Get Adobe Flash player

Velocidade no Asfalto

Odair dos Santos, Beto Monteiro e Thiago Kkein na solenidade de premiação com Edson e Silvia Massaro, promotores da Cascavel de Ouro (Foto: Cláudio Kolodziej/Divulgação)

Odair dos Santos, Beto Monteiro e Thiago Kkein na solenidade de premiação com Edson e Silvia Massaro, promotores da Cascavel de Ouro (Foto: Cláudio Kolodziej/Divulgação)

CURITIBA (PR) – Em julgamento realizado neste mês, o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) da FPrA (Federação Paranaense de Automobilismo) recusou por unanimidade o recurso de Lorenzo Massaro, confirmando a decisão dos comissários e mantendo o resultado final de pista da Cascavel de Ouro de 2020, disputada em novembro no Autódromo Zilmar Beux.

A decisão confirma a vitória do trio formada por Thiago Klein (Cascavel), Odair dos Santos (Paraguai) e Beto Monteiro (Recife) como vencedor da 34ª edição da tradicional prova de longa duração. Lorenzo pediu a punição os primeiros colocados da prova, alegando irregularidade dos mesmos nas paradas obrigatória para a troca de pilotos.

Edição de 2021

A edição de 2021, a 35ª da história da Cascavel de Ouro será disputada no dia 31 de outubro. As inscrições já estão abertas e a premiação poderá chegar a R$ 100 mil para o vencedor ou vencedores, além do cobiçado troféu em ouro.

 

Resultado da 34ª Cascavel de Ouro/10 primeiros

1º) 74 Thiago Klein/Odair dos Santos/Beto Monteiro (PR/PAR/PE), GM Onix, 3h02m16s888

2º) 132 Gefferson de Lima/Naor Petry (PR/SC), VW Gol, a 17s666

3º) 82 Guilherme Sirtoli/Leônidas Fagundes/Júnior Niju (PR/PR/SC), VW Gol, a 21s754

4º) 77 Wanderson Freitas/Lamartine Pinotti (MG/SP), VW Gol, a 42s621

5º) 2 Júnior Caús/Paulo Bento (PR/PR), GM Onix, a 2 voltas

6º) 23 Diego Barroso/Cido Morais (PR/PR), VW Up!, a 2 voltas

7º) 111 Marcos Paioli/Peter Michael Gottschalk (SP/SP), VW Up!, a 3 voltas

8º) 54 Rafa Lopes/Leandro Zandoná (SP/PR), GM Onix, a 4 voltas

9º) 99 Geovane Mega/Eduardo Bacarin (GO/CE), Fiat Mobi, a 5 voltas

10º) 93 Rafael Colombari/Mário Garibaldi (PR/PR), Ford New Ka, a 14 voltas

Marcelo João de Oliveira Filho conquistou o título da categoria Turismo C com uma vantagem de apenas três pontos (Foto: Victor Lara)

Marcelo João de Oliveira Filho conquistou o título da categoria Turismo C com uma vantagem de apenas três pontos (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – A Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) homologou a classificação final do Campeonato Metropolitano de Velocidade de 2020. A terceira e última etapa da competição foi disputada domingo, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais, região Metropolitana da Capital Paranaense, em programação conjunta com o Campeonato Paranaense.

Depois de três etapas e seis provas disputadas, os campeões foram Ruslan Carta Filho na categoria Marcas A; Rafael Balestrin1, na Marcas B; Jorge Augusto Silva, na Turismo A; Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, na Turismo B; Marcelo João de Oliveira Filho, na Turismo C; Admir Pardo, na Clássicos Força Livre; e Jorgemar Elizeu Lorentz/Arthur Bailo Neto na categoria Clássicos Turismo Light.

 

Classificação final do Metropolitano de Velocidade de Curitiba

Jorge Augusto Silva é o campeão da categoria Turismo A (Foto: Victor Lara)

Jorge Augusto Silva é o campeão da categoria Turismo A (Foto: Victor Lara)

Categoria Marcas A

1º) Ruslan Carta Filho, com 105 pontos

2º) Ricardo Hilgenstieler, 81

3º) Rafael Augusto Bastos, 66

4º) Alexandre Frankenberger, 63

5º) Algacir Sermann Filho, 34

6º) Rafael Muratori Barranco/Ariel Barranco, 31

7º) Pierre Sabbagh, 25

8º) Wanderlei Berlanda Júnior, 22

9º) Andrei Carta/Marcelo José Andrade, 21

10º) Rodrigo Luís Tassi, 19

11º) Antonio J. Amorim Carvalho, 19

12º) Edson Henrique H. Bueno/Eduardo Marquetto Pavelski, 18

13º) Davi Dal Pizzol, 18

14º) Fábio Massaiti Tokunaga, 15

15º) Felipe Bortolotti Lobo, 13

16º) Carlos Eduardo Bana, 9

17º) Brendon J. Zonta Gabardo, 3

18º) Gustavo Magnabosco, 3

19º) Edson Luiz Campana Sita, 3

20º) Davi Gustavo C. Dal Pizzol, com 3 pontos

 

 

