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Henrique Basso, com 112 pontos

2º) Ricardo Lasch, 57

3º) Gilberto Silveira da Silva, 52

4º) Ozias Tavares da Silveira Júnior, 48

5º) Karl Rauscher, 45

6º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, 41

7º) Leonardo B. Grochoski, 40

8º) Elberto Max B. Alves, 39

9º) Rodolpho Stinghen Engmann, 18

10º) Khayam Omar Ghazzaoui, 6

11º) Guilherme Alves Reischl, com 3 pontos

Henrique Basso sagrou-se campeão da categoria Marcas B invicto (Foto: Victor Lara)

Henrique Basso sagrou-se campeão da categoria Marcas B invicto (Foto: Victor Lara)

Jorge Augusto Silva garantiu o título da categoria Turismo A indo ao pódio em todas as etapas (Foto: Victor Lara)

Jorge Augusto Silva garantiu o título da categoria Turismo A indo ao pódio em todas as etapas (Foto: Victor Lara)

Categoria Turismo A

1º) Jorge Augusto M. P. Silva, com 92 pontos

2º) Stive Augusto Tokarski, 82

3º) Pierre Sabbagh, 39

4º) Guilherme Ragnini, 38

5º) Elton Antunes de Oliveira, 29

6º) Alexandre Laska Domingues, 29

7º) Juliano Jorge Vieira Diener Filho, 27

8º) Gefferson Luís de Lima, 24

9º) Sérgio Francisco Bucco Júnior, 24

10º Ernani Rezende Kuhn, 21

11º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, 20

12º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, 15

13º) Rodrigo Elger Arrosi, 13

14º) José Carlos Fuganti, 13

15º) Adriano Vieira Martins, 12

16º) Adriano Barbosa, 12

17º) Bruno Nascimento Muhlstedt/Roberto Bonato, 11

18º) Sanito de Andrade Cruz Júnior/Werner Foncatti Berveglieri, 11

19º) Naor Virgilio Costanaro Petry, 6

21º) Marcelo Kroth da Silva, 6

22º) Geison Eduardo Tureck, 6

23º) Angelo Rogério Marqueto, 6

24º) Sidnei Borba, 4

25º) Emerson Alberto Will, 3

26º) Diogo Corinthi Brunatto, 3

27º) Samuel Luís Deucher, 3

28º) Gabriel Santos Ymagava, 3

29º) Rodrigo Carlos Vieira, 3

30º) Fabiano Donner Santos/Marcos Roberto Romera, 3

31º) Thiago Rocha de Toffol/Rafael Salido, 3

32º) Júlio César Zeni, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Gustavo André Machado, com 82 pontos

2º) Rafael Possenti, 79

3º) José Luís Cavassin, 58

4º) Nilton da Silva Filho, 53

5º) Evandro A. Theiss de Athayde, 33

6º) Bruno Herich Tanq, 32

7º) Eduardo Moratelli/Luiz Fernando Dondoni, 31

8º) Admilton Farias, 30

9º) Marcelo João de Oliveira Filho, 30

10º) Daniel Cavassin, 28

11º) Alcione Eduardo Weiss, 21

12º) Maycon Alexandre de Oliveira, 21

13º) Emerson Szwed, 18

14º) Thiago Guinzelli, 17

15º) Renan Gregory Pessin Alves, 16

16º) Jean Moraes, 11

17º) Guilherme Jose Negrello, 11

18º) Artur Bailo Neto, 10

19º) Roberto Barboza, 9

20º) Cleiton Mocelim, 9

21º) Leonardo Baldissera Tozzo, 7

22º) Daniel Bender, 6

23º) Fernando Kasmirski Zatta, 6

24º) César Augusto de Paula, 6

25º) Raphaely Joel Schneider Daum, 6

26º) Anderson Malvessi de Oliveira, 6

27º) Alexandre Martins Zaiczuk, 6

28º) Carlos Geovane Ito, 6

29º) Juliano Kasmirski Zatta, 6

30º) Cláudio Herminio da Silva, 6

31º) Marlon Galikoski Rodrigues, 6

32º) Maikon Roberto C. Tessaro, 6

33º) Paulo Barboza, 6

34º) Ivécio de Almeida, 6

35º) Celso Gabardo/Bradley Joe Zonta Gabardo, 3

36º) Otávio Augusto Bucco, 3

37º) Richard Serrute Bailo, 3

38º) Alesandro Borgignon Weiss, 3

39º) Murilo Hekave da Silva, 3

40º) Newton Andrade da Silva Júnior, 3

41º) Dioclesio Ragnini, 3

42º) Eduardo Antunes de Paula, 3

43º) Wilson Kavilhuka, 3

44º) Jorge Luiz de Almeida Júnior, 3

45º) Robson Pacheco, 3

46º) Gabriel Nagel, 3

47º) Israel Remzetti Regis Reis, 3

48º) Mario Mendes de Lara, 3

49º) Josemar Kurowsky, 3

50º) Walter Francisco Dittrich, 3

51º) Rodrigo Sartori, 3

52º) Edimarcos Santos Caliari, 3

53º) Luciano Vinicius Fracaro, com 3 pontos

 

Iwan Mykytczuk Júnior é campeão da categoria Turismo C dominando o campeonato do início ao fim (Foto: Victor Lara)

Iwan Mykytczuk Júnior é campeão da categoria Turismo C dominando o campeonato do início ao fim (Foto: Victor Lara)

Categoria Turismo C

1º) Iwan Mykytczuk Júnior, com 111 pontos

2º) Amauri Lisboa Júnior, 44

3º) Matheus de Borba, 43

4º) Christian Rovert Pampuch, 38

5º) Thiago Akaishi Scarpetta, 34

6º) Gustavo Theiss Simão, 29

7º) Narciso Verza, 28

8º) James Schwerdtner, 26

9º) Diego Lino/Luiz Otavio Brambila C. Rodrigues, 18

10º) Rondinei de Oliveira, 18

11º) Anderson Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros e Souza, 18

12º) Max Schrappe, 17

13º) Leonardo Rogério Nascimento, 14

14º) Walter Francisco Dittrich Júnior/Walter Francisco Dittrich, 13

15º) Deivicris de Cristo, 11

16º) Rodrigo Sartori, 10

17º) Diego Wolf de Oliveira, 8

18º) Guilherme Delcio Tamanini, com 4 pontos

Henrique Basso confirmou o título da categoria Marcas B com vitória em Londrina (Foto: Victor Lara)

Henrique Basso confirmou o título da categoria Marcas B com vitória em Londrina (Foto: Victor Lara)

LONDRINA (PR) – Com provas no sábado e domingo, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, Londrina encerrou o Campeonato Paranaense de Velocidade. Também fez parte da programação a segunda e última etapa do Campeonato Metropolitano de Speed Fusca de Londrina. A promoção e organização foram da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), com apoio do London Hotel.

Os vencedores da última etapa foram Rafael Barranco na categoria Marcas A; Henrique Basso, na Marcas B; Stive Augusto Tokarski, na Turismo A; Rafael Possenti, na Turismo B; e Juca Lisboa/Iwan Mykytczuk Júnior, na Turismo C. Na Speed Fusca, Marcelo Tizzoti ganhou a segunda etapa, vencendo das duas baterias.

