Get Adobe Flash player

Luiz Aparecido

A Arrancada na Terra já tem pódio 100% feminino no Paraná (Foto: Victor Lara)

A Arrancada na Terra já tem pódio 100% feminino no Paraná (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – No balanço de 2021, uma boa notícia. Cresceu a participação feminina no automobilismo do Paraná. Ao longo do ano 37 mulheres paranaenses estiveram nas pistas, sendo a mais conhecida Débora Rodrigues, que disputa a Copa Truck. Foram 17 na arrancada, cinco no kart, sete no Track Day e três na Velocidade (competições de Velocidade no Asfalto).

E a onda positiva não pára por aí. A expectativa é de que este número dobre neste ano. A Escolinha do Kart Clube de Cascavel formou 15 mulheres no fim de 2021 e eles disputaram a categoria Baton no encerramento do Campeonato Metropolitano. Mais cinco estão na fase final do curso e se formarão até abril. Elas passarão e ter uma categoria exclusiva no Metropolitano deste ano. Além disso, é crescente o interesse das mulheres pelas competições de arrancada e participação em Track Days.

Rubens Gatti, presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), explica que a presença feminina nas competições do Estado e paranaenses em provas nacionais deve aumentar muito nesta e nas próximas temporadas. “Estamos incentivando as mulheres e ingressarem no automobilismo e os clubes têm sido fundamentais neste trabalho. O Kart Clube de Cascavel conseguiu excelentes resultados e queremos levar esta experiência a outras regiões do Estado”, acentua Rubens Gatti.

 

Mulheres que atuaram no automobilismo paranaense em 2021

Arrancada

Adriana Riba Nogueira Pinto

Ana Paula Bihl Oliveira

Camila Cristiane Carvalho Savelli

Carine Correia

Caroline Gritten

Elieze Aparecida de Souza Favaro

Elisangela Aparecida Marques Carneiro

Emily Laiza Storki Bodziak

Fabíola Aparecida Dal Bo dos Santos

Isolete Paim Dutra

Juliana Ribeiro Cordeiro Gavasso

Laura Dalaqua de Paula

Maria Eduarda Santos Witrowski

Pietra Janovich

Sintia Talita Biscaia

Solange Aparecida Soares Pimpão

 

A Escolinha do Kart Clube de Cascavel já formou 15 mulheres e outras cinco concluirão o curso até abril (Foto: Divulgação)

A Escolinha do Kart Clube de Cascavel já formou 15 mulheres e outras cinco concluirão o curso até abril (Foto: Divulgação)

Kart

Aline Fátima Morelatto

Amanda Joseph Lecheta

Ana Beatriz Morelatto Zanella

Délia Maria Pires

Thalione Mariana Zanella Chicoski

 

Rali

Adriana Michelli

Anna Vitória Dacoregio Miketer Borazo

Fabiana Gonçalves Marques

Gabriela Lis Weirich

Luciani de Lourdes Tesseroli Maronezi

 

Track Day

Adriana Riba Nogueira Pinto

Aletha Caroline de Oliveira Tasca Lins

Andréia Candido de Lara

Géssica Elias Gonçalves

Melissa Rogalski Machado

Rhuana Nascimento

Gisele Marques de Oliveira

 

Velocidade

Débora Cristina de Moura Rodrigues

Kattylyn Marry Magno

Thaline Mariana Zanella Chicoski

Rubens Gatti mantém conversações em diferentes frentes para que a Região Metropolitana de Curitiba não fique sem um autódromo (Foto: Mario Ferreira)

Rubens Gatti mantém conversações em diferentes frentes para que a Região Metropolitana de Curitiba não fique sem um autódromo (Foto: Mario Ferreira)

CURITIBA (PR) – Mesmo com os acontecimentos dos últimos dias, quando máquinas iniciaram a destruição do Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais, e com a paralisação das mesmas por determinação da Justiça, a diretoria da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) atua em várias frentes para que a Capital do Paraná não fique sem um autódromo.

Rubens Gatti, presidente da entidade, informa que mantém conversações com autoridades do município de Pinhais e do Estado, mostrando a importância do autódromo para o esporte e para a economia do Paraná. Gatti entende que mesmo com os empresários afirmando que a situação é irreversível, o AIC ainda poderia ficar mais algum tempo servindo ao esporte, pelo menos até que as obras tenham início efetivamente.

Gatti adianta que continua dialogando com os atuais proprietários do AIC, procurando prolongar a vida do Kartódromo Raceland. A ideia é de enquanto projetos são feitos e as obras na área do autódromo sejam realizadas, o Raceland permaneça em atividade. A previsão é de que o tradicional kartódromo receba provas por pelo menos mais dois anos.

Rubens Gatti também informa que tem feito contatos com os prefeitos e secretários de esportes de Londrina e de Cascavel, mostrando que os autódromos das duas cidades passam a ter maior importância e precisam de investimentos para que possam absorver todas as provas destinadas ao Paraná nos calendários das mais diversas categorias.

Novo autódromo

Caso seja confirmado o fechamento do Autódromo e Curitiba, Rubens Gatti salienta que a diretoria da FPrA já mantém conversações com prefeitos de cidades da região Metropolitana de Curitiba para que um novo autódromo possa ser construído. No momento há três opções, mas que precisam ser mantidas em sigilo para que possam ser viabilizadas, evitando especulação imobiliária nas áreas e também para que os prefeitos possam viabilizar o projeto do ponto de vista político e financeiro. “Estamos trabalhando em todas as frentes, procurando fazer com que a Região Metropolitana de Curitiba não fique sem um autódromo”, completa Rubens Gatti.

Cartão de NatalA Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) estará em recesso para as festas de fim de ano de 20 de dezembro a 10 de janeiro. Sexta-feira será o último dia de expediente na sede da entidade em Curitiba.

A diretoria, liderada pelo presidente Rubens Gatti, e sua equipe deseja a toda a pilotos, preparadores, patrocinadores, dirigentes de clubes filiados, colaboradores e a todos que colaboraram para o crescimento do automobilismo paranaense em 2021, uma Feliz Natal, um Ano Novo de muita saúde e vitórias.CARTAO NATAL – 2021

Gabriel Casagrande, de Pato Brfanco, conquista título inédito na Stock Car e fecha temporada com recorde histórico de 14 pódios no mesmo ano (Foto: Divulgação)

Gabriel Casagrande, de Pato Branco, conquista título inédito na Stock Car e fecha temporada com recorde histórico de 14 pódios no mesmo ano (Foto: Divulgação)

O paranaense Gabriel Casagrande é o grande campeão da Stock Car 2021. O piloto da equipe A.Mattheis Vogel Motorsport conquistou dois pódios domingo (12) em Interlagos e arrematou o título inédito da categoria. Com 26 anos, o piloto de Pato Branco termina um ano histórico na categoria com duas vitórias, duas poles e o recorde história de 14 poles no mesmo ano.

