Get Adobe Flash player

Arquivo do dia: 02/12/2019

A categoria Super Chev B abriu a programação da última etapa com boas brigas (Foto: Divulgação)

A categoria Super Chev B abriu a programação da última etapa com boas brigas (Foto: Divulgação)

A etapa final do Campeonato Metropolitano de Velocidade na Terra foi repleta de belas disputas no Autódromo de São José dos Pinhais, com a realização da 5ª e última etapa, que contou com 75 participantes, com organização e promoção de Manoel Rodriguez e Leandro Stadler, da RS Motorsport Eventos. A etapa foi disputada em duas provas nas categorias Marcas “A” e “B”, Turismo 1.600 “C” e Turismo 1600  “I”, Turismo 5000 (Omega e Opala), Super Chev “A” e “B”, Auto Cross “A” e “B” e Fusca Velocidade “A” e “Light”, e patrocínio da Militec-1, Pelikano, Toyota Barigui, Gasoline Car Repairs, West Lake Pneus e Grameira Gabardo, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Durante os Treinos Classificatórios, os cinco primeiros por categoria foram: AUTOCROSS – 1º) Alisson Marçal, 57s858; 2º) Rafael Schuhli, 58s517; 3º) Luiz Camargo, 58s622; e 4º) Arthur Coletti, 1m07s625. SUPER CHEV “A” – 1º) Hamilton Morsch, 1m01s567; 2º) Fábio Aramis, 1m02s251; 3º) Pedro dos Santos, 1m02s640; 4º) Rogério Torres, 1m02s734; e 5º) Flávio Mendes, 1m03s466. SUPER CHEV “B” – 1º) Júnior Fagundes, 1m04s350; 2º) Brendon Gabardo, 1m05s136; 3º) Edson Pilatti, 1m05s195; 4º) Vinícius Kavilhuka, 1m06s256; e 5º) Dorival/Daniel do Valle, 1m07s726. MARCAS “A” – 1º) Leonardo Kovalski, 58s150; 2º) Jean Gans, 1m 58s459; 3º) Juca Lisboa, 59s949; 4º) Stive Tokarski, 59s316; e 5º) Nilton Silva, 1m03s413. MARCAS “B” – 1º) João Stabach, 59s634; 2º) Ricardo Pamplona, 59s926. TURISMO 5000 (OMEGA) – 1º) Marcelo Tatsch, 57s782; 2º) José Carlos Franzoi, 58s149; 3º) Fábio dos Santos, 1m00s280; 4º) Francesco Esposito Neto, 1min00s997; e 5º) Flávio Mendes, 1m02s523. TURISMO 5000 (OPALA) – 1º) João Rodrigo Chemin, 58s298; 2º) Brendon Gabardo, 59s511; 3º) Bernardo Kava, 1m01s914; 4º) Márcio Chimentão, 1m04s645; e 5º) Ricardo Smanioto, 1m10s122. TURISMO 1.600 “C” – 1º) Diego Lino, 59s898; 2º) Thiri/Leandro Stadler, 1m04s462; e 3º) Leandro dos Santos, 1m08s547. TURISMO 1600 “I” – 1º) Geovane Ciesielski, 1m00s659; 2º) Antonio de Carvalho, 1m02s853; e 3º) Jackson Carvalho, 1m05s283. FUSCA VELOCIDADE “A” – 1º) Carlos Eduardo, 1m01s861; 2º) Juliano dos Anjos, 1m02s291; 3º) Ailson Júnior, 1m02s942; 4º) Fabiano dos Anjos, 1m03s879; e 5º) Gabriel dos Anjos, 1m04s046. FUSCA VELOCIDADE “LIGHT” – 1º) Alexandre Marzolla, 1m05s717; 2º) Maycon Nishiba, 1m12s886; 3º) Rafael Helgemberg, 1m19s446; e 4º) Thiago Andolhe, sem tempo.

Autocross

A categoria Autocross contou com 5 participantes, realizando apenas uma prova por causa da chuva no domingo. A primeira corrida, Alisson Marçal largou na pole position e mantendo a posição, seguido de perto por Rafael Schuhli, Luiz Camargo, Rogério Schuhli e Arthur Coletti. Ao fim de 10 voltas, a vitória foi de Alisson Marçal, na categoria Auto Cross, com o tempo de 12m28s302, seguido de Luiz Camargo, a 1s172, Rafael Schuhli, a 2s489, e, Arthur Coletti, a uma volta.

RESULTADO FINAL -SUPER FÓRMULA – 1º) Alisson Marçal, COM 41 pontos (campeão); 2º) Luiz Camargo, 30; 3º) Rafael Shuhli, 24; e 4º) Rogério Schuhli, 10; e 5º) Arthur Coletti, com 10 pontos.

Super Chev “A”

Reunindo 14 carros em seu grid, a categoria Super Chev “A” foi para a primeira corrida, com a promessa de bons pegas e muitas ultrapassagens. Mas também só foi realizada uma prova por causa da chuva. O pole position Hamilton Morch manteve a liderança da largada, seguido de perto nas primeiras voltas por Pedro dos Santos, Fábio Aramis, Rogério Torres, Celso Gabardo e Jackson Araújo. A “briga” pela liderança da prova foi muito boa entre Hamilton Morch e Celso Gabardo no fim da prova. Boa corrida de recuperação de Cleverson Petrich, que largou da última posição do grid e chegou em terceiro lugar. Após 12 voltas, a vitória na Super Chev “A” foi de Hamilton Morch, com o tempo total de 14m16s714, com Celso Gabardo em segundo, a 0s980, Cleverson Petrich em terceiro, a 2s355, Dário Ribeiro em quarto, a 4s467, e, Jackson Araújo em quinto, a 5s287.