Os campeões da temporada serão divulgados durante a semana, após a revisão dos resultados pelo Departamento Técnico da FPrA. No entanto, pilotos como Henrique Basso, na categoria Marcas B; e Iwan Mykytczuk Júnior, na Turismo C, que estavam na liderança e venceram a etapa de Londrina ganhando as duas provas da etapa, confirmaram seus títulos.

 

Resultados da 3ª e última etapa do Paranaense de Velocidade

Categoria Marcas

1º) Rafael Barranco, com 40 pontos

2º) Rafael Balestrin, 27

3º) Gabriel Ymagawa/Lucas Inoe, 25

4º) Ruslan Carta Filho, 12

5º) José Guilherme Munhoz, com 10 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Henrique Basso, com 40 pontos

2º) Ricardo Lasch, 22

3º) Karls Ruscher, 15

4º) Roldolfo Engmann, 15

5º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, com 12 pontos

 

Categoria Turismo A

1º) Stive Augusto Tokarski, com 40 pontos

2º) Jorge Marques, 30

3º) Juliano Diener Filho, 24

4º) Adriano Barbosa, 0

5º) Fabiano Donner;Marcos Romera, com 0 ponto

 

Categoria Turismo B

1º) Rafael Possenti, com 40 pontos

2º) José Luiz Cavassin, 27

3º) Bruno Tank, 22

4º) Milton da Silva Filho, 18

5º) Luiz Dondoni/Eduardo Morateli, 15

6º) Thiago Guinzelli, 14

7º) Leonardo Tozzo, 4

8º) Rodrigo Sartori, com 0 ponto

 

Vitória nas duas provas da etapa de Londrina garante título da categoria Turismo C para Iwan Mykytczuk Júnior (Foto: Victor Lara)

Vitória nas duas provas da etapa de Londrina garante título da categoria Turismo C para Iwan Mykytczuk Júnior (Foto: Victor Lara)

Categoria Turismo C

1º) Juca Lisboa/Iwan Mykytczuk Júnior, com 40 pontos

2º) Thiago Scarpeta, 20

3º) Gustavo Simão, 0

4º) Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros, com 0 ponto.

 

Categoria Speed Fusca

1º) Marcelo Tizzoti, com 40 pontos

2º) Márcio Augusto Garcia, 30

3º) Neno Oliveira, 24

4º) Cristaino Casagrande, 20

5º) César Ferro;Marcelo Rampazzo, 16

6º) Ademar Luiz Fedrigo, 12

7º) Robson de Paula, 4

8º) Luiz Resende/Ruderson Silva, com 0 ponto

Gustavo André Machado chega a Londrina com a mão na taça de campeão da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara)

Gustavo André Machado chega a Londrina com a mão na taça de campeão da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara)

LONDRINA (PR) – A programação da 3ª e decisiva etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade terá início na sexta-feira, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina. A promoção e organização serão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), com apoio do London Hotel.

A sexta-feira está reservada para treinos particulares, que serão das 9 às 12 horas e das 13 às 17h30. Também faz parte a da programação a 2ª e última etapa do Metropolitano de Speed Fusca de Londrina.

No sábado, está previsto para das 8h20 às 8h50, 1º treino das categorias Marcas A e B; das 8h55 às 9h25, 1º treino das categorias Turismo A, B e C; das 9h30 às 10 horas, 1º treino da Speed Fusca; das 10h05 às 10h35, 2º treino das categorias Marcas A e B; das 10h40 às 11h10, 2º treino das categorias Turismo A, B e C; das 11h15 às 11h45, 2º treino da Speed Fusca; das 12h55 às 13h25, 3º treino de Marcas A e B; das 13h30 às 14 horas, 3º treino da Turismo A, B e C; das 14h05 às 14h35, 3º treino da Speed Fusca; das 14h40 às 15h10, 4º treino de Marcas A e B; das 15h15 às 15h45, 4º treino da Turismo A, B e C; das 15h50 às 16h20, 4º treino de Speed Fuscas; das 16h30 às 16h45, treino classificatório das categorias Turismo A, B e C; das 16h50 às 17h05, treino classificatório das categorias Marcas A e B; e das 17h10 às 17h25, treino classificatório da Speed Fusca.

As provas serão todas no domingo. Às 9h15, largada da 1ª prova das categorias Marcas A e Marcas B; às 10h15, largada da 1ª prova das categorias Turismo A, B e C; às 11h15, largada da 1ª prova da Speed Fusca; às 13h20, largada da 2ª prova das categorias Marcas A e Marcas B; às 14h20, largada da 2ª prova das categorias Turismo A, B e C; às 15h20, largada da 2ª prova da Speed Fusca; e às 16 horas, pódio de todas as categorias.

 

 

Classificação do Paranaense de Velocidade após a 2ª etapa

Categoria Marcas

1º) Ruslan Carta Filho, com 77 pontos

2º) Rafael Balestrin, 65

3º) Rafael Barranco, 62

4º) Ariel Barranco, 36

5º) Emerson Luiz Grochoski, 28

6º) Antonio Jorge Amorim Carvalho, 23

7º) Rodrigo Luís Tassi, 9

Algacir Sermann Filho, 9

9º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, com 3 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Henrique Basso, com 88 pontos

2º) Gilberto Silveira da Silva, 52

3º) Ozias Tavares da Silveira Júnior, 48

4º) Leonardo B. Grochoski, 40

5º) Elberto Max B. Alves, 39

6º) Ricardo Lasch, 32

7º) Karl Rauscher, 27

8º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, 26

9º) Khayam Omar Ghazzaoui, 6

10º) Guilherme Alves Reischl, com 3 pontos

 

Categoria Turismo A

1º) Jorge Augusto M. P. Silva, com 71 pontos

2º) Pierre Sabbagh, 39

3º) Guilherme Ragnini, 38

Stive Augusto Tokarski, 38

5º) Elton Antunes de Oliveira, 29

Alexandre Laska Domingues, 29

7º Gefferson Luis de Lima, 24

Sérgio Francisco Bucco Júnior, 24

9º) Ernani Rezende Kuhn, 21

10º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, 20

11º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, 15

12º) Rodrigo Elger Arrosi, 13

José Carlos Fuganti, 13

14º) Adriano Vieira Martins, 12

15º) Bruno Nascimento Muhlstedt/Roberto Bonato, 11

Sanito de Andrade Cruz Júnior/Werner Foncatti Berveglieri, 11

17º) Adriano Barbosa, 9

18º) Marcelo Kroth da Silva, 6

Geison Eduardo Tureck, 6

Angelo Rogério Marqueto, 6

Naor Virgilio Costanaro Petry, 6

22º) Sidnei Borba, 4

23º) Thiago Rocha de Toffol/Rafael Salido, 3

Júlio César Zeni, 3

Emerson Alberto Will, 3

Diogo Corinthi Brunatto, 3

Samuel Luís Deucher, 3

Gabriel Santos Ymagava, 3

Rodrigo Carlos Vieira, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Gustavo Andre Machado, com 82 pontos