Este é o quinto título do Paraná na Stock Car. Os outros foram conquistados pelos cascavelenses Ângelo Giombelli (1991, 1992 e 1993, correndo em dupla com Ingo Hoffmann) e David Muffato (2003).

“Eu estou muito feliz, fiquei muito emocionado dentro do carro. Mostramos que era possível graças ao trabalho dessa equipe maravilhosa. O time A.Mattheis Vogel me deu um carro competitivo em todas as etapas do ano, foram 14 pódios em 12 etapas, uma média muito boa e acho que ninguém nunca tinha feito isso, então eu sou muito grato por tudo o que aconteceu em toda a temporada”, diz Casagrande, que dedicou a conquista para seus familiares e para Mauro Vogel, chefe de equipe, e Andreas Mattheis.

Pole position no sábado, Casagrande se manteve entre os primeiros colocados nas duas provas deste final de semana, mesmo quando foi obrigado a largar na oitava posição na corrida 2 e precisou desviar de incidentes em sua frente. Com os resultados deste domingo em Interlagos, o paranaense acumula 27 pódios, cinco vitórias e quatro poles na Stock Car ao longo da história.

“Não caiu a ficha ainda para mim, eu venho buscando isso faz muito tempo. Hoje, antes de ir para a largada, o Guga (Lima, meu companheiro de equipe, me lembrou que quando andávamos de kart eu dizia que meu sonho era correr de Stock Car. Eu sempre gostei de carro de turismo, até mais do que Fórmula 1, e eu me emocionei quando ele lembrou disso. Fui lembrado dessa minha história desde a largada da primeira corrida até o final da segunda prova. Agora meu nome está na história ao lado de grandes lendas da Stock Car e espero que esse seja só o primeiro título para marcar ainda mais o nome na categoria”, diz Casagrande.

 

 

Classificação final da Stock Car

1º) Gabriel Casagrande, com 378 pontos

2º) Daniel Serra, 354

3º) Thiago Camilo, 310

4º) Ricardo Zonta, 307

5º) Ricardo Maurício, 304

6º) Rubens Barrichello, 282

7º) Allam Khodair, 270

8º) Átila Abreu, 255

9º) Cesar Ramos, 245

10º) Diego Nunes, 226

11º) Marcos Gomes, 216

12º) Denis Navarro, 206

13º) Bruno Baptista, 203

14º) Guilherme Salas, 192

15º) Julio Campos, 190

16º) Rafael Suzuki, 185

17º) Cacá Bueno, 167

18º) Gaetano di Mauro, 161

19º) Galid Osman, 132

20º) Matias Rossi, 120

21º) Lucas Foresti, 113

22º) Pedro Cardoso, 91

23º) Felipe Lapenna, 89

24º) Felipe Massa, 88

25º) Guga Lima, 75

26º) Beto Monteiro, 46

27º) Christian Hahn, 45

28º) Sergio Jimenez, 36

29º) Gustavo Frigotto, 27

30º) Nelson Piquet Jr, 24

31º) Tuca Antoniazi, 24

32º) Tony Kanaan, 24

33º) Max Wilson, 0

34º) Danilo Dirani, com 0 ponto

A categoria Old Fusca Velocidade teve belas disputas na segunda etapa da temporada (Foto: Divulgação)

A categoria Old Fusca Velocidade teve belas disputas na segunda etapa da temporada (Foto: Divulgação)

A segunda etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade na Terra 2021, foi marcada por belas disputas, sábado e domingo, no Autódromo de Ponta Grossa. O evento foi disputado nas categorias Fusca Velocidade A e B, Old Chev A e B, Kart Cross Força Livre e PRO, Marcas, Novatos Injetado, Turismo Carburado e Turismo Clássico Paranaense (TCP), com promoção de Carlos Alberto Soares, organização do Ponta Grossa Motor Clube (PGMC) e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

O evento do Paranaense de Terra teve patrocínio de Euro Auto Peças, Unity – Tim Empresas, Rede Pelikano de Postos, ARM – Manutenção Industrial e Predial, Stall Supermercados, Mandimed, PG Motor Chopp, Oxigênesis – Gases Atmosféricos, Retibam – Retífica de Motores, Jateamento Paraná – Pintura Eletroestática a Pó e Leo Car Auto Center.

As emoções da primeira etapa do Paranaense de Terra começaram no sábado (04), com os Treinos Livres, Classificatório e as primeiras corridas. Confira os três primeiros dos grids de largada: OLD FUSCA VELOCIDADE A – 1º) Luiz Tatsch, 1m09s176; 2º) Julinho Bueno, 1m09s781; e 3º) Emanuel Pauzer, 1m11s149. OLD FUSCA VELOCIDADE B – 1º) Artur Pontes, 1m11s502; 2º) Ailson Júnior, 1m15s068; e 3º) Rodolfo Richter, 1m16s991. OLD CHEV A – 1º) Fábio Claudino, 1m11s070; 2º) Alefer Costa, 1m11s206; e 3º) Roberto Caillot, 1m11s549. OLD CHEV B – 1º) Paulo Ricardo Moleta, 1m13s379; 2º) Fabrício Ienkot, 1m13s655; e 3º) Fagner Ienkot, 1m14s858. KART CROSS FORÇA LIVRE – 1º) Leandro Delalibera, 1m12s992; 2º) Leandro Nogueira, 1m13s210; e 3º) Dair Nabati, 1m20s276. KARTCROSS PRO – 1º) Marcel Moreira, 1m14s241; 2º) Luiz Camargo, 1m15s092; e 3º) Douglas Rodrigues, 1m15s213. MARCAS – 1º) Leo Kowalski, 1m07s276; 2º) Antonio Carvalho, 1m08s057; e 3º) João Stabach, 1m08s132. NOVATOS “I” – 1º) Eduardo de Paula, 1m08s930; 2º) Gabriel dos Anjos, 1m11s190; e 3º) Rene Paul, 1min11s968. NOVATOS “C” – 1º) Sandro Stenzawski, 1m10s243; 2º) Douglas Bleich, 1m13s107. TURISMO CLÁSSICO – 1º) Rogerson da Silva, 1m10s534; 2º) Alefer da Costa, 1m10s775; e 3º) Fábio Claudino, 1m10s964.

Old Fusca Velocidade

Na categoria Old Fusca Velocidade A, que nessa etapa teve 13 participantes, a vitória na primeira prova foi de Luís Fernando Tatsch, completando as 14 voltas de prova no tempo de 16m36s595, seguido de Julinho Bueno, a 14s791, e, Juliano Tozetto, a 31s721. A segunda prova foi vencida por Julinho Bueno, com 15 voltas em 17m10s949, tendo Luis Tatsch em segundo, a 11s369; e, Juliano Tozetto em terceiro, a 54s800. Na Old Fusca Velocidade B, Artur Pontes venceu a primeira prova, com 14 voltas em 17m39s142, com Ailson Júnior em segundo a uma volta, e Alexandre Marzello em terceiro a uma volta. Artur Pontes venceu também a segunda prova, completando 15 voltas em 18m16s238, seguido de Ailson Júnior; a uma volta, e Alexandre Marzola, a uma volta.