Categoria Marcas B

1º) Rafael Balestrin1, com 91 pontos

2º) Ozias Tavares da Silveira Júnior, 61

3º) Karl Rauscher, 56

4º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, 49

5º) Emerson Luiz Grochoski, 47

6º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado, 45

7º) Lucio Alan Seidel, 38

7º) Marcelo Cancelli, 38

8º) Elberto M. B. Alves, 37

9º) Nilton Rossoni Filho, 25

10º) Geison Eduardo Tureck, 23

11º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, 20

12º) Leonardo B. Grochoski, 16

13º) Rodrigo Carlos Vieira, 8

14º) Gilberto Silveira da Silva, 6

15º) Alexandre H. Maia Bastos, 3

15º) Henrique Schmitz Basso/Guilherme Ragnini, 3

16º) Marcelo Vandres, com 3 pontos

 

Categoria Turismo A

1º) Jorge Augusto Silva, com 81 pontos

2º) José Carlos Pederneiras, 69

3º) Sanito de Andrade Cruz Junior, 62

4º) Mário Diego Broering, 60

5º) Juliano Jorge Vieira Diener Filho, 60

6º) Guilherme Ragnini, 55

7º) José Carlos Fuganti, 46

8º) Juliano Jorge Vieira Diener, 45

9º) Henrique Schmitz Basso, 25

10º) Angelo Rogério Marqueto, 20

11º) Adriano Vieira Martins, 20

12º) Naor V. Costanaro Petry, 19

13º) Geison Eduardo Tureck, 18

14º) Luiz Cláudio Reis, 51

5º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta, 14

16º) Alexandre Vieira Martins, 9

16º) Júlio César Zeni, 9

17º) Emerson Alberto Will, 8

18º) Rafael Liandro Lupatini, 7

18º) Daniel Alexandre Hoffmann, 7

19º) Carlos Leopoldo Ehrat Junior, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, com 101 pontos

2º) Marcelo Kroth da Silva, 85

3º) Elton Antunes de Oliveira, 80

4º) Sérgio Francisco Bucco Júnior, 49

5º) Luciano Vinicius Fracaro, 31

6º) Marlon Galikoski Rodrigues, 31

7º) Alesandro Bordignon Weiss/Alcione Eduardo Weiss, 30

8º) Gustavo Vamilo dos Santos, 21

9º) Paulo Barboza, 20

10º) Emerson Szwed, 19

11º) Roberto Barboza, 19

12º) Felipe Baum, 18

13º) Nilton da Silva Filho, 17

14º) Admilton Farias, 17

15º) Júlio Fabrício Sandini, 17

16º) Maycon Alexandre de Oliveira, 15

17º) Bibiano Márcio Waczyleski, 15

18º) Diego Lino, 13

19º) Fernando Kasmirski Zatta, 12

20º) Nilton Rossoni Filho, 11

21º) Ivécio de Almeida, 11

22º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, 9

23º) Narciso Antonio Verza, 9

24º) Renan Gregory Pessin Alves, 9

25º) Josemar Kurowsky, 9

26º) Cláudio Herminio da Silva, 9

27º) Juliano Kasmirski Zatta, 9

28º) Evandro A. Theiss de Athayde, 8

29º) Artur Bailo Neto, 8

30º) Thiago Parizotto, 6

31º) Eduardo Moratelli, 6

32º) Edimarcos Santos Caliari, 6

33º) Carlos Geovane Ito, 6

34º) Richard Serrute Bailo, 6

35º) Igor Mikail Waczlewski, 3

36º) Andrey Arenhart/Matheus Perboni, 3

37º) Fábio Eduardo Baggio, 3

38º) Wilson Kavilhuka, 3

39º) Vinicius Kavilhuk, com 3 pontos

40º) Jean Moraes, 3

41º) Leonardo Verza, 3

42º) Maikon Roberto C. Tessaro, 3

43º) Daniel Bender, 3

44º) Gilmar Adada Júnior, 3

45º) Luís Fernando Guimarães, 3

46º) Bradley Joe Zonta Gabardo, 3

47º) Alexandre Martins Zaiczuk, 3

48º) Guilherme José Negrello, 3

49º) José Luís Cavassin/Daniel Cavassin, 3

50º) Fernando Gonçalves Dias/Rafael Possenti, com, com 3 pontos

 

Categoria Turismo C

1º) Marcelo João de Oliveira Filho, com 80 pontos

2º) Christian Robert Pampuch, 77

3º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado, 57

4º) Rodrigo Luís Tassi, 56

5º) Gustavo Theiss Simão, 46

6º) Rafael Fernando Colombari, 38

7º) Peterson C. de Andrade/João Manoel Teixeira Godoy, 38

8º) Bruno Nascimento Muhlstedt, 33

9º) Leonardo Rogério Nascimento/Rondinei de Oliveira, 31

10º) Thiago Rocha de Toffo/Rafael Salido, 30

11º) Matheus de Borba, 27

12º) José Carlo R. de Seabra Santos/Jorge Luiz de Almeida Júnior, 22

13º) Luiz Otavio B. C. Rodrigues, 20

14º) Luiz César Ferreira, 18

15º) Cláudio Tucholski/Arlei Tucholski, 15

16º) Ralf Berger, 14

17º) Patrick Romano, 13

18º) Júlio César de França Bueno/Marcelo Cordeiro, 9

19º) Walter Francisco Dittrich Júnior/Walter Francisco Dittrich, com 9 pontos

 

Categoria Clássicos Força Livre

1º) Admir Pardo, com 44 pontos

2º) Armin Kliewer, 39

3º) Richard Anthony Heidrich/Richard Heidrich, 29

4º) Maurício P. Gaudêncio, 25

5º) Wanderlei Antonio Berlanda, 24

6º) Anderson J. C. de Andrade, 23

7º) Alex Sandre Ortega Morais, com 31 pontos

 

Categoria Clássicos Turismo Light

1º) Jorgemar Elizeu Lorentz/Arthur Bailo Neto, com 44 pontos

Ruslan Carta Filho conquista mais um título importante na sua carreira ao ser campeão da categoria Marcas A (Foto: Victor Lara/Divulgação)

Ruslan Carta Filho conquista mais um título importante na sua carreira ao ser campeão da categoria Marcas A (Foto: Victor Lara/Divulgação)

CURITIBA (PR) – Sobram emoções na decisão atrasada do automobilismo paranaense. A final do Campeonato Paranaense de Velocidade de 2020 foi disputada domingo (23) no Autódromo Internacional de Curitiba, situado em Pinhais, na região Metropolitana da Capital Paranaense.