2º) Rafael Possenti, 35

3º) Evandro A. Theiss de Athayde, 33

4º) Nilton da Silva Filho, 32

5º) Admilton Farias, 30

Marcelo João de Oliveira Filho, 30

7º) José Luís Cavassin/Daniel Cavassin, 28

8º) Alcione Eduardo Weiss, 21

Maycon Alexandre de Oliveira, 21

10º) Emerson Szwed, 18

11º) Renan Gregory Pessin Alves, 16

12º) Eduardo Moratelli/Luiz Fernando Dondoni, 13

13º) Jean Moraes, 11

Guilherme José Negrello, 11

15º) Artur Bailo Neto, 10

16º) Roberto Barboza, 9

Cleiton Mocelim, 9

17º) Bruno Herich Tanq, 7

18º) Fernando Kasmirski Zatta, 6

César Augusto de Paula, 6

Raphaely Joel Schneider Daum, 6

Anderson Malvessi de Oliveira, 6

Ivécio de Almeida/Alexandre Martins Zaiczuk, 6

Carlos Geovane Ito, 6

Juliano Kasmirski Zatta, 6

Cláudio Hermínio da Silva, 6

Marlon Galikoski Rodrigues, 6

Paulo Barboza, 6

Maikon Roberto C. Tessaro, 6

Daniel Bender, 6

30º) Edimarcos Santos Caliari, 3

Luciano Vinicius Fracaro, 3

Celso Gabardo/Bradley Joe Zonta Gabardo, 3

Otávio Augusto Bucco, 3

Richard Serrute Bailo, 3

Alesandro Borgignon Weiss, 3

Murilo Hekave da Silva, 3

Newton Andrade da Silva Júnior, 3

Dioclesio Ragnini, 3

Eduardo Antunes de Paula, 3

Wilson Kavilhuka, 3

Jorge Luiz de Almeida Júnior, 3

Robson Pacheco, 3

Gabriel Nagel, 3

Israel Remzetti Regis Reis, 3

Mário Mendes de Lara, 3

Josemar Kurowsky, 3

Walter Francisco Dittrich, 3

 

Categoria Turismo C

1º) Iwan Mykytczuk Júnior, com 79 pontos

2º) Matheus de Borba, 43

3º) Christian Rovert Pampuch, 38

4º) Narciso Verza, 28

5º) James Schwerdtner, 26

5º) Gustavo Theiss Simão, 26

6º) Rondinei de Oliveira, 18

6º) Diego Lino/Luiz Otávio Brambila C. Rodrigues, 18

7º) Max Schrappe, 17

8º) Anderson Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros e Souza, 15

9º) Leonardo Rogério Nascimento, 14

10º) Walter Francisco Dittrich Júnior/Walter Francisco Dittrich, 13

11º) Deivicris de Cristo, 11

12º) Rodrigo Sartori, 10

13º) Diego Wolf de Oliveira, 8

14º) Guilherme Delcio Tamanini, com 4 pontos

Os Fuscas resistem ao tempo e chamam atenção quando vão à pista do Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (Foto: Cláudio Kolodziej)

Os Fuscas resistem ao tempo e chamam atenção quando vão à pista do Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (Foto: Cláudio Kolodziej)

LONDRINA (PR) – Um Fusca chama atenção nas ruas e nas pistas. Eles resistem no Paraná e ganham um campeonato em Londrina, no Norte do Estado. Durante a Prova das 500 Milhas de Londrina/500 Km de São Paulo, quando os lendários bólidos fizeram a preliminar, foi definido a disputa do Campeonato Metropolitano de Speed Fusca de Londrina, em duas etapas, cada uma com duas provas.

César Ferro, coordenador da categoria explica que durante as 500 Milhas, os pilotos se reuniram com a diretoria da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), quando foi decidido que a preliminar da tradicional prova seria válida pela primeira etapa do campeonato. A segunda e decisiva será nos dias 27 e 28 deste mês, junto com a programação de encerramento do Campeonato Paranaense de Velocidade. “Em uma temporada atípica, ganhamos um campeonato. São duas etapas, mas serão importantes para o próximo ano, quando poderemos ter um campeonato com mais etapas. Estamos conversando com pilotos de outros estados e o interesse em participarem do campeonato em Londrina tem sido bem receptiva”, frisa César Ferro.

A final do Paranaense de Velocidade terá promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo, com apoio do London Hotel. As disputas no Autódromo Internacional Ayrton Senna irão apontar os campeões das categorias Marcas A, Marcas B, Turismo A, Turismo B e Turismo C.

 

Classificação do Metropolitano de Speed Fuscas de Londrina

1º) Moacir Figuera/Daniel Figuera, com 40 pontos

2º) Marcelo Tizzot Miguel, 30

3º) José Augusto Alves Júnior, 23

4º) Neno Oliveira, 22

5º) Ademar Luiz Fedrigo, 19

6º) Bruno Tanq, 17

7º) Eduardo Leal, 13

8º) Cesar Ferro, 8

Luiz Finotti/Jorge Machado, 8

10º) Ruderson Silva/Gustavo Benesi, 6

11º) Pedro Pessanha/Osnildo Leme,  5

12º) Cristiano Casagrande, 4

13º) Robson de Paula, sem pontos

14º) José Augusto Alves Júnior, sem pontos

Gustavo Andre Machado está voando no campeonato e lidera a categoria Turismo B invicto (Foto: Victor Lara)

Gustavo Andre Machado está voando no campeonato e lidera a categoria Turismo B invicto (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – A segunda etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade, disputada no último fim de semana, em Curitiba, embolou a classificação e a decisão do campeonato vai para Londrina, que sediará a última etapa da temporada nos dias 27 e 28 deste mês.

A prova de Curitiba, promovida e organizada pela M & L Produções Artísticas Ltda, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e apoio da Sudaseg Seguradora, foi marcada por belas disputas. Porém, em termos de classificação do campeonato apenas a categoria Marcas A mudou de líder. Ruslan Carta Filho venceu a etapa, ganhando as duas prova e pulou de terceiro para a liderança do campeonato, com 77 pontos. Rafael Balestrin é o vice-líder, com 65 pontos, três a mais do que Rafael Barranco, o terceiro colocado.

Nas demais categorias, são lideres desde a primeira etapa, Henrique Basso na categoria Marcas B; Jorge Augusto M. P. Silva, na Turismo A; Gustavo Andre Machado, na Turismo B; e Iwan Mykytczuk Júnior na categoria Turismo C.

 

Classificação do Paranaense de Velocidade após a 2ª etapa

Ruslan Carta Filho é o novo líder da categoria Marcas A no Paranaense de Velocidade (Foto: Victor Lara)

Ruslan Carta Filho é o novo líder da categoria Marcas A no Paranaense de Velocidade (Foto: Victor Lara)

Categoria Marcas A

1º) Ruslan Carta Filho, com 77 pontos

2º) Rafael Balestrin, 65

3º) Rafael Barranco, 62

4º) Ariel Barranco, 36

5º) Emerson Luiz Grochoski, 28

6º) Antonio Jorge Amorim Carvalho, 23

7º) Rodrigo Luís Tassi, 9

Algacir Sermann Filho, 9

9º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, com 3 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Henrique Basso, com 88 pontos

2º) Gilberto Silveira da Silva, 52

3º) Ozias Tavares da Silveira Júnior, 48

4º) Leonardo B. Grochoski, 40

5º) Elberto Max B. Alves, 39

6º) Ricardo Lasch, 32

7º) Karl Rauscher, 27

8º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, 26

9º) Khayam Omar Ghazzaoui, 6

10º) Guilherme Alves Reischl, com 3 pontos

Henrique Basso lidera a categoria Marcas B com duas vitórias e duas poles (Foto: Victor Lara)

Henrique Basso lidera a categoria Marcas B com duas vitórias e duas poles (Foto: Victor Lara)