Old Chev

Douglas Torres venceu a primeira prova da Old Chev A, completando as 14 voltas em 17m08s970, tendo Alefer da Costa em segundo, a 0s568, e, Roberto Caillot em terceiro, a 2s550. Na segunda prova vitória de Roberto Caillot, completando as 14 voltas em 16m30s072, seguido de Douglas Torres, a 28s250, e Alefer da Costa, a 47s701. Na Old Chev B, Paulo Ricardo Moleta venceu primeira prova, com 13 voltas em 16m20s477, com Fagner Ienkot em segundo, a 2s096, e Fabrício Ienkot em terceiro, a 40s387. Na segunda prova, nova vitória de Paulo Ricardo Moleto, concluindo 13 voltas no tempo de 17m20s749, seguido de Fagner Ienkot, a 12s858, e, Fabrício Ienkot, a 21s481.

Kartcross

Mais uma vez tendo o maior grid da etapa, com 17 participantes, a primeira prova da Kartcross Força Livre foi vencida por Leandro Nogueira, que fez 14 voltas em 16m59s203, tendo Leandro Delalibera em segundo, a 6s952, e, Marcos de Araújo em terceiro, a 10s358. Na segunda prova, nova vitória foi de Leandro Nogueira, completando 14 voltas em 17min06s949, seguido de Leandro Delalibera, a 10s119, e, Marcos de Araújo, a 17s890. Na Kartcross PRO, Marcel Moreira venceu a primeira corrida, fazendo 14 voltas em 17m08s487, com Douglas Rodrigues em segundo, a 18s709, e, Jedson Anudo em terceiro, a 27s186. A vitória na segunda prova também foi de Marcel Moreira, com 14 voltas em 17m25s273, seguido de Douglas Rodrigues, a 7s791, e, Luiz H. Camargo, a 16s570.

Marcas

Na segunda etapa a categoria Marcas foi dominada pelo piloto Leonardo Kowalski (Leo), que marcou a pole position e venceu as duas corridas. Na primeira prova, Leo Kowalski venceu, completando as 10 voltas da corrida no tempo de 11m17s741, seguido de Antonio Carvalho, a 12s744; e, João Stabach, a 7 voltas. Na segunda corrida, nova vitória de Leo Kowalski, que completou as 14 voltas da prova no tempo de 16m31s778, com Antonio Carvalho em segundo, a 13s237, e, João Stabach em terceiro, a 16s504.

Novatos

A primeira corrida da categoria Novatos Injetado foi vencida por Eduardo de Paula, que completou as 13 voltas no tempo de 16m10s832, com Gabriel dos Anjos em segundo, a 2s834, e, Reni Paul em terceiro, a 23s152. Na segunda prova, mais uma bela vitória de Eduardo de Paula, que depois de 14 voltas, recebeu a bandeira quadriculada em primeiro, com tempo de 16m21s357, seguido de Reni Paul, a 22s252 e Thaigo Baum, a 35s752. Na categoria Novatos Carburados, Douglas Bleich venceu as duas corridas disputadas, com boa vantagem para o líder do campeonato Sandro Stenzowski, que ficou em segundo nas duas provas.

TCC

E na categoria Turismo Clássico, a primeira corrida foi vencida por Artur Pontes, que largou da quarta posição e completou as 12 voltas da prova no tempo de 14m06s532, tendo Alefer da Costa em segundo, a 6s683, Juliano Tozetto em terceiro, a 27s376, Ailson Júnior em quarto, a 28s555, e, Maurício Cavali em quinto lugar, a 30s729. Na segunda corrida, nova vitória de Artur Pontes, completando as 14 voltas de prova no tempo de 16m17s685, seguido de Juliano Tozetto, a 10s360, Alefer da Costa, a 15s944, Ailson Júnior, a 42s919, e, Maurício Cavali, a 46s022.

Classificação final

Somados os pontos das duas provas realizadas, a classificação final da segunda etapa do Paranaense de Velocidade na Terra 2021, por categoria é a seguinte:

MARCAS – 1º) Leonardo Kovalski, com 43 pontos; 2º) Antonio Carvalho, 30; e 3º) João Ademir Stabach, com 24 pontos.

NOVATOS INJETADOS – 1º) Eduardo de Paula, com 43 pontos; 2º) Reni Paul, 27; 3º) Gabriel dos Anjos, 23; 4º) Thiago Baum, 22; 5º) César de Paula, 12; e 6º) Marcelo Stall e Marciano de Paula, com 10 pontos.

TURISMO CARBURADO – 1º) Douglas Bleich, com 41 pontos; e 2º) Sandro Stenzowski, com 32 pontos.

TURISMO CLÁSSICO PARANAENSE – 1º) Artur Pontos, com 42 pontos; 2º) Alefer da Costa e Juliano Tozetto27; 3º) Ailson Júnior, 20; 4º) Maurício Cavali/Francesco Gasoline, 16; 5º) Rafael de Paula e Maurício Crazin, 9; e 6º) Fábio Claudino, com 6 pontos.

OLD CHEV “A” – 1º) Douglas Torres, com 35 pontos; 2º) Roberto Caillot, 33; 3º) Alefer Rafael da Costa, 27; 4º) Fábio Stelle e Maurício Cavali/Francesco Gasoline, 16; e 5º) Fábio Claudino, com 12 pontos.

ONLD CHEV “B” – 1º) Ricardo Moleta, com 42 pontos; 2º) Fagner Ienkot, 31; 3º) Fabrício Ienkot, 24; 4º) Marcos Eloir Moro, Leandro Valentin e Claudinei Vicente, com 16 pontos.

OLD FUSCA VELOCIDADE “A” – 1º) Luiz Fernando Tatsch, com 38 pontos; 2º) Julinho Bueno, 35; 3º) Juliano Tozetto, 24; 4º) Emanuel Pauzer e Anderson Souza, 18; 5º) Rogerson da Silva, 6; e 6º) Carlos Eduardo, com 0 ponto.

OLD FUSCA VELOCIDADE “B” – 1º) Artur Pontes, com 43 pontos; 2º) Ailson Júnior, 30; 3º) Alexandre Marzella, 24; 4º) Marlon Holetz, 10; 5º) Maurício Krazin, 8; e 6º) Rodolfo Richter, com 0 ponto.