Disputadas empolgantes e títulos definidos somente na última volta marcam a prova. Os favoritos confirmam o título. Quem chegou à final na liderança, sagrou-se campeão.

Na categoria Marcas A, Ruslan Carta Filho garantiu o título com a vitória na prova 1 e o quarto lugar na 2. Somou 87 pontos, nove a mais do que a dupla Rafael Augusto Bastos/Alexandre Frankenberger.

Rafael Balestrin confirmou o título da categoria Marcas A com a vitória na Prova 1 e o sexto na 2. Ele usou a prova 2 como descarte, jogando fora os seis pontos.

A Turismo A teve uma decisão digna de filme. Sanito Cruz chegou à final na liderança e precisava terminar à frente de Guilherme Ragnini para confirmar o título. Na Prova 1, foi o segundo colocado e Ragnini venceu. Na segunda, abandonou na sexta volta e Ragnini liderava. No entanto, quando dava o título como perdido, Ragnini teve um pneu furado na penúltima volta e perdeu várias posições. Com isso Sanito pode comemorar o título, somando 89 pontos, sete a mais do que Ragnini.

A dupla Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira comemora o título da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara/Divulgação)

A dupla Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira comemora o título da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara/Divulgação)

Apenas quatro pontos separaram a dupla Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, campeã da Turismo B, do vice-campeão Marcelo Kroth. Marcelo e Ezequiel conquistaram um segundo e um quarto lugares na final e somaram 96 pontos, garantindo a conquista do título, pois mesmo vencendo as duas provas, Marcelo Kroth ficou com 92. O que definiu mesmo o título foi o descarte. Os campeões tiveram como pior resultado um abandono na etapa de Cascavel, ao passo que Kroth descartou 12 pontos, uma vez que seu pior resultado foi um terceiro lugar também na etapa de Cascavel.

Na Turismo C, o quinto lugar as duas provas foram suficientes para a dupla Peterrson Andrade/João Manoel Teixeira Godoy garantir o título. Eles somaram 76 pontos, contra 66 de Cristian Pampuch, segundo colocado nas duas corridas da decisão.

 

Classificação final do Paranaense de Velocidade

Categoria Marcas A

1º) Ruslan Carta Filho, com 87

2º) Rafael Augusto Bastos/Alexandre Frankenberger, 78

3º) Ricardo Hilgenstieler, 53

4º) Gustavo Magnabosco, 39

5º) Paulo Bento/Leandro Zandoná, 38

6º) Andrei Carta/Marcelo José Andrade, 34

7º) Antonio J. Amorim Carvalho, 33

8º) Rafael Muratori Barranco/Ariel Barranco, 31

9º) Algacir Sermann Filho/Rodrigo Luís Tassi, 19

10º) Davi Dal Pizzol, 15

11º) Felipe Bortolotti Lobo, 13

12º) Amauri Lisboa Junior/Stive Augusto Tokarsk, 3

13º) Edson Luiz Campana Sita, com 3 pontos

 

Rafael Balestrin é campeão da categoria Marcas B com quatro vitórias em seis provas na temporada (Foto: Victor Lara/Divulgação)

Rafael Balestrin é campeão da categoria Marcas B com quatro vitórias em seis provas na temporada (Foto: Victor Lara/Divulgação)

Categoria Marcas B

1º) Rafael Balestrin, com 106 pontos

2º) Brendon J. Zonta Gabardo, 64

3º) Evandro Maldonado/Roberto Bonato, 61

4º) Karl Rauscher, 56

5º) Carlos Eduardo Schilipack, 47

6º) Ozias Tavares da Silveira Júnior, 46

7º) Emerson Luiz Grochoski, 45

8º) Marcelo Cancelli, 38

9º) Elberto M. B. Alves, 37

10º) Nilton Rossoni Filho, 26

11º) Eduardo Moratelli, 20

12º) Henrique Schmitz Basso, 16

12º) Guilherme Ragnini, 16

13º) Leonardo B. Grochoski, 13

14º) Gilberto Silveira da Silva, 11

15º) Rafael F. Colombari, 7

16º) Luciano Diniz Monteiro, 7

17º) Pedro Paulo Scherner, 6

18º) Rodrigo Carlos Vieira, 5

19º) Luiz Guilherme P. Cezarotto, 4

20º) Diego Barroso, 3

21º) Aparecido Lima de Moraes, com 3 pontos

 

Sanito de Andrade Cruz Júnior conquista o título da Turismo A com fortes emoções (Foto: Victor Lara/Divulgação)

Sanito de Andrade Cruz Júnior conquista o título da Turismo A com fortes emoções (Foto: Victor Lara/Divulgação)

