Get Adobe Flash player

Velocidade no Asfalto

Cascavel volta a sediar o Campeonato Paranaense de Velocidade em julho (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

Cascavel volta a sediar o Campeonato Paranaense de Velocidade em julho (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

CURITIBA (PR) – Em função de mudanças em calendários de categorias nacionais, a Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) precisou fazer alterações no calendário do Campeonato Paranaense de Velocidade.

A segunda etapa, que estava marcada para os dias 11 e 12 de junho, foi adiada para o dia 17 de julho e foi transferida de Londrina para Cascavel, que no mesmo dia sediará uma etapa da Turismo 1.4 do Rio Grande do Sul.

A terceira etapa também sofre alteração. Estava marcada para Cascavel e será transferida para Londrina. Nos dias 6 e 7 de agosto, fazendo parte da programação da 4ª etapa da Fórmula Truck. A quarta e decisiva etapa permanece em Londrina, nos dias 24 e 25 de setembro.

Rubens Gatti, presidente da FPrA, explica que as alterações foram necessárias em função de mudanças de calendários de competições nacionais, como o Turismo Nacional. Ainda há coincidência com alguns campeonatos estaduais, mas não há datas disponíveis. “Procuramos escolher as datas que fossem melhor para pilotos e preparadores. A data de Cascavel foi a única possível para receber também a Turismo 1.4 do Rio Grande do Sul”, salienta Rubens Gatti.

O Paranaense de Velocidade é disputado nas categorias Marcas Classe 1A e 1B, Turismo A, Turismo B e Turismo C. A etapa de Cascavel terá programação conjunta com o Metropolitano de Cascavel e com a etapa da Turismo 1.4 do Rio Grande do Sul. A promoção e organização serão de Orlei Silva, com supervisão do Automóvel Clube de Cascavel e Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

O londrinense André Jacob se tornou bicampeão da classe Sênior ao conquistar o título do ano passado (Foto: Cleocinei Zonta)

O londrinense André Jacob se tornou bicampeão da classe Sênior ao conquistar o título do ano passado (Foto: Cleocinei Zonta)

Local da primeira corrida da história da “categoria mais raiz” do automobilismo brasileiro, a Turismo Nacional, a cidade de Cascavel recebe no próximo fim de semana a etapa de abertura da temporada 2022. Além de ser dotado de uma grande diversidade de marcas, o campeonato também reúne os modelos que são líderes do mercado nacional de veículos. São ao todo 16 modelos diferentes, sendo que quatro estão entre os dez carros mais vendidos no biênio 2020-2021, incluindo o primeiro colocado do ranking, o Chevrolet Onix. E, neste rico universo da indústria nacional, ninguém supera o Paraná em termos de pilotos e equipes. Além disso, o estado da Região Sul é o grande destaque esportivo da competição.

Ao todo, a Turismo Nacional reuniu 87 pilotos durante a última temporada. Deste total, 30 competidores são oriundos do Paraná, estado que responde por 34,5% de todo o grid da categoria. A título de comparação, Goiás, segundo estado com mais representatividade no campeonato do ano passado, contou com 16 competidores, ou 18,4% do total. Santa Catarina aparece em terceiro lugar neste ranking, com 12 pilotos, ou 13,8% do total. Só depois é que vem o estado mais populoso da federação, São Paulo: nove paulistas aceleraram na última temporada da Turismo Nacional, ou 10,3% do total.

O município de Cascavel, emblemático por ter sido o local da primeira corrida da história da Turismo Nacional, em 2017, teve sete pilotos no grid no ano passado, ficando só atrás da capital do Paraná, Curitiba, com oito representantes. Londrina tem cinco pilotos nesta lista.

Pilotos de 13 Estados

Além de Paraná, Goiás, Santa Catarina e São Paulo, também aparecem na lista Minas Gerais (com cinco competidores), Distrito Federal (3), Rio de Janeiro (3), Rio Grande do Sul (3), Ceará (2), Mato Grosso do Sul (1), Mato Grosso (1), Paraíba (1) e Pernambuco (1). Quatro das cinco regiões do Brasil estiveram presentes, em algum momento, no grid da temporada — Sul, com 45 pilotos; Centro-Oeste (21); Sudeste (17) e Nordeste (4).