Jorge Augusto M. P. Silva vai a Londrina só dependendo de si mesmo para ser campeão da categoria Turismo A (Foto: Victor Lara)

Jorge Augusto M. P. Silva vai a Londrina só dependendo de si mesmo para ser campeão da categoria Turismo A (Foto: Victor Lara)

Categoria Turismo A

1º) Jorge Augusto M. P. Silva, com 71 pontos

2º) Pierre Sabbagh, 39

3º) Guilherme Ragnini, 38

Stive Augusto Tokarski, 38

5º) Elton Antunes de Oliveira, 29

Alexandre Laska Domingues, 29

7º Gefferson Luis de Lima, 24

Sérgio Francisco Bucco Júnior, 24

9º) Ernani Rezende Kuhn, 21

10º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, 20

11º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, 15

12º) Rodrigo Elger Arrosi, 13

José Carlos Fuganti, 13

14º) Adriano Vieira Martins, 12

15º) Bruno Nascimento Muhlstedt/Roberto Bonato, 11

Sanito de Andrade Cruz Júnior/Werner Foncatti Berveglieri, 11

17º) Adriano Barbosa, 9

18º) Marcelo Kroth da Silva, 6

Geison Eduardo Tureck, 6

Angelo Rogério Marqueto, 6

Naor Virgilio Costanaro Petry, 6

22º) Sidnei Borba, 4

23º) Thiago Rocha de Toffol/Rafael Salido, 3

Júlio César Zeni, 3

Emerson Alberto Will, 3

Diogo Corinthi Brunatto, 3

Samuel Luís Deucher, 3

Gabriel Santos Ymagava, 3

Rodrigo Carlos Vieira, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Gustavo Andre Machado, com 82 pontos

2º) Rafael Possenti, 35

3º) Evandro A. Theiss de Athayde, 33

4º) Nilton da Silva Filho, 32

5º) Admilton Farias, 30

Marcelo João de Oliveira Filho, 30

7º) José Luís Cavassin/Daniel Cavassin, 28

8º) Alcione Eduardo Weiss, 21

Maycon Alexandre de Oliveira, 21

10º) Emerson Szwed, 18

11º) Renan Gregory Pessin Alves, 16

12º) Eduardo Moratelli/Luiz Fernando Dondoni, 13

13º) Jean Moraes, 11

Guilherme José Negrello, 11

15º) Artur Bailo Neto, 10

16º) Roberto Barboza, 9

Cleiton Mocelim, 9

17º) Bruno Herich Tanq, 7

18º) Fernando Kasmirski Zatta, 6

César Augusto de Paula, 6

Raphaely Joel Schneider Daum, 6

Anderson Malvessi de Oliveira, 6

Ivécio de Almeida/Alexandre Martins Zaiczuk, 6

Carlos Geovane Ito, 6

Juliano Kasmirski Zatta, 6

Cláudio Hermínio da Silva, 6

Marlon Galikoski Rodrigues, 6

Paulo Barboza, 6

Maikon Roberto C. Tessaro, 6

Daniel Bender, 6

30º) Edimarcos Santos Caliari, 3

Luciano Vinicius Fracaro, 3

Celso Gabardo/Bradley Joe Zonta Gabardo, 3

Otávio Augusto Bucco, 3

Richard Serrute Bailo, 3

Alesandro Borgignon Weiss, 3

Murilo Hekave da Silva, 3

Newton Andrade da Silva Júnior, 3

Dioclesio Ragnini, 3

Eduardo Antunes de Paula, 3

Wilson Kavilhuka, 3

Jorge Luiz de Almeida Júnior, 3

Robson Pacheco, 3

Gabriel Nagel, 3

Israel Remzetti Regis Reis, 3

Mário Mendes de Lara, 3

Josemar Kurowsky, 3

Walter Francisco Dittrich, 3

 

Iwan Mykytczuk Júnior fica próximo do título da categoria Turismo C depois da etapa de Curitiba (Foto: Victor Lara)

Iwan Mykytczuk Júnior fica próximo do título da categoria Turismo C depois da etapa de Curitiba (Foto: Victor Lara)

Categoria Turismo C

1º) Iwan Mykytczuk Júnior, com 79 pontos

2º) Matheus de Borba, 43

3º) Christian Rovert Pampuch, 38

4º) Narciso Verza, 28

5º) James Schwerdtner, 26

5º) Gustavo Theiss Simão, 26

6º) Rondinei de Oliveira, 18

6º) Diego Lino/Luiz Otávio Brambila C. Rodrigues, 18

7º) Max Schrappe, 17

8º) Anderson Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros e Souza, 15

9º) Leonardo Rogério Nascimento, 14

10º) Walter Francisco Dittrich Júnior/Walter Francisco Dittrich, 13

11º) Deivicris de Cristo, 11

12º) Rodrigo Sartori, 10

13º) Diego Wolf de Oliveira, 8

14º) Guilherme Delcio Tamanini, com 4 pontos

A dupla formada por Ariel e Rafael Barranco (pai e filho) lidera a categoria Marcas A (Foto: Victor Lara)

A dupla formada por Ariel e Rafael Barranco (pai e filho) lidera a categoria Marcas A (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – O Campeonato Paranaense de Velocidade terá prosseguimento neste sábado e domingo, com a realização da a 2ª etapa no Autódromo Internacional de Curitiba. A promoção e organização serão da M & L Produções Artísticas Ltda, supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e apoio da Sudaseg Seguradora.

Com uma etapa disputada (duas provas), a classificação do campeonato tem como líderes Rafael Barranco/Ariel Barranco na categoria Marcas A, com 36 pontos; Henrique Basso, Na Marcas B; com 44; Jorge Augusto M. P. Silva, na Turismo A também com 44 pontos; Gustavo André Machado, na Turismo B, com 38 pontos; e Iwan Mykytczuk Júnior na categoria Turismo C, com 43 pontos.

Toda a programação será desenvolvida sábado e domingo, contando também com a categoria Mercedes-Benz Challenge e Track Day. No sábado, os treinos livres serão a partir das 8 horas. Das 14h45 às 15 horas será realizado o treino classificatório da Mercedes-Benz Challenge C300; das 15h05 às 15h20, treino classificatório da Mercedes-Benz Challenge CLA; das 15h25 às 15h40, treino classificatório das categorias Marcas A, Marcas B e Turismo A; e das 15h45 às 16 horas, treino classificatório das categoria Turismo B e Turismo C. A partir das 16 horas será realizado Track Day.

As provas serão no domingo. Às 8h55, largada da 1ª prova do Mercedes-Benz Challenge; às 9h55, largada da 1ª prova da Marcas A, Marcas B e Turismo A; às 11 horas, largada da 1ª prova da Turismo B e Turismo C; às 12 horas, largada da 2ª prova da Mercedes-Benz Challenge; às 13h35, largada da 2ª prova das categorias Marcas A, Marcas B e Turismo A; às 14h35, largada da 2ª prova das categoria Turismo B e Turismo C; às 15h15, pódio de todas as categorias. Das 16 às 18 horas, a pista estará reservada para o Track Day.