Categoria Turismo A

1º) Sanito de Andrade Cruz Júnior, com 89 pontos

2º) Guilherme Ragnini, 82

3º) Henrique Schmitz Basso, 58

4º) Jorge Augusto M. P. Silva, 48

5º) Andrei Carta, 44

6º) José Carlos Fuganti, 35

7º) Juliano Jorge Vieira Diener Filho, 34

8º) Mário Diego Broering, 33

9º) Adriano Vieira Martins, 32

10º) José Carlos N. Pederneiras, 31

11º) Romulo Lazzari Molinari/Antonio J. Amorim Carvalho, 23

12º) Naor V. Costanaro Petry, 19

13º) Juliano Jorge Vieira Diener, 19

14º) Geison Eduardo Tureck, 18

15º) Alexandre Vieira Martins, 15

16º) Luiz Claudio Reis, 11

17º) Angelo Rogério Marqueto/Júlio César Zeni, 9

18º) Emerson Alberto Will. 8

19º) Daniel Alexandre Hoffmann, 7

20º) Carlos Leopoldo Ehrat Júnior, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, com 96

2º) Marcelo Kroth da Silva, 92

3º) Sérgio Francisco Bucco Júnior, 72

4º) Luciano Vinicius Fracaro, 44

5º) Elton Antunes de Oliveira, 43

6º) Emerson Szwed, 31

7º) Marlon Galikoski Rodrigues, 28

8º) Alcione Eduardo Weiss, 27

9º) Fernando Kasmirski Zatta, 26

10º) Admilton Farias, 17

11º) Júlio Fabrício Sandini, 17

12º) Juliano Kasmirski Zatta, 17

13º) Alesandro Bordignon Weiss, 16

14º) Paulo Barboza, 16

15º) Felipe Baum, 15

16º) Roberto Barboza, 14

17º) Diego Lino, 13

18º) Maycon Alexandre de Oliveira, 12

19º) Bibiano Marcio Waczyleski, 12

20º) Nilton Rossoni Filho, 12

21º) Jean Moraes, 11

22º) Ivécio de Almeida, 11

23º) Narciso Antonio Verza, 10

24º) Renan Gregory Pessin Alves, 10

25º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, 9

26º) Cláudio Herminio da Silva, 9

27º) Carlos Geovane Ito, 9

28º) Josemar Kurowsky, 6

29º) Artur Bailo Neto, 6

30º) José Luis Cavassin/Daniel Cavassin1, 6

31º) Evandro A. Theiss de Athayde, 5

32º) Leonardo Verza, 3

33º) Eduardo Moratelli, 3

34º) Thiago Parizotto, 3

35º) Jean Moraes, 3

36º) Wilson Kavilhuka/Vinicius Kavilhuka Meitzger, 3

37º) Maikon Roberto C. Tessaro, 3

38º) Daniel Bender, 3

39º) Gilmar Adada Júnior, 3

40º) Luís Fernando Guimarães, 3

41º) Bradley Joe Zonta Gabardo, 3

42º) Alexandre Martins Zaiczuk, 3

43º) Guilherme José Negrello, 3

44º) Edimarcos Santos Caliari, 3

45º) Fernando Gonçalves Dias/Rafael Possenti, 3

46º) Richard Serrute Bailo, com 3 pontos

 

A regularidade fez a dupla Peterson Andrade/João Manoel Teixeira Godoy levantar a taça de campeã da categoria Turismo C (Foto: Victor Lara/Divulgação)

A regularidade fez a dupla Peterson Andrade/João Manoel Teixeira Godoy levantar a taça de campeã da categoria Turismo C (Foto: Victor Lara/Divulgação)

Categoria Turismo C

1º) Peterson C. de Andrade/João Manoel Teixeira Godoy, com 76

2º) Christian Robert Pampuch, 66

3º) Marcelo João de Oliveira Filho, 65

4º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado, 33

4º) Bruno Nascimento Muhlstedt, 33

5º) Leonardo Rogério Nascimento/Rondinei de Oliveira, 31

6º) Thiago Rocha de Toffo/Rafael Salido, 30

7º) Matheus de Borba, 27

8º) Gustavo Theiss Simão, 23

9º) José Carlo R. de Seabra Santos/Jorge Luiz de Almeida Júnior, 22

10º) Luiz César Ferreira/Rodrigo Luís Tassi, 18

11º) Walter Francisco Dittrich Júnior/Walter Francisco Dittrich, com 11 pontos

Gustavo Magnabosco receberá domingo o troféu de hexacampeão paranaense de Marcas A (Foto: Victor Lara)

Gustavo Magnabosco receberá domingo o troféu de hexacampeão paranaense de Marcas A (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – A Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) confirma para domingo (dia 23) a entrega da premiação do Campeonato Paranaense de Velocidade de 2019. A solenidade será no Autódromo Internacional de Curitiba, logo após o pódio da etapa de encerramento da temporada de 2020, que será disputada neste fim de semana. Serão laureados os três primeiros colocados das categorias Marcas A, Marcas B, Turismo A, Turismo B e Turismo C.