Alguns destaques paranaenses são, por exemplo, Guilherme Sirtoli e Ted Barbirato, vice-campeão e terceiro colocado na categoria A, respectivamente; e André Jacob e Miguel Laste, campeão e vice na classe Sênior na última temporada.

Paraná tem mais equipes

Os paranaenses também lideram a relação das equipes que disputaram a última temporada na Turismo Nacional. Nada menos que 18 escuderias fizeram parte do campeonato em algum momento, colocando na pista um total de 36 carros. O número é consideravelmente maior que os demais estados.

Goiás, por exemplo, teve nove equipes na última temporada, enquanto Santa Catarina foi representada por sete escuderias. Distrito Federal e Rio Grande do Sul tiveram cinco equipes cada. São Paulo contou com três times e o Rio de Janeiro fecha a lista, com duas equipes.

A força cascavelense

Sete escuderias da Turismo Nacional em 2021 foram oriundas de Cascavel, superando até os números da capital, Curitiba, que contou com seis equipes. Mas foi um time de Toledo, a Sérgio Ferrari Racing, a responsável por preparar o carro do campeão da categoria Super, o catarinense Gustavo Magnabosco. E a equipe Cesinha Competições, chefiada por Cesinha Bonilha, conduziu André Jacob rumo ao bicampeonato da Sênior.

O Autódromo Zilmar Beux, onde a Turismo Nacional realizou a primeira corrida da sua história, vai receber a abertura da temporada 2022 nos dias 30 de abril e 1º de maio. O ingresso para o evento é 1 kg de alimento para cada um dos dias do fim de semana em Cascavel, no Oeste do Paraná.

 

Paraná na pista na Turismo Nacional

Piloto / Cidade

Categoria Super

Cesinha Bonilha (Londrina)

Leandro Zandoná (Cascavel)

Lucas Inoue (Londrina)

Rafael Barranco (Curitiba)

 

Categoria A

Algacir Sermann (Pinhais)

Brendon Zonta Gabardo (Curitiba)

Caíto Carvalho (Cascavel)

Edson Campana (Pinhais)

Eduardo Bacarin (Apucarana)

Eduardo Pavelski (Curitiba)

Evandro Maldonado (São José dos Pinhais)

Fabrício Lançoni (Curitiba)

Gefferson de Lima (Curitiba)

Guilherme Sirtoli (Cascavel)

Guto Baldo (Cascavel)

Júlio Sandini (Guarapuava)

Marcelo Andrade (Curitiba)

Marcelo Beux (Cascavel)

Miguel Laste (Toledo)

Nilton Rossoni (Curitiba)

Roberto Bonato (São José dos Pinhais)

Ted Barbirato (Londrina)

Toninho Carvalho (Curitiba)

 

Categoria B

André Jacob (Londrina)

Fábio Tokunaga (Maringá)

Lorenzo Massaro (Cascavel)

Pedro Paulo Scherner (Virmond)

Rafael Colombari (Maringá)

Rodrigo Pfeifer (Londrina)

Thiago Godoy (Cascavel)

 

Equipes paranaenses

Arabros Motorsport (Cascavel)

Baguá Racing (Curitiba)

Bonato Racing (São José dos Pinhais)

Cáus Motorsport (Cascavel)

Cesinha Competições (Londrina)

Cezarotto Motorsport (Cascavel)

Massaro Sports (Cascavel)

MD7/MD11 Esportes (Curitiba)

Porthack (Cascavel)

RB Motorsport (São José dos Pinhais)

Sérgio Ferrari Racing (Toledo)

Sermann Racing Sport (Curitiba)

Sivel Competições (Cascavel)

SR Competições (Curitiba)

STR Motors (Curitiba)

Stumpf Competições (Cascavel)

WC6 Motorsport (Curitiba)

Ymagawa Racing (Londrina)

O curitibano Emerson Szdwe venceu a categoria Turismo B de ponta a ponta (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

O curitibano Emerson Szdwe venceu a categoria Turismo B de ponta a ponta (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

CASCAVEL (PR) – A Turismo B foi a categoria com maior grid na etapa de abertura do Campeonato Paranaense de Velocidade. A prova foi disputada sábado e domingo no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, tendo promoção de Orlei Silva, organização do Automóvel Clube de Cascavel e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA). A competição também foi válida pela primeira etapa do Campeonato Metropolitano de Cascavel.