 

Classificação do Paranaense de Velocidade após a 1ª etapa

Categoria Marcas A

1º) Rafael Barranco/Ariel Barranco, com 36 pontos

2º) Rafael Balestrin, 35

3º) Ruslan Carta Filho, 33

4º) Emerson Luiz Grochoski, 13

5º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, com 3 pontos

 

Categoria Marcas B

1º Henrique Basso, com 44 pontos

2º) Gilberto Silveira da Silva, 26

3º) Ozias Tavares da Silveira Júnior, 25

4º) Karl Rauscher, 18

5º) Leonardo B. Grochoski, 17

6º) Elberto Max B. Alves, 15

7º) Ricardo Lasch, 13

8º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, com 3 pontos

 

Categoria Turismo A

1º) Jorge Augusto M. P. Silva, com 44 pontos

2º) Elton Antunes de Oliveira, 26

3º) Alexandre Laska/Ernani Rezende Kuhn, 21

4º) Gefferson Luis de Lima, 18

5º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, 17

6º) Guilherme Ragnini, 15

7º) Rodrigo Elger Arrosi, 13

Sérgio Francisco Bucco Júnior, 13

9º) José Carlos Fuganti, 10

10º) Adriano Vieira Martins, 9

11º) Marcelo Kroth da Silva, 3

Thiago Rocha de Toffol/Rafael Salido, 3

Geison Eduardo Tureck, 3

Adriano Barbosa, 3

Ângelo Rogério Marqueto/Júlio César Zeni, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Gustavo Andre Machado, com 38 pontos

2º) Admilton Farias, 27

3º) Nilton da Silva Filho, 25

4º) Alcione Eduardo Weiss, 18

5º) Rafael Possenti, 17

6º) Emerson Szwed, 15

7º) Eduardo Moratelli/Luiz Fernando Dondoni, 13

8º) Jean Moraes, 11

9º) Evandro A. Theiss de Athayde, 10

10º José Luis Cavassin/Daniel Cavassin, 9

11º) Artur Bailo Neto, 7

12º) Roberto Barboza, 6

13º) Renan Gregory Pessin Alves, 5

14º) Guilherme Jose Negrello, 4

15º) Fernando Kasmirski Zatta, 3

César Augusto de Paula, 3

Edimarcos Santos Caliari, 3

Raphaely Joel Schneider Daum/Anderson Malvessi de Oliveira, 3

Luciano Vinicius Fracaro, 3

Ivécio de Almeida/Alexandre Martins Zaiczuk, 3

Carlos Geovane Ito, 3

Celso Gabardo/Bradley Joe Zonta Gabardo, 3

Juliano Kasmirski Zatta, 3

Cláudio Hermínio da Silva, 3

Marlon Galikoski Rodrigues, 3

Cleiton Mocelim, 3

Otávio Augusto Bucco, 3

Richard Serrute Bailo, 3

Paulo Barboza, 3

Maikon Roberto C. Tessaro, com 3 pontos

 

Categoria Turismo C

1º) Iwan Mykytczuk Júnior, com 43 pontos

2º) Christian Rovert Pampuch, 27

3º) Matheus de Borba, 18

James Schwerdtner, 18

5º) Leonardo Rogério Nascimento/Rondinei de Oliveira, 14

6º) Walter Francisco Dittrich Júnior/Walter Francisco Dittrich, 13

7º) Gustavo Theiss Simão, com 3 pontos

Sérgio Carlesso, José Vilela, Leonardo Yoshi, Leandro Totti e Maycon Tumiate entram para a história como campeões das 500 Milhas de Londrina e 500 Km de São Paulo (Foto: Cláudio Kolodziej)

Sérgio Carlesso, José Vilela, Leonardo Yoshi, Leandro Totti e Maycon Tumiate entram para a história como campeões das 500 Milhas de Londrina e 500 Km de São Paulo (Foto: Cláudio Kolodziej)

LONDRINA (PR) – Correndo em casa, o quinteto londrinense formado pelo pilotos Leandro Totti, Maycon Tumiate, Sérgio Carlesso, José Vilela e Leonardo Yoshi fez história ao vencer a Prova Comemorativa 500, valendo pela 29ª edição das 500 Milhas de Londrina e pela 37ª edição dos 500 Km de São Paulo. Pela primeira vez as duas tradicionais competições de longa duração foram realizadas em programação conjunta, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, no Norte do Paraná.

A prova começou no sábado às 15 horas, mas foi interrompida por volta das 17 horas, com 69 completadas, em função do temporal com fortes chuvas que caíram em Londrina. Depois de duas horas de paralisação, a direção prova tentou reiniciar a corrida com o Pace Car à frente do pelotão e depois de oito voltas, paralisou em definitivo por falta de segurança. O quinteto londrinense já estava na liderança. No domingo, a corrida recomeçou às 9h30 e foi disputada sem chuva.

O quinteto Leandro Totti, Maycon Tumiate, Sérgio Carlesso, José Vilela e Leonardo Yoshi competiu com os carros 73 e 74. Eles assumiram a liderança na largada com o carro 73. Na sexta volta, perderam a liderança para Jair e Duda Bana, que tinham largado na pole position e lideraram até a volta 61, quanto o quinteto Leandro Totti, Maycon Tumiate, Sérgio Carlesso, José Vilela e Leonardo Yoshi reassumiu a liderança, mas agora com o carro 74. Jair e Duda Bana reassumiram a liderança na volta 79 e ficaram em primeiro até a volta 97, quando 97, quando tiveram a quebra do pino da suspensão do Protótipo Predador quebrado e ficaram 10 minutos dos boxes para reparos. O quinteto londrinense reassumiu a liderança com o carro 74 e ficaram na liderança até a bandeirada final. Eles completaram as 500 Milhas (263 voltas) em 6h29m36s416, com quatro voltas de vantagem para Jair e Duda Bana.

Em terceiro se classificou o trio paulista formado por Edras Soares, Juarez Soares e Esdras Soares, que receberam a bandeirada a 20 voltas do vencedor. O duplo Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad, de São Paulo, obteve o quarto lugar a 25 voltas dos vencedores; ao passo que o trio Rafael Kasai/Otávio Carma cio/Ricardo Sávio, também de São Paulo, se classificou em quinto, com 37 voltas de atraso em relação aos vencedores.

O quinteto londrinense recebeu a bandeirada com quatro voltas de vantagem para o segundo colocado (Foto: Cláudio Kolodziej)

O quinteto londrinense recebeu a bandeirada com quatro voltas de vantagem para o segundo colocado (Foto: Cláudio Kolodziej)

500 km SP

O quinteto londrinense também formado por Leandro Totti, Maycon Tumiate, Sérgio Carlesso, José Vilela e Leonardo Yoshi foi vencedor também nos 500 km de São Paulo, completando 163 voltas em 4h07m58s325, recebendo a bandeirada seis voltas à frente do trio Edras Soares/Juarez Soares/Esdras Soares, de São Paulo. Os paranaenses Jair e Duda Bana conquistaram o terceiro lugar.

Porta-voz do quinteto, Leandro Totti destacou que sabiam que ritmo seria forte e partiram para o ataque no início da prova com o carro 73, mas com a quebra do semi-eixo, decidiram apostar todas as fichas no carro 74 e deu certo. Ele também destaca que os cinco pilotos cumpriram a risca a estratégia, não cometeram erros e os mecânicos realizaram excelente trabalho nos boxes. “Essa vitória é especial para mim em particular. Como piloto, faz 20 anos, que estou tentando vencer as 500 Milhas de Londrina e venci pela primeira vez”, diz Totti.