 

Pilotos da temporada de 2019 a serem premiados

Categoria Marcas “A”

1º) Gustavo Bordin Magnabosco

2º) Rafael Muratori Barranco

3º) Paulo Vitor B. Bento

 

Categoria Marcas “B”

1º) Sextilio Hans Junior

2º) Antonio J. Amorim Carvalho

3º) Emerson Luiz Grochoski

 

Categoria Turismo “A”

1º) Guilherme Ragnini

2º) Leonardo Kovalski

3º) Peterson Calixto de Andrade/3º) Carlos Alexandre Pereira Vaz

 

Categoria Turismo “B”

1º) Henrique Schmitz Basso

2º) Carlos Eduardo Schilipack

3º) Rafael Balestrin

 

Categoria Turismo “C”

1º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado

2º) José Carlos R. Seabra Santos

3º) César Ribas de Lima

A primeira corrida de 2021 no Autódromo de Curitiba irá apontar os campeões de 2020 (Foto: Victor Lara)

A primeira corrida de 2021 no Autódromo de Curitiba irá apontar os campeões de 2020 (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – A Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) marcou para o próximo dia 23 a decisão do Campeonato Paranaense de Velocidade de 2020. A prova não pode ser realizada dezembro e em fevereiro em função da pandemia do coronavírus. A competição que irá apontar os campeões de 2020 será disputada no Autódromo Internacional de Curitiba, situado em Pinhais, na região Metropolitana da Capital Paranaense, e será válida também pela final do Campeonato Metropolitano de Curitiba. A promoção e organização serão da M & L Produções Artísticas Ltda.

Segundo Rubens Gatti, presidente da FPrA, somente agora foi possível marcar o evento, que seguirá os protocolos sanitários das secretarias de saúde da Prefeitura de Pinhais e do Governo do Estado, além das próprias estabelecidas pela entidade. “Seremos rígidos com os cuidados e esperamos um grande evento para coroar os campeões de uma temporada que foi muito difícil para todos”, completa Gatti.

 

Classificação do Paranaense de Velocidade de 2020 após duas etapas

Marcas A

1º) Rafael Augusto Bastos/Alexandre Frankenberger, com 58

2º) Ruslan Carta Filho, 54

3º) Gustavo Magnabosco, 39

4º) Paulo Vitor Bento/Leandro Zandoná, 38

5º) Andrei Carta/Marcelo José Andrade, 34

6º) Antonio Amorim Carvalho, 30

Ricardo Hilgenstieler, 30

8º) Algacir Sermann Filho/Rodrigo Luis Tassi, 19

9º) Felipe Bortolotti Lobo, 13

10º) Amauri Lisboa Junior/Stive Augusto Tokarski, 3

Edson Luiz Campana Sita, com 3 pontos

 

 

Categoria Marcas B

1º) Rafael Balestrin, com 82 pontos

2º) Evandro Maldonado/Roberto Bonato, 50

3º) Karl Rauscher, 43

4º) Marcelo Cancelli, 38

5º) Emerson Luiz Grochoski, 32

6º) Carlos Eduardo Schilipack, 30

7º) Brendon J. Zonta Gabardo, 26

Ozias Tavares da Silveira Júnior, 26

Nilton Rossoni Filho, 26

10º) Elberto Alves, 22

11º) Henrique Schmitz Basso/Guilherme Ragnini, 16

12º) Luciano Diniz Monteiro, 7

Rafael Colombari, 7

14º) Pedro Paulo Scherner, 6

15º) Gilberto Silveira da Silva, 5

16º) Rodrigo Carlos Vieira, 5

17º) Luiz Guilherme Cezarotto, 4

18º) Diego Barroso, 3

Aparecido Lima de Moraes, com 3 pontos

 

Categoria Turismo A

1º) Sanito de Andrade Cruz Júnior, com 71 pontos

2º) Henrique Schmitz Basso/Guilherme Ragnini, 58

3º) Andrei Carta, 44

4º) Mario Diego Broering, 33

5º) Romulo Lazzari Molinari/Antonio Amorim Carvalho, 23

6º) Adriano Vieira Martins, 19

José Carlos Fuganti, 19

8º) Juliano Jorge Vieira Diener Filho/Juliano Jorge Vieira Diener, 19

9º) Alexandre Vieira Martins, 15

Jorge Augusto Silva, 15

11º) Luiz Cláudio Reis, 11

12º) Angelo Rogério Marqueto/Julio César Zeni, 9

13º) José Carlos Pederneiras, 7

Geison Eduardo Tureck/Daniel Alexandre Hoffmann, 7

15º) Carlos Leopoldo Ehrat Júnior, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, 68 pontos

2º) Marcelo Kroth da Silva, 60

3º) Sérgio Francisco Bucco Júnior, 44

4º) Luciano Vinicius Fracaro, 38

5º) Emerson Szwed, 28

6º) Alcione Eduardo Weiss, 24

7º) Marlon Galikoski Rodrigues, 22

8º) Fernando Kasmirski Zatta, 20

9º) Elton Antunes de Oliveira, 16

10º) Felipe Baum, 15

11º) Juliano Kasmirski Zatta, 14

12º) Paulo Barboza, 13

Alesandro Bordignon Weiss, 13

14º) Jean Moraes, 11

Roberto Barboza, 11

16º) Maycon Alexandre de Oliveira, 9

Brendon Julyan Zonta Gabardo, 9

18º) Ivécio de Almeida, 8

19º) Narciso Antonio Verza, 7

Renan Gregory Pessin Alves, 7

20º) Cláudio Herminio da Silva, 6

Júlio Fabrício Zandini, 6

Carlos Geovane Ito, 6

Artur Bailo Neto, 6

24º) Bibiano Márcio Waczyleski, 4

25º) José Luís Cavassin/Daniel Cavassin, 3

Josemar Kurowsky, 3

Fernando Gonçalves Dias/Rafael Possenti, 3

Leonardo Verza, 3

Richard Serrute Bailo, 3

Eduardo Moratelli, 3

Thiago Parizotto, 3

Jean Moraes, 3

Wilson Kavilhuka/Vinicius Kavilhuka Meitzger, com 3 pontos

 