O curitibano Emerson Szdwe dominou a primeira prova do ano, ganhando as duas baterias, somando 40 pontos. Guilherme Negrelo conquistou os segundo lugar

Os curitibanos dominaram a Turismo. Sérgio Bucco Júnior foi o vitorioso na Turismo A, também vencendo as duas baterias e somando 40 pontos. Guilherme Ragnini se classificou em segundo lugar e marcou 30 pontos, ao passo que a dupla Ricardo Spancerski/Rafael Lupatini conquistou o terceiro lugar, somando 20 pontos. Já na Turismo C, Iwan Mykytewk abriu a temporada com vitória e somou 40 pontos, contra 30 de Fernando Ferro, o segundo colocado.

Correndo em casa, o cascavelense Cido Morais ganhou a categoria Marcas Classe 1 (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

Correndo em casa, o cascavelense Cido Morais ganhou a categoria Marcas Classe 1 (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

Na categoria Marcas, os pilotos do interior se deram bem. Correndo em casa, o cascavelense Cido Morais ganhou a Classe 1, marcando 40 pontos. Pedro Scherner obteve a segunda colocação, com 30 pontos, ao passo que a dupla Eduardo Moratelli/Thiago Guinzelli, ficou em terceiro, com 12 pontos.

Na Marcas Classe 2, Adriano Barbosa levou a primeira colocação para Londrina, ao marcar 40 pontos. A dupla Ricardo Lasch/Júlio Fabrício, com 24 pontos se classificou em segundo lugar, ao passo que Alisson Nurnberg ocupou a terceira colocação, com 15 pontos.

O Campeonato Paranaense de Velocidade tem a segunda etapa marcada para os dias 11 e 12 de junho, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina. As outras duas etapas serão em 13 e 14 de agosto, em Cascavel; e 24 e 25 de setembro, em Londrina.

 

Resultados da 1ª etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade

Marcas Classe 1

1º) Cido Morais, com 40 pontos

2º) Pedro Schermer. 30

3º) Eduardo Moratelli/Thiago Guinzelli, 12

4º) Lorenzo Massaro, com 0 ponto

 

O londrinense Adriano Barbosa comemora com a equipe a vitória na categoria Marcas Classe 2 (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

O londrinense Adriano Barbosa comemora com a equipe a vitória na categoria Marcas Classe 2 (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

Marcas Classe 2

1º) Adriano Barbosa, com 40 pontos

2º) Ricardo Lasch/Júlio Fabrício, 24

3º) Alisson Nurnberg, 15

4º) Vitor Simoneto, com 15 pontos

 

Categoria Turismo A

1º) Sérgio Bucco Júnior, com 40 pontos

2º) Guilherme Ragnini, 30

3º) Ricardo Spancerski/Rafael Lupatini, 20

4º) Marcelo Kroth, 12

5º) Naor Petry/Gefferson Lima, com 10 pontos

Sérgio Bucco Júnior comemora a vitória na categoria Turismo A (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

Sérgio Bucco Júnior comemora a vitória na categoria Turismo A (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

Categoria Turismo B

1º) Emerson Szdwe, com 40 pontos

2º) Guilherme Negrelo, 27

3º) Alcione Eduardo, 25

4º) Paulo Barboza, 16

5º) Eduardo Moratelli/Luiz Dondoni, 12

6º) Renan Pessin, 10

7º) Taylor Luís, 9

8º) Maikon Tessaro, 8

9º) Marlon Rodrigues. 4

10º) Leonardo Tozzo, 4

11º) Thiago Guinzelli, 3

12º) Narcizo Verza, 2

13º) Raphael Futsuki/Matheus Gutsuki, 1

14º) Fernando Zatta, 1

15º) Luciano Fracaro, 0

16º) Cláudio Silva, 0

17º) Roberto Barboza, 0

18º) Juliano Zatta, 0

19º) Ivêncio de Almeida, com 0 ponto

 

Categoria Turismo C

1º) Iwan Mykytewk, com 40 pontos

2º) Fernando Ferro, com 30 pontos

Iwan Mykytewk inicia a temporada com vitória na categoria Turismo C (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