 

KARTCROSS PRO – 1º) Marcel Machado Moreira, com 43 pontos; 2º) Douglas Luis Rodrigues, 30; 3º) Jedson Anudo, 22; 4º) Luiz Henrique Camargo, 20; 5º) Maiko Gregório, 18; e 6º) Luiz Santos Camargo, com 12 pontos.

KARTCROSS FORÇA LIVRE – 1º) Leandro Nogueira, com 41 pontos; 2º) Leandro Dalalibera, 32; 3º) Marcos de Araújo, 24; 4º) Dair Nabati e Natan de Souza, com 18 pontos ganhos.

A terceira e última etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade na Terra 2021 está marcada para os dias 15 e 16 de janeiro de 2022, no Ponta Grossa Motor Clube.

Gustavo André Machado comemora o título da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara)

Gustavo André Machado comemora o título da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara)

LONDRINA (PR) – O Campeonato Paranaense de Velocidade terminou no último fim de semana no Autódromo Internacional Ayrton, em Londrina.

Depois de três etapas e seis provas disputadas, os pilotos descartaram o pior resultado para a definição dos campeões. A Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) homologou a classificação final, que tem Rafael Barranco como campeão da categoria Marcas A, Henrique Basso na Marcas B, Jorge Augusto M. P. Silva na Turismo A, Gustavo André Machado na Turismo B, e Iwan Mykytczuk Júnior na categoria Turismo C.

 

Classificação final do Campeonato Paranaense de Velocidade

Rafael Barranco conquistou o título da categoria Marcas A com vitória na última etapa, em Londrina (Foto: Victor Lara)

Rafael Barranco conquistou o título da categoria Marcas A com vitória na última etapa, em Londrina (Foto: Victor Lara)

Categoria Marcas A

1º) Rafael Barranco, com 97 pontos

2º) Ruslan Carta Filho, 93

3º) Rafael Balestrin, 83

4º) Ariel Barranco, 36

5º) Gabriel Santos Ymagava/Lucas Garbulha Inoue, 28

6º) Emerson Luiz Grochoski, 28

7º) Antonio Jorge Amorim Carvalho, 23

8º) José Guilherme F. Munhoz, 13

9º) Rodrigo Luis Tassi, 9

10º) Algacir Sermann Filho, 9

11º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, com 3 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Henrique Basso, com 112 pontos

2º) Ricardo Lasch, 57

3º) Gilberto Silveira da Silva, 52

4º) Ozias Tavares da Silveira Júnior, 48

5º) Karl Rauscher, 45

6º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, 41

7º) Leonardo B. Grochoski, 40

8º) Elberto Max B. Alves, 39

9º) Rodolpho Stinghen Engmann, 18

10º) Khayam Omar Ghazzaoui, 6

11º) Guilherme Alves Reischl, com 3 pontos

Henrique Basso sagrou-se campeão da categoria Marcas B invicto (Foto: Victor Lara)

Henrique Basso sagrou-se campeão da categoria Marcas B invicto (Foto: Victor Lara)

Jorge Augusto Silva garantiu o título da categoria Turismo A indo ao pódio em todas as etapas (Foto: Victor Lara)

Jorge Augusto Silva garantiu o título da categoria Turismo A indo ao pódio em todas as etapas (Foto: Victor Lara)

Categoria Turismo A

1º) Jorge Augusto M. P. Silva, com 92 pontos

2º) Stive Augusto Tokarski, 82

3º) Pierre Sabbagh, 39

4º) Guilherme Ragnini, 38

5º) Elton Antunes de Oliveira, 29

6º) Alexandre Laska Domingues, 29

7º) Juliano Jorge Vieira Diener Filho, 27

8º) Gefferson Luís de Lima, 24

9º) Sérgio Francisco Bucco Júnior, 24

10º Ernani Rezende Kuhn, 21

11º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, 20

12º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, 15

13º) Rodrigo Elger Arrosi, 13

14º) José Carlos Fuganti, 13

15º) Adriano Vieira Martins, 12

16º) Adriano Barbosa, 12

17º) Bruno Nascimento Muhlstedt/Roberto Bonato, 11

18º) Sanito de Andrade Cruz Júnior/Werner Foncatti Berveglieri, 11

19º) Naor Virgilio Costanaro Petry, 6

21º) Marcelo Kroth da Silva, 6

22º) Geison Eduardo Tureck, 6

23º) Angelo Rogério Marqueto, 6

24º) Sidnei Borba, 4

25º) Emerson Alberto Will, 3

26º) Diogo Corinthi Brunatto, 3

27º) Samuel Luís Deucher, 3

28º) Gabriel Santos Ymagava, 3

29º) Rodrigo Carlos Vieira, 3

30º) Fabiano Donner Santos/Marcos Roberto Romera, 3

31º) Thiago Rocha de Toffol/Rafael Salido, 3

32º) Júlio César Zeni, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Gustavo André Machado, com 82 pontos

2º) Rafael Possenti, 79

3º) José Luís Cavassin, 58

4º) Nilton da Silva Filho, 53

5º) Evandro A. Theiss de Athayde, 33

6º) Bruno Herich Tanq, 32

7º) Eduardo Moratelli/Luiz Fernando Dondoni, 31

8º) Admilton Farias, 30

9º) Marcelo João de Oliveira Filho, 30

10º) Daniel Cavassin, 28

11º) Alcione Eduardo Weiss, 21

12º) Maycon Alexandre de Oliveira, 21

13º) Emerson Szwed, 18

14º) Thiago Guinzelli, 17

15º) Renan Gregory Pessin Alves, 16

16º) Jean Moraes, 11

17º) Guilherme Jose Negrello, 11

18º) Artur Bailo Neto, 10

19º) Roberto Barboza, 9

20º) Cleiton Mocelim, 9

21º) Leonardo Baldissera Tozzo, 7

22º) Daniel Bender, 6

23º) Fernando Kasmirski Zatta, 6

24º) César Augusto de Paula, 6

25º) Raphaely Joel Schneider Daum, 6

26º) Anderson Malvessi de Oliveira, 6

27º) Alexandre Martins Zaiczuk, 6

28º) Carlos Geovane Ito, 6

29º) Juliano Kasmirski Zatta, 6

30º) Cláudio Herminio da Silva, 6

31º) Marlon Galikoski Rodrigues, 6

32º) Maikon Roberto C. Tessaro, 6

33º) Paulo Barboza, 6

34º) Ivécio de Almeida, 6

35º) Celso Gabardo/Bradley Joe Zonta Gabardo, 3

36º) Otávio Augusto Bucco, 3

37º) Richard Serrute Bailo, 3

38º) Alesandro Borgignon Weiss, 3

39º) Murilo Hekave da Silva, 3

40º) Newton Andrade da Silva Júnior, 3

41º) Dioclesio Ragnini, 3

42º) Eduardo Antunes de Paula, 3

43º) Wilson Kavilhuka, 3

44º) Jorge Luiz de Almeida Júnior, 3

45º) Robson Pacheco, 3

46º) Gabriel Nagel, 3

47º) Israel Remzetti Regis Reis, 3

48º) Mario Mendes de Lara, 3

49º) Josemar Kurowsky, 3

50º) Walter Francisco Dittrich, 3

51º) Rodrigo Sartori, 3

52º) Edimarcos Santos Caliari, 3

53º) Luciano Vinicius Fracaro, com 3 pontos

 