Jair e Duda Bana conquistaram o segundo lugar nas 500 Milhas de Londrina e o terceiro nos 500 Km de São Paulo (Foto: Cláudio Kolodziej)

Jair e Duda Bana conquistaram o segundo lugar nas 500 Milhas de Londrina e o terceiro nos 500 Km de São Paulo (Foto: Cláudio Kolodziej)

Já Jair Bana frisou que a quebra do pino da suspensão tirou a possibilidade de brigar pela vitória. “Ficamos 10 minutos nos boxes para reparos. Retornamos e andamos forte, recuperando algumas voltas. Sem o problema e pela performance de nosso Protótipo, teríamos condições de vencer”, completa Jair Bana.

A promoção e organização das 500 Milhas/500 Km de São Paulo foram de Beto Borghesi, Aloysio Moreira e Silvio Zambello, supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e apoio do Hotel Cristal, Iticon Construtora, Hastan Motors, Bravo Publicidade, Conasa, Mais Saúde e Pneus Yokohama.

 

Resultado da 29ª 500 Milhas de Londrina

Classificação geral

1º) Leandro Totti/Maycon Tumiate/Sérgio Carlesso/José Vilela/Leonardo Yoshi (PR), P1, 263 voltas em 6h29m36s416

2º) 1º) Jair Bana/Carlos “Duda”  Eduardo Bana (PR), P1, a 4 voltas

3º) Edras Soares/Juarez Soares/Esdras Soares (SP), P1, a 20 voltas

4º) Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad (SP), P1/P2/P3, a 25 voltas

5º) Rafael Kasai/Otávio Carmacio/Ricardo Savio (SP), P5, a 37 voltas

6º) Ricardo Campos/José Tinocco/Yuri Antunes/Carlos Antunes (SP), P2, a 45 voltas

7º) Mallaco Maan/Wilton Freitas Pena (MS), P1, a 59 voltas

8º) Luiz Bley Júnior/Aloysio Moreira (PR), P3, a 62 voltas

9º) Ricardo Domenech/Rogério Barbato (SP), P4, a 68 voltas

10º) Diego Pardo/Ademir Pardo/Bruno Pardo (PR), P4, a 75 voltas

11º) Leandro Totti/Maycon Tumiate/Sérgio Carlesso/José Vilela/Leonardo Yoshi (PR), P1, a 80 voltas

12º) Caio Lacerda/Giovani Almeida/Guerra Júnior (SP), P3, a 109 voltas

13º) André Zaniotto/Marcelo Camacho/Ciro Paciello/Leandro Guerra (SP), a 121 voltas

14º) Gustavo Moreira/José Hermínio Izique Victorelli (PR), P6, a 147 voltas

15º) Beto Borghesi/Luciano Borghesi/Mário Marcondes (PR), P2/P3, a 152 voltas

16º) Roberto Amaral/Ney Faustini/Neyzinho Faustini (SP), P1, a 164 voltas

17º) José Machado/Luiz Finotti (RS/SP), P4, a 241 voltas

Não classificado

18º) Renan Guerra/Styve Turvey/Eduardo Vichiese/Paulo Burguer (SP)

Pódio das 500 Milhas de Londrina (Foto: Cláudio Kolodziej)

Pódio das 500 Milhas de Londrina (Foto: Cláudio Kolodziej)

 

Resultado da categoria P1

1º) Leandro Totti/Maycon Tumiate/Sérgio Carlesso/José Vilela/Leonardo Yoshi (PR), 263 voltas em 6h29m36s416

2º) Jair Bana/Carlos “Duda”  Eduardo Bana (PR), a 4 voltas

3º) Edras Soares/Juarez Soares/Esdras Soares (SP), a 20 voltas

4º) Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad (SP), a 25 voltas

5º) Mallaco Maan/Wilton Freitas Pena (MS), a 59 voltas

6º) Roberto Amaral/Ney Faustini/Neyzinho Faustini (SP), a 164 voltas

O quinteto londrinense competiu com dois carros (Foto: Cláudio Kolodziej)

O quinteto londrinense competiu com dois carros (Foto: Cláudio Kolodziej)

Resultado da categoria P2

1º) Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad (SP), 238 voltas em 6h29m57s747

2º) Ricardo Campos/José Tinocco/Yuri Antunes/Carlos Antunes (SP), a 20 voltas

3º) Leandro Totti/Maycon Tumiate/Sérgio Carlesso/José Vilela/Leonardo Yoshi (PR), a 55 voltas

4º) André Zaniotto/Marcelo Camacho/Ciro Paciello/Leandro Guerra (SP), a 96 voltas

5º) Beto Borghesi/Luciano Borghesi/Mário Marcondes (PR), a 127 voltas

 

Resultado da categoria P3

1º) Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad (SP), 238 voltas em 6h29m57s747

2º) Luiz Bley Júnior/Aloysio Moreira (PR), a 37 voltas

3º) Caio Lacerda/Giovani Almeida/Guerra Júnior (SP), a 84 voltas

4º) Beto Borghesi/Luciano Borghesi/Mário Marcondes (PR), a 127 voltas

 

Resultado da categoria P4

1º) Ricardo Domenech/Rogério Barbato (SP), 195 voltas em 6h30m04s896

2º) Diego Pardo/Ademir Pardo/Bruno Pardo (PR), P4, a 7 voltas

3º) José Machado/Luiz Finotti (RS/SP), P4, a 173 voltas

 

Resultado da categoria P5

1º) Rafael Kasai/Otávio Carmacio/Ricardo Savio (SP), 226 VOLTAS EM 6h30m04s929

 

Resultado da categoria P6

1º) Gustavo Moreira/José Hermínio Izique Victorelli (PR), 116 voltas em 6h30m14s836

 

Resultado do 37º 500 Km de São Paulo

Classificação geral

1º) Leandro Totti/Maycon Tumiate/Sérgio Carlesso/José Vilela/Leonardo Yoshi (PR), P1, 163 voltas em 4h07m58s325

2º) Edras Soares/Juarez Soares/Esdras Soares (SP), P1, a 6 voltas

3º) Jair Bana/Carlos “Duda”  Eduardo Bana (PR), P1, a 7 voltas

4º) Leandro Totti/Maycon Tumiate/Sérgio Carlesso/José Vilela/Leonardo Yoshi (PR), P1, a 8 voltas

5º) Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad (SP), P1/P2/P3, a 13 voltas

6º) Ricardo Campos/José Tinocco/Yuri Antunes/Carlos Antunes (SP), P2, a 16 voltas

7º) Rafael Kasai/Otávio Carmacio/Ricardo Savio (SP), P5, a 22 voltas

8º) André Zaniotto/Marcelo Camacho/Ciro Paciello/Leandro Guerra (SP), a 27 voltas

9º) Diego Pardo/Ademir Pardo/Bruno Pardo (PR), P4, a 30 voltas

10º) Mallaco Maan/Wilton Freitas Pena (MS), P1, a 35 voltas

11º) Ricardo Domenech/Rogério Barbato (SP), P4, a 35 voltas

12º) Luiz Bley Júnior/Aloysio Moreira (PR), P3, a 37 voltas

13º) Caio Lacerda/Giovani Almeida/Guerra Júnior (SP), P3, a 56 voltas

14º) Beto Borghesi/Luciano Borghesi/Mário Marcondes (PR), P2/P3, a 72 voltas

15º) Roberto Amaral/Ney Faustini/Neyzinho Faustini (SP), P1, a 73 voltas

16º) Gustavo Moreira/José Hermínio Izique Victorelli (PR), P6, a 88 voltas

17º) José Machado/Luiz Finotti (RS/SP), P4, a 141 voltas

Não classificado

18ֻº) Renan Guerra/Styve Turvey/Eduardo Vichiese/Paulo Burguer (SP)