Iwan Mykytewk inicia a temporada com vitória na categoria Turismo C (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

A dupla João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg irá disputar a categoria Turismo A na abertura do Paranaense de Velocidade (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

A dupla João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg irá disputar a categoria Turismo A na abertura do Paranaense de Velocidade (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

CASCAVEL (PR) – O sábado será agitado no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, com treinos livres, treinos classificatórios e primeiras provas da etapa de abertura do Campeonato Paranaense de Velocidade de 2022. A promoção será de Orlei Silva, organização do Automóvel Clube de Cascavel, e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

O Paranaense de Velocidade terá as categorias Marcas (Classe 1ª e 1B), Turismo A, Turismo B e Turismo C; e Turismo Track Day. O Paranaense é um dos melhores certames do País e terá na pista o confronto entre competidores do Paraná e de Santa Catarina. A temporada deste ano será terá quatro etapas, nos autódromos de Cascavel e Londrina. Além da etapa deste fim de semana, as outras serão em 11 e 12 de junho, em Londrina; 13 e 14 de agosto, em Cascavel; e 24 e 25 de setembro, em Londrina.

Programação

Cido Morais será um dos cascavelenses na categoria Marcas Classe 1A (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

Cido Morais será um dos cascavelenses na categoria Marcas Classe 1A (Foto: Tiago Guedes/Divulgação)

A programação deste sábado prevê para das 8 às 8h25, 1º treino da Turismo A,  B e  C; das 8h30 às 8h55, 1º treino de Marcas (Classe 1 e 2); das 9 às 9h25, 1º treino da Turismo Track Day; das 9h30 às 9h55, 2º treino da Turismo A, B e C; das 10 às 10h25, 2º treino de Marcas (Classe 1 e 2); das 10h30 às 10h55, 2º treino da Turismo Track Day; das 11 às 11h25, 3º treino da Turismo A, B e C; das 11h30 às 11h55, 3º treino de Marcas (Classe 1 e 2); das 12 às 12h25, 3º treino da Turismo Track Day;  das 12h30 às 13 horas, briefing de todas as categorias; das 13h35 às 14 horas, 4º treino da Turismo A, B e C; das 14h05 às 14h30, 4º treino de Marcas (Classe 1 e 2); das 14h35 às 15 horas, 4º treino da Turismo Track Day; das 15h05 às 15h20, treino classificatório da Turismo A, B e C; das 15h25 às 15h40, treino classificatório de Marcas (Classe 1 e 2); das 15h45 às 16 horas, treino classificatório da Turismo Track Day; às 16h35, largada da 1ª prova de Turismo A, B e C, com duração de 30 minutos, mais uma volta.

Já no domingo, a programação começa com a 1ª prova de Marcas (Classe 1 e 2), com largada às 9h15, com duração de 30 minutos, mais uma volta; às 10h10, 1ª prova de Turismo Track Day (30 minutos + 1 volta); às 11h05, largada da 2ª de Turismo A, B e C; às 12 horas, 2ª prova de Marcas; às 12h40, pódio das categorias Marcas e Turismo; 14h05, largada da 2ª prova de Turismo Track Day; e às 14h50, pódio da categoria Turismo Track Day.

A etapa de abertura do Paranaense de Velocidade terá provas sábado e domingo, em Cascavel (Foto: Vanderley Soares)

A etapa de abertura do Paranaense de Velocidade terá provas sábado e domingo, em Cascavel (Foto: Vanderley Soares)

CASCAVEL (PR) – Com provas neste sábado e domingo, Cascavel abre o Campeonato Paranaense de Velocidade de 2022. Este ano a competição será disputada em quatro etapas, nos autódromos Zilmar Beux, em Cascavel; e Ayrton Senna, em Londrina.

Além da primeira etapa, as outras três serão disputadas em 11 e 12 de junho, em Londrina; 13 e 14 de agosto, em Cascavel; e 24 e 25 de setembro, em Londrina.

A primeira etapa tem promoção de Orlei Silva, organização do Automóvel Clube de Cascavel, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA). Orlei informa que a prova será de portões abertos ao público, porém na área de boxes só os credenciados pela organização e equipes.