Categoria Turismo C

1º) Peterson Andrade/João Manoel Teixeira Godoy, com 63 pontos

2º) Christian Robert Pampuch, 33

2º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado, 33

3º) Leonardo Rogério Nascimento/Rondinei de Oliveira, 27

4º) Marcelo João de Oliveira Filho, 22

5º) Luiz César Ferreira/Rodrigo Luís Tassi, 18

6º) Thiago Rocha de Toffo/Rafael Salido, 15

7º) José Carlo Seabra Santos/Jorge Luiz de Almeida Júnior, com 11 pontos

Ângelo Giombelli, Bento Tino e Renato Pompeu possam logo após a posse dos novos diretores (Fotos: Divulgação)

Ângelo Giombelli, Bento Tino e Renato Pompeu possam logo após a posse dos novos diretores (Fotos: Divulgação)

O Automóvel Clube de Cascavel tem nova diretoria. Em pleito realizado por aclamação na noite desta sexta-feira (26), no Hotel Caiuá, o piloto de arrancada Renato César Pompeu foi eleito presidente. Ele irá suceder Orlei Silva que comandou o clube fundado em 1966 nos últimos quatro anos. O vice-presidente será o ex-piloto Ângelo Giombelli, tricampeão brasileiro da Stock Car.

A posse dos eleitos foi logo em seguida ao ato de aclamação, quando o novo presidente Renato Pompeu dirigiu aos presentes, falando da fase como adolescente ia ao autódromo com seu pai acompanhar as corridas e sobre o futuro frisou que, juntamente com sua diretoria, pretende realizar um trabalho de fortalecimento do automobilismo de Cascavel, buscando parcerias e patrocinadores para os eventos que pretende realizar.

Já Orlei Silva, ao entregar o cargo de presidente, ressaltou as dificuldades que enfrentou, especialmente no último ano de sua gestão, com a pandemia do coronavírus, que dificultaram a realização de eventos e impôs muitos entraves para aqueles que puderam ser realizado. Ele agradeceu seus diretores pele empenho e parceria, várias autoridades e dirigentes, como Rubens Gatti, presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e ao vice-presidente Bento Tino, que se fez presente e presidiu a assembleia.

A nova diretoria

Renato Pompeu e Ângelo Giombelli vão comandar o Automóvel Clube de Cascavel nos próximos dois anos (Fotos: Divulgação)

Renato Pompeu e Ângelo Giombelli vão comandar o Automóvel Clube de Cascavel nos próximos dois anos (Fotos: Divulgação)

 

 

A nova diretoria do Automóvel Clube de Cascavel é a seguinte: Renato César Pompeu (presidente), Ângelo Luiz Giombelli (vice-presidente), Silvio M. Inomata (1º secretário), Carlos Meneses (2º secretário), Mauri Barbosa (1º tesoureiro), Paulo Fernando Vessaro (2º tesoureiro), Paulo Nazari (1º comissário técnico) e Marcelo K. Ferreira (2º comissário técnico).

O Conselho Fiscal tem como membros efetivos Roberto Wypych, Juraci Massoni e Heverson Bastos, enquanto que os suplentes serão Paulo Prado, Eliseu Del Vecchi e Orlando Rotta Campos.

Nova diretoria do Automóvel Clube de Cascavel para os próximos dois anos (Fotos: Divulgação)

Nova diretoria do Automóvel Clube de Cascavel para os próximos dois anos (Fotos: Divulgação)

 

Largada da primeira etapa da Gold Classic, que teve 64 carros em Interlagos (Foto: Divulgação)

Largada da primeira etapa da Gold Classic, que teve 64 carros em Interlagos (Foto: Divulgação)

Aberta no mês de janeiro com grid recorde de 64 carros na pista de Interlagos, a temporada de 2021 da Gold Classic definiu na última quarta-feira (24) a lista dos pilotos que vão disputar a segunda etapa. Com transmissão ao vivo no canal “Acelerados”, do YouTube, as duas corridas do evento estão marcadas para dia 3 de abril, Sábado de Aleluia, e vão marcar a primeira aparição da maior competição de carros clássicos e antigos do Brasil em Londrina (PR). A programação no Autódromo Internacional Ayrton Senna terá como preliminar a abertura do Campeonato Metropolitano de Automobilismo.

“Desde a criação da Gold Classic, em 2018, abrimos com bastante antecedência as inscrições de cada evento, há um desconto na taxa para os pilotos que antecipam a confirmação de suas participações. Os pilotos aderiram à proposta, e o resultado disso é que fechamos todas as vagas disponíveis para a etapa de Londrina 40 dias antes da largada”, observa o organizador do campeonato, Luc Monteiro. “Por uma questão de normas e pelas características da pista, nosso grid desta vez terá só 52 vagas. Existe demanda para um número maior, mas ainda não suficiente para formarmos dois grids”, aponta.

O paranaense Luciano Fracaro, um dos integrantes da Divisão 4/Premium  (Foto: Divulgação)

O paranaense Luciano Fracaro, um dos integrantes da Divisão 4/Premium
(Foto: Divulgação)

A categoria com maior número de inscritos para a Gold Classic em Londrina é a Divisão 4, com 16 carros na classe Premium e outros quatro na classe Stock. Categoria tecnicamente mais veloz da Gold Classic, a Divisão 4 inclui modelos como GM Omega e Opala, VW Puma, Willys Interlagos e protótipos Aldee. Outros 14 carros estarão na Divisão 1, sendo quatro na classe Speed (todos com pilotos gaúchos) e 10 na classe Turismo. A Divisão 2 terá 10 carros, sendo seis na classe GT e quatro na classe Turismo. Pela Divisão 3 serão oito os carros na pista, com cinco na classe GT & Protótipos e três na Turismo.