Iwan Mykytczuk Júnior é campeão da categoria Turismo C dominando o campeonato do início ao fim (Foto: Victor Lara)

Iwan Mykytczuk Júnior é campeão da categoria Turismo C dominando o campeonato do início ao fim (Foto: Victor Lara)

Categoria Turismo C

1º) Iwan Mykytczuk Júnior, com 111 pontos

2º) Amauri Lisboa Júnior, 44

3º) Matheus de Borba, 43

4º) Christian Rovert Pampuch, 38

5º) Thiago Akaishi Scarpetta, 34

6º) Gustavo Theiss Simão, 29

7º) Narciso Verza, 28

8º) James Schwerdtner, 26

9º) Diego Lino/Luiz Otavio Brambila C. Rodrigues, 18

10º) Rondinei de Oliveira, 18

11º) Anderson Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros e Souza, 18

12º) Max Schrappe, 17

13º) Leonardo Rogério Nascimento, 14

14º) Walter Francisco Dittrich Júnior/Walter Francisco Dittrich, 13

15º) Deivicris de Cristo, 11

16º) Rodrigo Sartori, 10

17º) Diego Wolf de Oliveira, 8

18º) Guilherme Delcio Tamanini, com 4 pontos

A categoria Turismo Clássico começou a temporada surpreendendo pelo equilíbrio (Foto: Divulgação)

A categoria Turismo Clássico começou a temporada surpreendendo pelo equilíbrio (Foto: Divulgação)

A 2ª etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade na Terra 2021 será realizada no próximo fim de semana (4 e 5/12), no Autódromo de Ponta Grossa. O evento será disputado nas categorias Fusca Velocidade A e B, Old Chev A e B, Kart Cross Força Livre e CBA, Marcas, Estreantes Injetado, Turismo Carburado, Turismo Clássico Paranaense (TCP) e Turismo 5000, com promoção de Carlos Alberto Soares, organização do Automóvel Clube de Ponta Grossa (ACPG) e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

A segunda etapa do Paranaense de Terra conta com o patrocínio de: Euro Auto Peças, Unity – Tim Empresas, Rede Pelikano de Postos, ARM – Manutenção Industrial e Predial, Stall Supermercados, Mandimed, PG Motor Chopp, Oxigênesis – Gases Atmosféricos, Retibam – Retífica de Motores, Jateamento Paraná – Pintura Eletroestática a Pó e Leo Car Auto Center.

Mais uma vez o evento contará com a participação do público, liberada para até 2.500 pessoas, mas seguindo todas as normas sanitárias estabelecidas pela prefeitura de Ponta Grossa, com máscaras, distanciamento e muito álcool gel. Para assistir ao evento no sábado e domingo, o ingresso estará disponível na portaria do autódromo, ao preço de R$ 30,00 por pessoa, válido para os dois dias. A grande novidade dessa etapa é a participação da categoria Turismo 5000, com oito carros e entre eles, Opalas, Omegas e Dodges. Vale a pena conferir esses “pegas” em altíssima velocidade no Autódromo de Ponta Grossa.

Programação

A categoria Old Chev A tem um dos melhores grids do campeonato (Foto: Divulgação)

A categoria Old Chev A tem um dos melhores grids do campeonato (Foto: Divulgação)

A programação da 2ª etapa do Paranaense de Terra 2021 começa no sábado (4), com treinos livres das 8h30 às 11 horas, com duração de 15 minutos cada. Em seguida, serão realizados os treinos classificatórios para as definições dos grids de largada. Às 11h15, treino classificatório das categorias Fusca Velocidade A e Light; às 11h30, Old Chev A; às 11h45, Old Chev B; às 12 horas, Kart Cross; às 12h15, Marcas; às 12h30, categoria Estreantes Injetado e Carburado; às 12h50, categoria TCC; e às 13h10 Turismo 5000.

As primeiras baterias de todas as categorias está prevista para à tarde de sábado. Às 14 horas, largada da Fusca Velocidade A e Light; ás 14h25, Old Chev A; às 14h50, Old Chev B; às 15h20, Marcas; às 15h50, categoria Estreante Injetado e Carburado; às 16h20 largada da categoria TCC; e às 17 horas larga a Turismo 5000.

No domingo (5), está previsto na programação mais um treino para todas as categorias, das 8h30 às 10 horas. Às 10h30, largada da 1ª bateria da categoria Kart Cross; às 11h20, 2ª bateria da Old Chev B; às 11h55, 2ª bateria da Old Chev B; às 12h20, 2ª bateria de Marcas; às 14 horas, 2ª bateria da Fusca Velocidade A e Light; às 14h30, 2ª bateria de Kart Cross; às 14h55, 2ª bateria de Estreantes Injetado e Carburado; às 15h30, largada da 2ª bateria da categoria TCC; e às 16 horas larga a 2.ª bateria da Turismo 5000.

A solenidade de premiação aos vencedores está prevista para às 16h40, com troféus do primeiro ao quinto colocado de todas as categorias.

Classificação

Com uma etapa realizada e duas provas disputadas, a classificação do Paranaense de Velocidade na Terra 2021, por categoria, é a seguinte:

MARCAS – 1º) Amauri Lisboa “Juca” Júnior, com 46 pontos; 2º) João Ademir Stabach, 33; 3º) Wilson Kavilhuka, com 14 pontos.

NOVATOS INJETADOS – 1º) Eduardo de Paula, com 41 pontos; 2º) Renan Pietrowski, 38; 3º) Marcelo Stall e César Augusto de Paula, 23; 4º) Jocemar Chiquetti, 15; e 5º) Jeferson Deconto, com 9 pontos.

TURISMO CARBURADO – 1º) Sandro Stenzowski, com 46 pontos; e 2º) Jarbas José Schult, com 33 pontos.

TURISMO CLÁSSICO – 1º) Carlos Eduardo Kavilhuka, com 44 pontos; 2º) Fábio Claudino, 44; 3º) Norival Kavilhuka, 23; 4º) Douglas Torres, 19; 5º) Rafael da Costa, 16; e 6º) Wilson Kavilhuka e José Henrique Kavilhuka, com 15 pontos.

OLD CHEV “A” – 1º) Fábio Aramis Claudino, com 44 pontos; 2º) Douglas Torres, 30; 3º) Magno Di Domenico Bittencourt e Alefer Rafael da Costa, 24; 4º) Maurício Cavali, 19; 5º) Roberto Cailot, 16; e 6º) Fábio Mansani Stelli, com 3 pontos.