A programação da etapa de abertura da temporada começa nesta sexta-feira (8), com duas sessões de treinos pagos, das 9 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

No sábado (9), está previsto para das 8 às 8h25, 1º treino da Turismo A,  B e  C; das 8h30 às 8h55, 1º treino de Marcas (Classe 1 e 2); das 9 às 9h25, 1º treino da Turismo Track Day; das 9h30 às 9h55, 2º treino da Turismo A, B e C; das 10 às 10h25, 2º treino de Marcas (Classe 1 e 2); das 10h30 às 10h55, 2º treino da Turismo Track Day; das 11 às 11h25, 3º treino da Turismo A, B e C; das 11h30 às 11h55, 3º treino de Marcas (Classe 1 e 2); das 12 às 12h25, 3º treino da Turismo Track Day;  das 12h30 às 13 horas, briefing de todas as categorias; das 13h35 às 14 horas, 4º treino da Turismo A, B e C; das 14h05 às 14h30, 4º treino de Marcas (Classe 1 e 2); das 14h35 às 15 horas, 4º treino da Turismo Track Day; das 15h05 às 15h20, treino classificatório da Turismo A, B e C; das 15h25 às 15h40, treino classificatório de Marcas (Classe 1 e 2); das 15h45 às 16 horas, treino classificatório da Turismo Track Day; às 16h35, largada da 1ª prova de Turismo A, B e C, com duração de 30 minutos, mais uma volta.

Já no domingo, a programação começa com a 1ª prova de Marcas (Classe 1 e 2), com largada às 9h15, com duração de 30 minutos, mais uma volta; às 10h10, 1ª prova de Turismo Track Day (30 minutos + 1 volta); às 11h05, largada da 2ª de Turismo A, B e C; às 12 horas, 2ª prova de Marcas; às 12h40, pódio das categorias Marcas e Turismo; 14h05, largada da 2ª prova de Turismo Track Day; e às 14h50, pódio da categoria Turismo Track Day.

As mulheres já se preparam para a categoria exclusiva a elas no Metropolitano de Kart de Cascavel (Foto: Divulgação)

As mulheres já se preparam para a categoria exclusiva a elas no Metropolitano de Kart de Cascavel (Foto: Divulgação)

CURITIBA (PR) – Cada vez mais as mulheres são protagonistas no automobilismo do Paraná. Na temporada de 2021, 38 mulheres disputaram as competições estaduais ou representaram o Paraná em provas nacionais. Neste ano, as competições estão só começando e a expectativa é de que o número de mulheres nas pistas do Paraná tenha crescimento. O maior interesse delas são pelas competições de arrancadas, kart, rali e track day. Mas elas estão chegando também as provas de velocidade.

Rubens Gatti, presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), destaca que as primeiras projeções indicam que a temporada de 2022 terá mais um recorde no automobilismo. Será o ano com maior participação das mulheres. “Cascavel terá uma categoria exclusiva para mulheres no Campeonato Metropolitano. As escolinhas de kart tem registrado maior procura de mulheres e temos observando também maior interesse delas pelo rali. Nesta modalidade elas podem atuar ao lado dos maridos como navegadoras, mas já há algumas que estão optando por pilotar”, informa Rubens Gatti.

 

Mulheres que atuaram no automobilismo paranaense em 2021

Arrancada

Adriana Riba Nogueira Pinto

Ana Paula Bihl Oliveira

Camila Cristiane Carvalho Savelli

Carine Correia

Caroline Gritten

Elieze Aparecida de Souza Favaro

Elisangela Aparecida Marques Carneiro

Emily Laiza Storki Bodziak

Fabíola Aparecida Dal Bo dos Santos

Isolete Paim Dutra

Juliana Ribeiro Cordeiro Gavasso

Laura Dalaqua de Paula

Maria Eduarda Santos Witrowski

Pietra Janovich

Sintia Talita Biscaia

Solange Aparecida Soares Pimpão

 

Kart

Giovana Krupp Marinoski

Aline Fátima Morelatto

Amanda Joseph Lecheta

Ana Beatriz Morelatto Zanella

Délia Maria Pires

Thalione Mariana Zanella Chicoski

 