 

 Lista de inscritos para a etapa de Londrina

0 – Gabriel Bechtold (SC), GM Omega, Divisão 4/Premium

4 – Kadan Risso/Fábio Bensuaski (SP/SP), VW Karmann-Ghia, Divisão 2/GT

5 – Rubens Kliewer (PR), GM Omega, Divisão 4/Stock

6 – Caio Lacerda (SP), Aldee-VW, Divisão 4/Premium

7 – Paulo Rogério Stelle (PR), GM Omega, Divisão 4/Premium

8 – Juliano Meira (SP), VW Voyage, Divisão 1/Turismo

9 – Ciro Paciello (SP), GM Omega, Divisão 4/Premium

10 – Marcelo Kroth/Diego Lino (PR/PR), VW Gol, Divisão 2/Turismo

11 – Armin Kliewer (RR), GM Omega, Divisão 4/Premium

12 – Mauro Kern (SP), VW Puma, Divisão 4/Premium

14 – Anderson Andrade (PR), GM Omega, Divisão 4/Premium

15 – Heitor Nogueira (SP), Espron, Divisão 3/GTP

16 – Denísio Casarini (SP), Willys Interlagos, Divisão 4/Premium

17 – Ricardo Domenech/Rogério Barbato (SP), GM Opala, Divisão 4/Stock

18 – Silvano Brock (RS), VW Fusca, Divisão 1/Speed

19 – Maurício Gaudêncio (PR), GM Omega, Divisão 4/Stock

20 – Deninho Casarini (SP), VW Puma, Divisão 4/Premium

22 – Marcelo Kairis (SP), Corona Dardo, Divisão 2/GT

23 – Paulo Cury (SP), VW Passat, Divisão 3/Turismo

32 – Reinaldo Cangueiro (SP), Farus TS, Divisão 2/GT

33 – Roberto Lacombe (RS), VW Gol, Divisão 3/Turismo

35 – Alex Morais (PR), Aldee-VW, Divisão 4/Premium

36 – Gilberto Koike (SP), Espron, Divisão 3/GTP

37 – Giovani Almeida (SP), Aldee-VW, Divisão 4/Premium

38 – Luciano Fracaro (PR), GM Omega, Divisão 4/Premium

41 – Ike Nodari (SC), Fiat Uno, Divisão 1/Turismo

42 – Richard Heidrich (SC), GM Omega, Divisão 4/Premium

43 – Edgard Xavier (SP), VW Puma, Divisão 2/GT

44 – Guilherme Melo (MG), VW Puma, Divisão 2/GT

49 – Paulo Jalles (MG), Fiat Uno, Divisão 1/Turismo

55 – Paulo Loco (SP), Aldee-VW, Divisão 4/Premium

57 – Anderson Barros (MG), VW Passat, Divisão 1/Turismo

65 – Willian Chahine (SP), VW Puma, Divisão 2/GT

66 – Almir Morales (SC), VW Voyage, Divisão 1/Turismo

71 – José Carlos Franzói (PR), GM Omega, Divisão 4/Premium

74 – Arthur Bailo/Thiri Lorentz (PR/PR), VW Gol, Divisão 2/Turismo

78 – Matheus Beccalli (SP), VW Passat, Divisão 1/Turismo

79 – Norberto Kröning Correa (RS), Divisão 1/Speed

88 – Moacir Fighera (RS), VW Fusca, Divisão 1/Speed

101 – Adir Veneno Júnior (PR), GM Omega, Divisão 4/Stock

112 – Carlos Guizzo (RS), VW Fusca, Divisão 1/Speed

117 – Glauber Pelegrini (MG), VW Passat, Divisão 1/Turismo

143 – Hamilton Morsch (PR), GM Chevette Divisão 1/Turismo

222 – Fábio Tokunaga (PR), VW Gol, Divisão 1/Turismo

248 – Leandro Kairis (SP), Fiat 147, Divisão 2/Turismo

335 – Rogério Schuhli/Thiago Brandt (PR/PR), Aldee-VW, Divisão 3/GTP

337 – Leonardo Almeida (SP), Porsche 914, Divisão 3/GTP

339 – Rafael Schuhli (PR), VW Puma, Divisão 3/GTP

343 – Franccesco Esposito (PR), GM Omega, Divisão 4/Stock

777 – Paulo Henrique Costa/Cássio Cortes (PR/RS), VW Voyage, Divisão /Turismo

858 – Fernando Morassi (SP), VW Voyage, Divisão 2/Turismo

913 – Carlão Estites (SP), Ford Escort, Divisão 3/Turismo

A temporada 2021 do Paranaense de Velocidade terá a primeira etapa em Curitiba (Foto: Victor Lara)

A temporada 2021 do Paranaense de Velocidade terá a primeira etapa em Curitiba (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – Na expectativa de que até lá a pandemia no coronavírus esteja em melhor patamar, a Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) marcou para maio a abertura do Campeonato Paranaense de Velocidade, que nesta temporada será disputado em três etapas.