ONLD CHEV “B” – 1º) Paulo Ricardo Moleto, com 39 pontos; 2º) Rafael Wielivski, 38; 3º) Vinícius Kavilhuka e Fabrício Lenkot, 25; 4º) Fagner Lenkot, 19; 5º) Marcos Eloir Moro, 15; e 6º) Leandro Valentin, com 10 pontos.

OLD FUSCA VELOCIDADE “A” – 1º) Luiz Fernando Tatsch, com 41 pontos; 2º) Júlio Cesar França Bueno, 33; 3º) Emanuel Pauser, 30; 4º) Carlos Eduardo Brocovesz, 15; 5º) Nickolas Cavali Lima, 11; 6º) Victor Mahle, com 3 pontos.

OLD FUSCA VELOCIDADE “B” – 1º) Bruno Soares, com 45 pontos; 2º) Rodolfo Richter, 28; 3º) Alexandre Marzello, 27; 4º) Artur de Pontes, 19; e 5º) Bruno Roselski e Rafael Hilgenberg, com 0 ponto.

KART CROSS ORIGINAL CBA – 1º) Marcel Machado Moreira, com 40 pontos; 2º) Douglas Luis Rodrigues, 39; 3º) Carlos Emir Sestrem, 25; 4º) Luiz Henrique Camargo, 23; 5º) Ricardo Rosalem, 17; e 6º) Luiz Santos Camargo, com 16 pontos.

KART CROSS FORÇA LIVRE – 1º) Leandro Dalalibera, com 38 pontos; 2º) Rodrigo Meirelles, 35; 3º) Dair Neves Abati, 28; 4º) Leandro Nogueira, 24; 5º) Natan de Souza, 23; e 6º) Diego Oliveira de Siqueira, com 3 pontos ganhos.

Henrique Basso confirmou o título da categoria Marcas B com vitória em Londrina (Foto: Victor Lara)

Henrique Basso confirmou o título da categoria Marcas B com vitória em Londrina (Foto: Victor Lara)

LONDRINA (PR) – Com provas no sábado e domingo, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, Londrina encerrou o Campeonato Paranaense de Velocidade. Também fez parte da programação a segunda e última etapa do Campeonato Metropolitano de Speed Fusca de Londrina. A promoção e organização foram da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), com apoio do London Hotel.

Os vencedores da última etapa foram Rafael Barranco na categoria Marcas A; Henrique Basso, na Marcas B; Stive Augusto Tokarski, na Turismo A; Rafael Possenti, na Turismo B; e Juca Lisboa/Iwan Mykytczuk Júnior, na Turismo C. Na Speed Fusca, Marcelo Tizzoti ganhou a segunda etapa, vencendo das duas baterias.

Os campeões da temporada serão divulgados durante a semana, após a revisão dos resultados pelo Departamento Técnico da FPrA. No entanto, pilotos como Henrique Basso, na categoria Marcas B; e Iwan Mykytczuk Júnior, na Turismo C, que estavam na liderança e venceram a etapa de Londrina ganhando as duas provas da etapa, confirmaram seus títulos.

 

Resultados da 3ª e última etapa do Paranaense de Velocidade

Categoria Marcas

1º) Rafael Barranco, com 40 pontos

2º) Rafael Balestrin, 27

3º) Gabriel Ymagawa/Lucas Inoe, 25

4º) Ruslan Carta Filho, 12

5º) José Guilherme Munhoz, com 10 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Henrique Basso, com 40 pontos

2º) Ricardo Lasch, 22

3º) Karls Ruscher, 15

4º) Roldolfo Engmann, 15

5º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, com 12 pontos

 

Categoria Turismo A

1º) Stive Augusto Tokarski, com 40 pontos

2º) Jorge Marques, 30

3º) Juliano Diener Filho, 24

4º) Adriano Barbosa, 0

5º) Fabiano Donner;Marcos Romera, com 0 ponto

 

Categoria Turismo B

1º) Rafael Possenti, com 40 pontos

2º) José Luiz Cavassin, 27

3º) Bruno Tank, 22

4º) Milton da Silva Filho, 18

5º) Luiz Dondoni/Eduardo Morateli, 15

6º) Thiago Guinzelli, 14

7º) Leonardo Tozzo, 4

8º) Rodrigo Sartori, com 0 ponto

 

Vitória nas duas provas da etapa de Londrina garante título da categoria Turismo C para Iwan Mykytczuk Júnior (Foto: Victor Lara)

Vitória nas duas provas da etapa de Londrina garante título da categoria Turismo C para Iwan Mykytczuk Júnior (Foto: Victor Lara)

Categoria Turismo C

1º) Juca Lisboa/Iwan Mykytczuk Júnior, com 40 pontos

2º) Thiago Scarpeta, 20

3º) Gustavo Simão, 0

4º) Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros, com 0 ponto.

 

Categoria Speed Fusca

1º) Marcelo Tizzoti, com 40 pontos

2º) Márcio Augusto Garcia, 30

3º) Neno Oliveira, 24

4º) Cristaino Casagrande, 20

5º) César Ferro;Marcelo Rampazzo, 16

6º) Ademar Luiz Fedrigo, 12

7º) Robson de Paula, 4

8º) Luiz Resende/Ruderson Silva, com 0 ponto

A quinta etapa do Paranaense de Arrancada na Terra terá a disputa de 15 categorias em Ponta Grossa (Foto: Divulgação)

A quinta etapa do Paranaense de Arrancada na Terra terá a disputa de 15 categorias em Ponta Grossa (Foto: Divulgação)

O Ponta Grossa Motor Clube realiza neste sábado e domingo a quinta etapa do Campeonato Paranaense de Arrancada na Terra. A etapa será disputada nas categorias Standard, Dianteira Turmo C, Street Tração Traseira, Turbo Traseira, Desafio 9.5, Dianteira Turbo B, Desafio 10.5, Dianteira Original, Estrututada, Desafio 8.9, Força Livre Dianteira, Força Livre Traseira, Dianteira Super, Desafio Força Livre, Traseira Super e Penélope. A organização será de Carlos Alberto Soares e sua equipe, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

A programação do evento para os dois dias de prova serão o mesmo: Abertura dos portões do Autódromo de Ponta Grossa às 8 horas. Os Treinos Livres serão realizados das 9 às 11 horas e em seguida as baterias classificatórias válidas e finais. As credenciais para acompanhantes nos boxes serão vendidas a R$ 50,00, para os dois dias. E o evento também estará aberto ao público, com o ingresso a R$ 30,00 por pessoa, para os dois dias. As normas sanitárias da Secretaria de Saúde da cidade estarão sendo cumpridas à risca, com o distanciamento entre as pessoas, sem aglomerações e obrigatório o uso das máscaras individuais.