Rali

Adriana Michelli

Anna Vitória Dacoregio Miketer Borazo

Fabiana Gonçalves Marques

Gabriela Lis Weirich

Luciani de Lourdes Tesseroli Maronezi

 

Track Day

Adriana Riba Nogueira Pinto

Aletha Caroline de Oliveira Tasca Lins

Andréia Candido de Lara

Géssica Elias Gonçalves

Melissa Rogalski Machado

Rhuana Nascimento

Gisele Marques de Oliveira

 

Velocidade

Débora Cristina de Moura Rodrigues

Kattylyn Marry Magno

Thaline Mariana Zanella Chicoski

O Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, será o palco da abertura do Paranaense de Velocidade deste ano (Foto: Victor Lara)

O Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, será o palco da abertura do Paranaense de Velocidade deste ano (Foto: Victor Lara)

CASCAVEL (PR) – Já estão abertas as inscrições para a etapa de abertura do Campeonato Paranaense de Velocidade, marcada para os dias 9 e 10 de abril, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, região Oeste do Estado. O evento terá promoção de Orlei Silva, organização do Automóvel Clube de Cascavel e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

As inscrições antecipadas serão até o dia 25 de março, quando a taxa será de R$ 1.200,00 para o Paranaense e de R$ 1.100,00 para o Metropolitano de Cascavel. Para o Paranaense e Metropolitano, a taxa será de R$ 2.200,00.

Após o dia 25, a inscrição para o Paranaense será de R$ 1.500,00; Re para o Metropolitano R$ 1.300,00. Após o dia 25 de março, a inscrição para o Paranaense e Metropolitano de Cascavel terá taxa de R$ 2.800,00.

Já para a categoria Track Day, que será uma das novidades deste ano, a inscrição antecipada até o dia 25 de março será de R$ 700,00 e a partir do dia 25, R$ 900,00.

As inscrições antecipadas podem ser feitas pelo fone (45) 9 9952-2360, com o promotor Orlei Silva.

O Campeonato Paranaense de Velocidade deste ano será disputado em quatro etapas, com provas em Cascavel e Londrina. Além da abertura da temporada, nos dias 9 e 10 de abril, em Cascavel, as demais etapas serão em 11 e 12 de junho, em Londrina; 13 e 14 de agosto, em Cascavel; e 24 e 25 de setembro, em Londrina.

As categorias em disputas serão Marcas (Classes 1 e 2), Turismo A, Turismo B, Turismo C e Turismo 1.4.

A Cascavel de Ouro voltará a ser disputada com a categoria Marcas e novamente com três horas de duração (Foto: Vanderley Soares)

A Cascavel de Ouro voltará a ser disputada com a categoria Marcas e novamente com três horas de duração (Foto: Vanderley Soares)

CASCAVEL (PR) – O Automóvel Clube de Cascavel confirmou nesta segunda-feira a realização da Cascavel de Ouro para novembro. A 36ª edição da competição terá três horas de duração.

Segundo Renato Pompeu, presidente do Automóvel Clube de Cascavel, a competição será promovida e organizada pelo clube, mas contará com parceiros, que serão anunciados em breve. Pompeu adianta que a prova será em novembro, em data a ser definida. “Decidimos em reunião de diretoria que o clube irá promover a Cascavel de Ouro, mas dividirá o evento com parceiros, com quem vamos discutir a premiação a ser oferecida aos pilotos”, acentua Renato Pompeu.

O Paranaense de Velocidade deste ano terá início em abril, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (Foto: Victor Lara)

O Paranaense de Velocidade deste ano terá início em abril, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – A categoria Turismo 1.4 é a novidade no automobilismo paranaense para a temporada 2022. O Campeonato Paranaense de Velocidade terá início nos dias 9 e 10 de abril, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel. Sem o autódromo de Curitiba, o campeonato deste ano será disputado em quatro etapas, sendo duas em Cascavel e duas no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina.

Além da abertura da temporada, nos dias 9 e 10 de abril, em Cascavel; as demais etapas serão disputadas nos dais 11 e 12 de junho, em Londrina; 13 e 14 de agosto, em Cascavel; e 24 e 25 de setembro, em Londrina.