 

Resultado da categoria P1

1º) Leandro Totti/Maycon Tumiate/Sérgio Carlesso/José Vilela/Leonardo Yoshi (PR), 163 voltas em 4h07m58s325

2º) Edras Soares/Juarez Soares/Esdras Soares (SP), a 6 voltas

3º) Jair Bana/Carlos “Duda”  Eduardo Bana (PR), a 7 voltas

4º) Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad (SP), a 13 voltas

5º) Mallaco Maan/Wilton Freitas Pena (MS), a 25 voltas

6º) Roberto Amaral/Ney Faustini/Neyzinho Faustini (SP), a 73 voltas

 

Resultado da categoria P2

1º) Leandro Totti/Maycon Tumiate/Sérgio Carlesso/José Vilela/Leonardo Yoshi (PR), 155 voltas em 4h08m17s909

2º) Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad (SP), a 5 voltas

3º) Ricardo Campos/José Tinocco/Yuri Antunes/Carlos Antunes (SP), a 8 voltas

4º) André Zaniotto/Marcelo Camacho/Ciro Paciello/Leandro Guerra (SP), a 19 voltas

5º) Beto Borghesi/Luciano Borghesi/Mário Marcondes (PR), a 64 voltas

 

Resultado da categoria P3

1º) Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad (SP), 150 voltas em 4h08m42s163

2º) Luiz Bley Júnior/Aloysio Moreira (PR), P3, a 24 voltas

3º) Caio Lacerda/Giovani Almeida/Guerra Júnior (SP), a 43 voltas

4º) Beto Borghesi/Luciano Borghesi/Mário Marcondes (PR), a 59 voltas

 

Resultado da categoria P4

1º) Diego Pardo/Ademir Pardo/Bruno Pardo (PR), 133 voltas em 4h46m53s679

2º) Ricardo Domenech/Rogério Barbato (SP), a 5 voltas

3º) José Machado/Luiz Finotti (RS/SP), a 111 voltas

 

Resultado da categoria P5

1º) Rafael Kasai/Otávio Carmacio/Ricardo Savio (SP), 141 voltas em 4h09m19s068

 

Resultado da categoria P6

1º) Gustavo Moreira/José Hermínio Izique Victorelli (PR), 75 voltas em 4h08m00s622

Confirmada para 31 de outubro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, a 35ª Cascavel de Ouro será com a Gold Classic (Foto: Divulgação)

Confirmada para 31 de outubro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, a 35ª Cascavel de Ouro será com a Gold Classic (Foto: Divulgação)

As corridas da etapa final da Gold Classic colocarão em disputa, além dos títulos das quatro divisões do campeonato, o troféu mais tradicional do automobilismo brasileiro: a Cascavel de Ouro. Marcado para 31 de outubro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel (PR), o evento tem participação confirmada de pilotos de 55 carros, todos devidamente já inscritos por pilotos de cinco estados brasileiros e da Argentina.

De 2014 a 2020 a Cascavel de Ouro teve seu grid formado pelos carros de Marcas 1.6, que atualmente compõem o campeonato da Turismo Nacional. Inicialmente, seria o formato para esta 35ª edição, que acabou tendo sua realização cancelada pelo piloto Edson Massaro, promotor do evento desde 2017. A etapa da Gold Classic estava no cronograma do evento e teve sua realização mantida pelo organizador Luc Monteiro.

“Diante das mudanças que ocorreram consideramos a Gold Classic a categoria perfeita para que a Cascavel de Ouro fosse mantida no calendário”, expõe o engenheiro Renato César Pompeu, presidente do Automóvel Clube de Cascavel. “O campeonato nasceu em Cascavel e em poucos anos consolidou um sucesso de aceitação no Brasil inteiro. A Gold Classic, hoje, representa muito desses 55 anos de história do Automóvel Clube”, diz.

A Divisão 4 da Gold Classic, composta pelas classes Premium e Stock, totaliza 22 carros inscritos. Na Divisão 3, com as classes Turismo e GT & Protótipos, são sete carros. São os pilotos que vão disputar a inclusão de seus nomes na galeria dos campeões da Cascavel de Ouro. Essa disputa seguirá um regulamento desportivo particular que não interfere no formato da etapa e na disputa pelo título das categorias do campeonato.

Para a Divisão 2, que tem 12 carros inscritos nas classes GT e Turismo, e a Divisão 1, com 14 carros nas classes Speed e Turismo, a etapa de Cascavel colocará em disputa a 2ª Cascavel de Prata. “As categorias são determinadas pelo potencial e pelas características de cada carro. Proporcionar a Cascavel de Prata para as divisões 1 e 2 é uma forma de contemplar todos com a possibilidade real de fazer história”, considera Monteiro.

A Cascavel de Ouro de 2020, com os carros da Turismo Nacional, teve como campeões o paraguaio Odair dos Santos, o paranaense Thiago Klein e o pernambucano Beto Monteiro. Eles competiram com um GM Onix da gaúcha Giocar Racing-Autotech. Na Cascavel de Prata, que teve sua primeira edição, a vitória foi do paranaense Rafael Colombari e do goiano Pablo Alves, com o Ford Fiesta da Ferrari Motorsport.

 

Participantes já confirmados na 35ª Cascavel de Ouro/Gold Classic

Categoria Divisão 4

1 – Mário Diego Broering (SC), GM Omega/Sidney Paint, classe Stock

2 – Gabriel Bechtold/Marcelo Tatsch (SC/PR), GM Omega/Renn Tech, classe Stock

6 – Caio Lacerda (SP), Aldee-VW/HT Guerra, classe Premium

9 – Ciro Paciello (SP), GM Omega/Big Power Competições, classe Premium

11 – Armin Kliewer (RR), GM Omega/Careca Competições, classe Premium

12 – Mauro Kern Júnior (SP), Puma GTE/HT Guerra, classe Premium

14 – Anderson Andrade (PR), GM Omega/Careca Competições, classe Premium

16 – Denísio Casarini (SP), Willys Interlagos/Casarini Racing, classe Premium

17 – Ricardo Domenech/Rogério Barbato (SP/SP), GM Opala/RTC Racing Team

19 – Maurício Gaudêncio (PR), GM Omega/Careca Competições, classe Premium

20 – Deninho Casarini (SP), Porsche 914/Casarini Racing, classe Premium

27 – Wanderlei Berlanda (SC), GM Omega/Careca Competições, classe Premium

28 – Rubens Kliewer (PR), GM Omega/Careca Competições, classe Stock

33 – Roberto Lacombe (RS), Aldee-VW/Lacombe Motorsport by Mascarello, classe Premium

35 – Alex Morais (PR), Aldee-VW/Paraná Racing, classe Premium

37 – Giovani Almeida (SP), Aldee-VW/HT Guerra, classe Premium

38 – Luciano Fracaro (SP), GM Omega/Franzói Racing, classe Premium

42 – Richard Heidrich (SC), GM Omega/Careca Competições, classe Premium

46 – Robby Perez (ARG), Aldee-VW/Reverenda, classe Premium

55 – Paulo Loco Figueiredo (SP), Aldee-VW/Martini A1, classe Premium

302 – Leovaldo Petry (RS), Ford Maverick/Project Motorsport, classe Premium

343 – Franccesco Esposito (PR), GM Omega/Gasoline Racing, classe Stock

 