A abertura está marcada para os dias 22 e 23 de maio, em Curitiba. A segunda está foi programa para os dias 3 e 4 de julho, em Cascavel; e a terceira e última está prevista para os dias 25 e 26 de setembro, em Londrina. As categorias em disputas serão Marcas A, Marcas B, Turismo A, Turismo B e Turismo C.

Rubens Gatti, presidente da FPrA, diz que a decisão de marcar o início do campeonato para daqui três meses é para ver se até lá as coisas tenham melhorado e que a vacina do Covid-19 já tenha chegado para a grande maioria, e assim os eventos possam ser realizados com mais segurança.

Final de 2020

Mas em março Rubens Gatti espera que seja possível realizar a última etapa do campeonato do ano passado, que não pode ser disputada em dezembro em função das restrições sanitárias para evitar a disseminação do coronavírus. A prova está marcada para os dias 13 e 14 de março, no Autódromo Internacional de Curitiba.

Rubens Gatti desta o profissionalismo, dedicação e empenho dos paranaenses envolvidos no automobilismo (Foto: Victor Lara)

Rubens Gatti destaca o profissionalismo, dedicação e empenho dos paranaenses envolvidos no automobilismo (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – De acordo com dados oficias da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), a Federação de Automobilismo do Paraná (FPrA) tem o maior número de pilotos federados à entidade. Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, o Paraná fechou 2020 com 1.302 pilotos, contra 1.138 de São Paulo. Depois vêm Santa Catarina, com 759 pilotos; Rio Grande do Sul, com 701; e Ceará, com 366.

O presidente Rubens Gatti destaca que o prêmio da Federação Paranaense ser atualmente a Federação número 1 em pilotos do Brasil deve ser repartido com todos os paranaenses que fazem automobilismo. Gatti destaca o trabalho de base feito pelos clubes, a dedicação dos pilotos, o profissionalismo dos preparadores, o empenho dos promotores. Gatti acrescenta ainda a participação das autoridades esportivas dos municípios onde estão as praças esportivas e no ano da pandemia, acrescenta-se também as autoridades de saúde, que atuaram junto com a Federação e com rígidos protocolos sanitários, permitiu que o Paraná fosse o primeiro estado a retorna as competições no Pós-Covid, no novo-normal. “Todos os envolvidos com automobilismo no Paraná têm sua parcela de contribuição para sermos a principal Federação do País. O ano foi difícil, mas conseguimos dentro do possível, fazer automobilismo. Os desafios continuam e esperamos manter esta posição também na temporada de 2021”, frisa Gatti.

Gatti também enfatiza que o quadro técnico da Federação é muito bom, permitindo que faça até oito eventos em um mesmo fim de semana, em diversos pontos do Paraná. “Temos todas as modalidades e o kart, que é a base do esporte motor, é muito forte. Temos pólos da modalidade hoje em Curitiba, Londrina, Campo Mourão, Cascavel, Foz do Iguaçu, Pato Branco e Guarapuava. O kart também está crescendo em Francisco Beltrão e Rio Negro. A Velocidade na Terra concentra-se na região Metropolitana de Curitiba e Ponta Grossa, mas Apucarana está voltando de novo ao protagonismo. A arrancada cresce todos os anos”, diz Gatti.

Curitiba sediará a sexta etapa da temporada 2021 da Stock Car (foto: Divulgação)

Curitiba sediará a sexta etapa da temporada 2021 da Stock Car (foto: Divulgação)

A Vicar divulgou o calendário deste ano da Stock Car com três etapas no Paraná. Das 12 etapas da temporada, Londrina sediará a segunda no dia 25 de abril; Cascavel, a quinta, no dia 11 de julho; e Curitiba será sede da terceira etapa paranaense, a sexta da temporada, no dia 22 de agosto.

Duas das dez datas divulgadas serão futuramente apontadas como rodadas duplas, totalizando doze provas na nova temporada.

As etapas no formato rodada dupla terão seus locais definidos em breve pela Vicar. Entre as dez datas, a última ainda não tem local definido. “Nossa intenção é terminar a temporada em Interlagos, como é tradição, mas devido aos compromissos do autódromo ainda estamos tentando viabilizar”, explica Julianelli. O comunicado também informa os locais e datas para as oito etapas da Stock Light, categoria de acesso da Stock Car.

Confira as dez datas e locais da Stock Car e Stock Light em 2021:

 

Calendário da Stock Car e Stock Light

28 de março – Velopark (RS) – 1ª Stock Car, 1ª Stock Light

25 de abril – Londrina (PR) – 2ª Stock Car

16 de maio – Interlagos (SP) – 3ª Stock Car, 2ª Stock Light

20 de junho – Goiânia (GO) – 4ª Stock Car, 3ª Stock Light

11 de julho – Cascavel (PR) – 5ª Stock Car

22 de agosto – Curitiba (PR) – 6ª Stock Car, 4ª Stock Light

19 de setembro – Santa Cruz do Sul (RS) – 7ª Stock Car, 5ª Stock Light

24 de outubro – Velocittà (SP) – 8ª Stock Car, 6ª Stock Light

21 novembro – Goiânia (GO) – 9ª Stock Car, 7ª Stock Light

12 de dezembro – Local a definir – 10ª Stock Car, 8ª Stock Light

marcaspr

brkart

prterra

rali5

arrancadapr402

outubro 2021
S T Q Q S S D
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
2ª Etapa – Turismo 5000 – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017
2ª Etapa – Turismo – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
2ª Etapa – Marcas – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Marcas – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo 5000 – Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017

 

Mais Vídeos Clique AQUI!