Além da Turismo 1.4, o Paranaense de Velocidade deste ano terá as disputas das categorias Marcas (Classes 1 e 2), Turismo A, Turismo B e Turismo C.

Rubens Gatti, presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), explica a Turismo 1.4 tem seu regulamento copiado do Rio Grande do Sul, onde ela já um sucesso. Os carros poderão utilizar carrocerias de várias marcas, mas a mecânica será da Chevrolet 1.4. “A Turismo 1.4 é um grande sucesso no Rio Grande do Sul. É uma categoria de baixo custo e no Paraná será um laboratório para pleitearmos uma etapa do Campeonato Brasileiro”, adianta Rubens Gatti.

A Arrancada na Terra já tem pódio 100% feminino no Paraná (Foto: Victor Lara)

A Arrancada na Terra já tem pódio 100% feminino no Paraná (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – No balanço de 2021, uma boa notícia. Cresceu a participação feminina no automobilismo do Paraná. Ao longo do ano 37 mulheres paranaenses estiveram nas pistas, sendo a mais conhecida Débora Rodrigues, que disputa a Copa Truck. Foram 17 na arrancada, cinco no kart, sete no Track Day e três na Velocidade (competições de Velocidade no Asfalto).

E a onda positiva não pára por aí. A expectativa é de que este número dobre neste ano. A Escolinha do Kart Clube de Cascavel formou 15 mulheres no fim de 2021 e eles disputaram a categoria Baton no encerramento do Campeonato Metropolitano. Mais cinco estão na fase final do curso e se formarão até abril. Elas passarão e ter uma categoria exclusiva no Metropolitano deste ano. Além disso, é crescente o interesse das mulheres pelas competições de arrancada e participação em Track Days.

Rubens Gatti, presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), explica que a presença feminina nas competições do Estado e paranaenses em provas nacionais deve aumentar muito nesta e nas próximas temporadas. “Estamos incentivando as mulheres e ingressarem no automobilismo e os clubes têm sido fundamentais neste trabalho. O Kart Clube de Cascavel conseguiu excelentes resultados e queremos levar esta experiência a outras regiões do Estado”, acentua Rubens Gatti.

 

Mulheres que atuaram no automobilismo paranaense em 2021

Arrancada

Adriana Riba Nogueira Pinto

Ana Paula Bihl Oliveira

Camila Cristiane Carvalho Savelli

Carine Correia

Caroline Gritten

Elieze Aparecida de Souza Favaro

Elisangela Aparecida Marques Carneiro

Emily Laiza Storki Bodziak

Fabíola Aparecida Dal Bo dos Santos

Isolete Paim Dutra

Juliana Ribeiro Cordeiro Gavasso

Laura Dalaqua de Paula

Maria Eduarda Santos Witrowski

Pietra Janovich

Sintia Talita Biscaia

Solange Aparecida Soares Pimpão

 

A Escolinha do Kart Clube de Cascavel já formou 15 mulheres e outras cinco concluirão o curso até abril (Foto: Divulgação)

A Escolinha do Kart Clube de Cascavel já formou 15 mulheres e outras cinco concluirão o curso até abril (Foto: Divulgação)

Kart

Aline Fátima Morelatto

Amanda Joseph Lecheta

Ana Beatriz Morelatto Zanella

Délia Maria Pires

Thalione Mariana Zanella Chicoski

 

Rali

Adriana Michelli

Anna Vitória Dacoregio Miketer Borazo

Fabiana Gonçalves Marques

Gabriela Lis Weirich

Luciani de Lourdes Tesseroli Maronezi

 

Track Day

Adriana Riba Nogueira Pinto

Aletha Caroline de Oliveira Tasca Lins

Andréia Candido de Lara

Géssica Elias Gonçalves

Melissa Rogalski Machado

Rhuana Nascimento

Gisele Marques de Oliveira

 

Velocidade

Débora Cristina de Moura Rodrigues

Kattylyn Marry Magno

Thaline Mariana Zanella Chicoski

marcaspr

brkart

prterra

rali5

arrancadapr402

maio 2022
S T Q Q S S D
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
2ª Etapa – Turismo 5000 – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017
2ª Etapa – Turismo – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
2ª Etapa – Marcas – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Marcas – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo 5000 – Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017

 

Mais Vídeos Clique AQUI!