Categoria Divisão 3

15 – Heitor Nogueira Filho (SP), Espron-BMW/Joes Racing, classe GTP

45 – Juliano Bastos/Heverson Bastos (PR/PR), Aldee-VW/Caús Motorsport, classe GTP

82 – Dudu Pimenta/Luiz Sérgio Santos (SP/SP), Puma GTE/EP reality-Quake 2, classe GTP

335 – Rogério Schuhli/Thiago Brandt (SP/SP), Aldee-VW/Terraquatro, classe GTP

337 – Leonardo Almeida (SP), Porsche 914/HT Guerra, classe GTP

339 – Rafael Schuhli (SP), Puma GTE/Terraquatro, classe GTP

913 – Carlão Estites (SP), Ford Escort/HT Guerra, classe Turismo

 

Categoria Divisão 2

10 – Marcelo Kroth/Diego Lino (PR/PR), VW Gol/Garagem 88 Competições, classe Turismo

22 – Marcelo Kairis (SP), Puma GTE/Paddock-Saúva Racing, classe GT

30 – Carlos Eduardo Harmel (SP), VW Gol/JR Competiões, classe Turismo

32 – Reinaldo Cangueiro (SP), Farus TS/Canga Gulf Team, classe GT

43 – Hamilton Morsch (PR), GM Chevette/SR Competicões, classe Turismo

44 – Guilherme Melo (MG), Puma GTE/Terraquatro, classe GT

74 – Arthur Bailo/Thiri Lorentz (PR/PR), VW Gol/Thiri Racing, classe Turismo

65 – Willian Chahine (SP), VW Passat/Paddock-Coelho’s, classe Turismo

69 – Solon Pezzini (MG), VW Gol/Go Racing, classe Turismo

158 – André Padilha (RS), VW Gol/158 Competições, classe Turismo

248 – Leandro Kairis (SP), Fiat 147/Paddock-Saúva Racing, classe Turismo

444 – Alexandre Peppe (SP), VW Passat/HT Guerra, classe Turismo

 

Categoria Divisão 1

8 – Juliano Meira (SP), VW Voyage/Paddock-Coelho’s, classe Turismo

41 – Ike Nodari (SC), Fiat Uno/Terraquatro, classe Turismo

49 – Paulo Jalles (MG), Fiat Uno/Go Racing, classe Turismo

66 – Almir Morales (SC), VW Voyage/MP Competições-66 Motorsport, classe Turismo

78 – Matheus Beccalli (SP), VW Passat/HT Guerra, classe Turismo

79 – Norberto Kröning Correa (RS), VW Fusca/Premiocar, classe Speed

81 – Marcos Ramos/José Cordova (PR/PR), Peugeot 205/Cordova Motorsport, classe Turismo

88 – Moacir Fighera/Daniel Fighera (RS/RS), VW Fusca/Fighera Competições, classe Speed

101 – Everton CostaWagner (SP), VW Passat/Coelho’s, classe Turismo

112 – Carlos Guizzo (RS), VW Fusca/Ele & Ela Racing, classe Speed

133 – Duda Weirich (PR), VW Voyage/Weirich Racing, classe Turismo

166 – Andrew Leonardi (PR), VW Gol/Thiri Racing, classe Turismo

222 – Fábio Tokunaga (PR), VW Gol/Red Foot Racing Team, classe Turismo

777 – Paulo Henrique Costa (PR), VW Voyage/Red Foot Racing Team, classe Turismo

Luciano Borghesi, Silvio Zambello e Beto Borghesi, duas familiares tradicionais do automobilismo brasileiro (Foto: Divulgação)

Luciano Borghesi, Silvio Zambello e Beto Borghesi, duas familiares tradicionais do automobilismo brasileiro (Foto: Divulgação)

LONDRINA (PR) – Duas das mais tradicionais competições de longa duração do Brasil unem forças. As 500 Milhas de Londrina e os 500 Km de São Paulo terão evento conjunto. Será nos dias 22 e 23 de outubro, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, no Norte do Paraná, quando a 29ª edição das 500 Milhas de Londrina será válida também pela 37ª edição dos 500 Km de São Paulo.

Beto Borghesi, que promove ao lado de Aloysio Moreira, as 500 Milhas de Londrina, diz que sempre houve bom relacionamento com Silvio Zambello, promotor dos 500 Km de São Paulo e agora surgiu a oportunidade de realizar as duas provas no mesmo evento porque o Autódromo de Interlagos está reservado para a Fórmula 1. “Será uma corrida de endurance, válida por duas provas tradicionais. Será uma única inscrição e premiação separada. No momento que os competidores completarem os 500 Km, a direção de prova dará uma bandeirada, mas a corrida continuará para que se complete as 500 Milhas. Será um grande evento, que será muito interessante para pilotos e equipes”, destaca Beto Borghesi.

Já Sílvio Zambello diz que a aceitação por parte dos pilotos foi muito boa porque irão participar de duas competições, com o mesmo regulamento. “A união das duas provas foi tão bem aceita, que já está evoluindo para um campeonato em 2022, com os 500 Km de São Paulo, 500 Milhas de Londrina e também iremos incluir Curitiba no calendário. Os entendimentos com as federações do Paraná e de São Paulo estão bem adiantados e a confirmação do campeonato já poderá acontecer no evento de Londrina, no próximo mês. Queremos fazer automobilismo, do bom, e a união dos 500 Km de São Paulo com as 500 Milhas de Londrina trará bons resultados, principalmente para os pilotos, uma vez que será uma competição que possibilitará a participação de competidores com orçamento mais reduzido”, completa Zambello.

Beto Borghesi e Aloysio Moreira, promotores das 500 Milhas de Londrina (Foto: Divulgação)

Beto Borghesi e Aloysio Moreira, promotores das 500 Milhas de Londrina (Foto: Divulgação)

Silvio Zambello destaca também a união de duas famílias tradicionais do automobilismo brasileiro, Borghesi e Zambello, formando um grande evento com as suas histórias e tradições. Desde 1957 os 500 Km de São Paulo é uma das provas mais tradicionais do automobilismo brasileiro. Originalmente esta prova era realizada pelo anel externo de Interlagos. A partir de 1997 os 500 Km de São Paulo, com nova diretoria do Automóvel Clube Paulista, passa a organizar a corrida pelo circuito completo de Interlagos, mantendo nos anos subsequentes a tradicional corrida.

Inscrições

As inscrições para o evento conjunto, a 29ª edição das 500 Milhas de Londrina e o 37º 500 Km de São Paulo, estão abertas e podem ser feitas com Beto Borghesi, pelo celular/whatssap (43) 9 9938-0326. A reserva de boxes será pela ordem de inscrição. As categorias em disputas serão Geral (categoria Força Livre), I, II, III, VI, V e VI.

marcaspr

brkart

prterra

rali5

arrancadapr402

junho 2022
S T Q Q S S D
« maio    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
2ª Etapa – Turismo 5000 – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017
2ª Etapa – Turismo – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
2ª Etapa – Marcas – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Marcas – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo 5000 – Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017

 

Mais Vídeos Clique AQUI!