Classificação

Com quatro etapas realizadas, a classificação por categoria é a seguinte:

 

STANDARD – 1º) Adilson José Prizybicien, com 77 pontos; 2º) André Ricardo Domingues, 41; 3º) Robson de Freitas, 37; 4º) Luciano Laroca Rosa, 35; 5º) Evandro Marco da Crus, 15; e 6º) Joel Jesus, com 13 pontos.

Dianteira Turbo C: 1.º) Carlos Eduardo Garbalo, 65; 2.º) Dalmo Paes de Abreu, 57; 3.º) Bruno Fernandes Alécio, 44; 4.º) Alex Henrique Moreira, 38; 5.º) Luiz Fernando Moraes, 32; 6.º) Rodrigo Zarur Silva e Alexandre Rodrigues dos Santos, 19.

 

STREET TRAÇÃO TRASEIRA – 1º) Marcos de Oliveira Ortiz, com 55 pontos; Haroldo Aparecido dos Santos, 44; 3º) Eliese Souza Favaro, 26; 4º) Fabiano Sapatinho Embalagens, 22; 5º) Willian Favaro, com 16 pontos.

 

TURBO TRASEIRA – 1º) Jonathas Gabriel Pereira, com 62 pontos; 2º) Saymon Vivian, 61; 3º) Edison Teixeira Jr, 43; 4º) Ailson das Graças Penteado Jr, 22; 5º) Fábio Toledo, 18; 6º) Brayan Richard Ale, 16; e 6º) Ricardo Pamplona, com 15 pontos.

 

DESAFIO 9.5 – 1º) Domínio Scaramella, com 48 pontos; 2º) Alison Borox e Denner Peresotti, 39 ; 3º) Anderson Machado, 32; 4º) Leandro Rosnieski, 28; 5º) Lucas Borox Bonotto, 26; e 6º) Luiz Augusto de Lara Filho, com 23 pontos.

 

DIANTEIRA TURBO B – 1º) Carlos Eduardo Garbato, com 72 pontos; 2º) Valmir Zepson, 39; 3º) Rodrigo Zarur Silva, 33; 4º) Caroline Gritten, 32; 5º) Anderson Ostachevski, 27; e 6º) Alex Henrique Moreira, com 26 pontos.

 

DESAFIO 10.5 – 1º) Airson Marcel, com 62 pontos; 2º) Luiz Augusto de Lara Filho, 52; 3º) Tiago Oliveira da Silva, 27; 4º) Ricardo Santos Portela, 24; 5º) David Jesus da Silva e Artur Vinícius dos Santos, 23; e 6º) Thiago Lamoslia e Mário Stanski Jr, com 19 pontos cada um.

 

DIANTEIRA ORIGINAL – 1º) Adilson José Prizybicien, com 64 pontos; 2º) Robson de Freitas, 42; 3º) Luciano Laroca Rosa, 35; 4º) André Ricardo Domingues, 33; 5º) Luiz Ernesto, 21; e 6º) Evandro Marcos da Cruz, com 15 pontos.

 

ESTRUTURADA – 1º) Rullian Ruan dos Santos e Rafael Ribeiro dos Santos, com 45 pontos; 2º) Alison Borox, 37; 3º) Domício Scaramella, 28; 4º) Tiago de Andrade, 24; 5º) Thiago de Souza Marques, 21; e 6º) Edilson Teixeira Jr, com 19 pontos.

 

DESAFIO 8.9 – 1º) Anderson Santinon, com 72 pontos; 2º) Alison Borox, 60; 3º) Maria Eduarda Witkowski, 47; 4º) Anderson Machado, 29; 5º) Domício Scaramella, 28; e 6º) Júlio Baransk Jr, com 23 pontos.

 

FORÇA LIVRE DIANTEIRA – 1º) Rafael Ribeiro dos Santos, com 66 pontos; 2º) Bruno Fernandes Alécio, 58; 3º) Anderson Ostachevski, 46; 4º) Valmir Zepson, 42; 5º) Alexandre Rodrigues dos Santos, 28; e 6º) Elisangela Marques Carneiro e Anderson Santinon, com 23 pontos.

 

FORÇA LIVRE TRASEIRA – 1º) Jonathas Gabriel Pereira, com 62 pontos; 2º) Saymon Vivian, 56; 3º) Edson Teixeira Jr, 26; 4º) Fábio Toledo, 23; 5º) Celso Farias, 19; e 6º) Brayan Richard Ale, com 16 pontos.

 

DESAFIO FORÇA LIVRE – 1º) Rullian Ruan dos Santos, com 66 pontos; 2º) Rui Eunir Farias, 35; 3º) Tiago Lourenço, 24; 4º) Yi Lung Chi, 23; 5º) Flávio Gorte, 21; e 6º) Olivaldo Santana Júnior, com 18 pontos.

 

PENÉLOPE – 1º) Elisangela Marques Carneiro, com 57 pontos; 2º) Priscila Posatti, 54; 3º) Maria Eduarda Witkowski, 49; 4º) Caroline Gritten, 44; 5º) Fabiele Martins Bradzinski, 41; e 6º) Emily Luiza Badziak, com 27 pontos.

 

TRASEIRA SUPER – 1º) Marcos de Oliveira Ortiz, com 50 pontos; 2º) Haroldo Aparecido dos Santos, 44; 3º) Cícero de Carvalho, 30; 4º) Renato Luiz Favaro e Andrey Perim, 24; 5º) André Vitor Nascimento, 22; e 6º) Willian Favaro, com 18 pontos.

 

DIANTEIRA SUPER – 1º) Joce, com 23 pontos; 2º) Luiz Ernesto, 18; e 3º) Evandro Marcos da Cruz, com 15 pontos ganhos.

Gustavo André Machado chega a Londrina com a mão na taça de campeão da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara)

Gustavo André Machado chega a Londrina com a mão na taça de campeão da categoria Turismo B (Foto: Victor Lara)

LONDRINA (PR) – A programação da 3ª e decisiva etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade terá início na sexta-feira, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina. A promoção e organização serão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), com apoio do London Hotel.

A sexta-feira está reservada para treinos particulares, que serão das 9 às 12 horas e das 13 às 17h30. Também faz parte a da programação a 2ª e última etapa do Metropolitano de Speed Fusca de Londrina.

No sábado, está previsto para das 8h20 às 8h50, 1º treino das categorias Marcas A e B; das 8h55 às 9h25, 1º treino das categorias Turismo A, B e C; das 9h30 às 10 horas, 1º treino da Speed Fusca; das 10h05 às 10h35, 2º treino das categorias Marcas A e B; das 10h40 às 11h10, 2º treino das categorias Turismo A, B e C; das 11h15 às 11h45, 2º treino da Speed Fusca; das 12h55 às 13h25, 3º treino de Marcas A e B; das 13h30 às 14 horas, 3º treino da Turismo A, B e C; das 14h05 às 14h35, 3º treino da Speed Fusca; das 14h40 às 15h10, 4º treino de Marcas A e B; das 15h15 às 15h45, 4º treino da Turismo A, B e C; das 15h50 às 16h20, 4º treino de Speed Fuscas; das 16h30 às 16h45, treino classificatório das categorias Turismo A, B e C; das 16h50 às 17h05, treino classificatório das categorias Marcas A e B; e das 17h10 às 17h25, treino classificatório da Speed Fusca.

As provas serão todas no domingo. Às 9h15, largada da 1ª prova das categorias Marcas A e Marcas B; às 10h15, largada da 1ª prova das categorias Turismo A, B e C; às 11h15, largada da 1ª prova da Speed Fusca; às 13h20, largada da 2ª prova das categorias Marcas A e Marcas B; às 14h20, largada da 2ª prova das categorias Turismo A, B e C; às 15h20, largada da 2ª prova da Speed Fusca; e às 16 horas, pódio de todas as categorias.

 

 

Classificação do Paranaense de Velocidade após a 2ª etapa

Categoria Marcas

1º) Ruslan Carta Filho, com 77 pontos

2º) Rafael Balestrin, 65

3º) Rafael Barranco, 62

4º) Ariel Barranco, 36

5º) Emerson Luiz Grochoski, 28

6º) Antonio Jorge Amorim Carvalho, 23

7º) Rodrigo Luís Tassi, 9

Algacir Sermann Filho, 9

9º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, com 3 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Henrique Basso, com 88 pontos

2º) Gilberto Silveira da Silva, 52

3º) Ozias Tavares da Silveira Júnior, 48

4º) Leonardo B. Grochoski, 40

5º) Elberto Max B. Alves, 39

6º) Ricardo Lasch, 32

7º) Karl Rauscher, 27

8º) Carlos Eduardo Schilipack/Eduardo Moratelli, 26

9º) Khayam Omar Ghazzaoui, 6

10º) Guilherme Alves Reischl, com 3 pontos

 

Categoria Turismo A

1º) Jorge Augusto M. P. Silva, com 71 pontos

2º) Pierre Sabbagh, 39

3º) Guilherme Ragnini, 38

Stive Augusto Tokarski, 38

5º) Elton Antunes de Oliveira, 29

Alexandre Laska Domingues, 29

7º Gefferson Luis de Lima, 24

Sérgio Francisco Bucco Júnior, 24

9º) Ernani Rezende Kuhn, 21

10º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, 20

11º) Brendon Julyan Zonta Gabardo, 15

12º) Rodrigo Elger Arrosi, 13

José Carlos Fuganti, 13

14º) Adriano Vieira Martins, 12

15º) Bruno Nascimento Muhlstedt/Roberto Bonato, 11

Sanito de Andrade Cruz Júnior/Werner Foncatti Berveglieri, 11

17º) Adriano Barbosa, 9

18º) Marcelo Kroth da Silva, 6

Geison Eduardo Tureck, 6

Angelo Rogério Marqueto, 6

Naor Virgilio Costanaro Petry, 6

22º) Sidnei Borba, 4

23º) Thiago Rocha de Toffol/Rafael Salido, 3

Júlio César Zeni, 3

Emerson Alberto Will, 3

Diogo Corinthi Brunatto, 3

Samuel Luís Deucher, 3

Gabriel Santos Ymagava, 3

Rodrigo Carlos Vieira, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Gustavo Andre Machado, com 82 pontos

2º) Rafael Possenti, 35

3º) Evandro A. Theiss de Athayde, 33

4º) Nilton da Silva Filho, 32

5º) Admilton Farias, 30

Marcelo João de Oliveira Filho, 30

7º) José Luís Cavassin/Daniel Cavassin, 28

8º) Alcione Eduardo Weiss, 21

Maycon Alexandre de Oliveira, 21

10º) Emerson Szwed, 18

11º) Renan Gregory Pessin Alves, 16

12º) Eduardo Moratelli/Luiz Fernando Dondoni, 13

13º) Jean Moraes, 11

Guilherme José Negrello, 11

15º) Artur Bailo Neto, 10

16º) Roberto Barboza, 9

Cleiton Mocelim, 9

17º) Bruno Herich Tanq, 7

18º) Fernando Kasmirski Zatta, 6

César Augusto de Paula, 6

Raphaely Joel Schneider Daum, 6

Anderson Malvessi de Oliveira, 6

Ivécio de Almeida/Alexandre Martins Zaiczuk, 6

Carlos Geovane Ito, 6

Juliano Kasmirski Zatta, 6

Cláudio Hermínio da Silva, 6

Marlon Galikoski Rodrigues, 6

Paulo Barboza, 6

Maikon Roberto C. Tessaro, 6

Daniel Bender, 6

30º) Edimarcos Santos Caliari, 3

Luciano Vinicius Fracaro, 3

Celso Gabardo/Bradley Joe Zonta Gabardo, 3

Otávio Augusto Bucco, 3

Richard Serrute Bailo, 3

Alesandro Borgignon Weiss, 3

Murilo Hekave da Silva, 3

Newton Andrade da Silva Júnior, 3

Dioclesio Ragnini, 3

Eduardo Antunes de Paula, 3

Wilson Kavilhuka, 3

Jorge Luiz de Almeida Júnior, 3

Robson Pacheco, 3

Gabriel Nagel, 3

Israel Remzetti Regis Reis, 3

Mário Mendes de Lara, 3

Josemar Kurowsky, 3

Walter Francisco Dittrich, 3

 

Categoria Turismo C

1º) Iwan Mykytczuk Júnior, com 79 pontos

2º) Matheus de Borba, 43

3º) Christian Rovert Pampuch, 38

4º) Narciso Verza, 28

5º) James Schwerdtner, 26

5º) Gustavo Theiss Simão, 26

6º) Rondinei de Oliveira, 18

6º) Diego Lino/Luiz Otávio Brambila C. Rodrigues, 18

7º) Max Schrappe, 17

8º) Anderson Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros e Souza, 15

9º) Leonardo Rogério Nascimento, 14

10º) Walter Francisco Dittrich Júnior/Walter Francisco Dittrich, 13

11º) Deivicris de Cristo, 11

12º) Rodrigo Sartori, 10

13º) Diego Wolf de Oliveira, 8

14º) Guilherme Delcio Tamanini, com 4 pontos

marcaspr

brkart

prterra

rali5

arrancadapr402

janeiro 2022
S T Q Q S S D
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
2ª Etapa – Turismo 5000 – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017
2ª Etapa – Turismo – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
2ª Etapa – Marcas – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Marcas – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo 5000 – Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017

 

Mais Vídeos Clique AQUI!