FINAL: SUPER CHEV “A” – 1º) Hamilton Morch, com 31 pontos (campeão); 2º) Brendon/Celso Gabardo, 23; 3º) Cleverson Petrich, 18; 4º) Dário Ribeiro, 15; e 5º) Jackson Araújo, com 12 pontos.

Super Chev “B”

Contando com 15 carros em seu grid, a categoria Super Chev “B” foi para a primeira corrida com os pilotos prometendo bons pegas pelas primeiras posições. O pole position Júnior Fagundes manteve a liderança da largada e passou a abrir vantagem para os demais, comprovando a sua boa fase na temporada 2019. Mas a “briga” foi boa entre Vinícius Kavilhuka, Brendon Gabardo e Edson Pilatti pela segunda posição. Depois de 13 voltas, a vitória na Super Chev “B” foi de Júnior Fagundes (Chaveirinho), com o tempo total de 13m42s394, tendo Celso Gabardo em segundo, a 12s452, Vinícius Kavilhuka em terceiro, a 13s054, Edson Pilatti em quarto, a 22s083, e, Dorival do Valle em quinto, a uma volta.

Júnior Fagundes (Chaveirinho) largou também na pole position da segunda corrida da Super Chev “B”, e liderou até a quinta volta, quando passou a ter problemas com a caixa de direção e foi superado por Brendon Gabardo. Na disputa pela terceira posição, mais uma vez o “pega” foi bom entre Edson Pilatti, Vinícius Kavilhuka e Roberto Santos até a última volta. Ao fim de 12 voltas, a vitória na Super Chev “B” foi de Brendon Gabardo, com tempo total de 14m19s887, seguido de Júnio Fagundes, a 11s718; Edson Pilatti, a 12s550; Vinícius Kavilhuka, a 13s771; e, Roberto Santos, 15s770. FINAL: SUPER CHEV “B” – 1º) Júnior Fagundes (Chaveirinho), com 54 pontos (campeão); 2º) Celso/Brendon Zonta Gabardo, 53; 3º) Edson Pilatti, 33; 4º) Gabriel Ferreira/Vinícius Kavilhuka, 33; e 5º) Roberto dos Santos, 21.

Marcas “A” e “B”

Os sete participantes das categorias Marcas “A” e “B” foram para a primeira bateria, com a promessa de belas disputas na principal categoria da Velocidade na Terra. O pole position Leonardo Kovalski manteve a liderança na largada e venceu de ponta a ponta, depois de boa disputa com Jean Gans pela primeira posição. Após 14 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Leonardo Kovalski, com tempo de 15m26s840, com Jean Gans em segundo, a 1s621; Juca Lisboa em terceiro a 2s274; e Stive Tokarski em quarto, a 6s607. Na Marcas “B” a vitória foi de Ricardo Pamplona, com tempo de 15m34s913, seguido de João Stabach, a seis voltas.

Na segunda bateria das categorias Marcas, Leonardo Kovalski manteve mais uma vez a liderança na largada e travou mais uma bela disputa com Jean Gans pela vitória até a bandeirada final. Depois de 16 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi novamente de Leonardo Kovalski, com tempo de 15m57s504, tendo Jean Gans em segundo, a 3s898; Stive Tokarski em terceiro, a 11s850; e, Nilton Silva em quarto, a 1m01s441. Na Marcas “B” a vitória foi novamente de Ricardo Pamplona, com o tempo de 16m30s853, seguido de João Stabach, a 2s185. FINAL: MARCAS “A” – 1º) Leonardo Kovalski, com 61 pontos; 2º) Jean Gans, 46; 3º) Stive Tokarski, 33; 4º) Juca Lisboa, 18; e 5º) Nilton Silva, 15. MARCAS “B” – 1º) Ricardo Pamplona, 61; e 2º) João Stabach, com 23 pontos.

Turismo 5000

Mais uma vez as categorias Turismo 5000 deram show na pista, com os Omegas (8) e Opalas (4), os mais rápidos de todas as categorias, fazendo duas belas corridas. A primeira corrida começou com o Omega de Marcelo Tatsch largando na frente, liderando de ponta a ponta, com uma pressão de José Carlos Franzoi no início da prova. O Opala de Bernardo Kava teve problemas e nem completou uma volta, não participando da segunda prova também. Ao fim de 13 voltas, a vitória foi de Marcelo Tatsch, na Geral e na categoria Omega, com o tempo de 15m22s924, seguido de José Carlos Franzoi, a 10s225; Fabiano Santos, a 10s627; Flávio Mendes, a 15s690; e Francesco Esposito Neto, a 22s269. Na categoria Opala a vitória foi de João Rodrigo Chemin, com tempo de 15m29s628, com Brendon Gabardo em segundo, a 3s505; Márcio Chimentão, a 7s910; e, José Meirelles, a duas voltas.

Na segunda corrida da Turismo 5000, Marcelo Tatsch manteve a ponta da largada da prova e liderou mais uma vez de ponta a ponta, sofrendo pressão de José Carlos Franzoi no início. O Omega de José Meirelles abandonou com quatro voltas. Depois de 16 voltas, a vitória foi de Marcelo Tatsch, na Geral e na categoria Omega, com o tempo de 15m49s456, tendo José Carlos Franzoi em segundo, a 3s931; Fabiano Santos em terceiro, a 39s874; Flávio Mendes em quarto, a 58s150, e, Tiago a duas voltas. Na categoria Opala nova vitória de João Rodrigo Chemin, com tempo de 15m42s818, seguido de Brendon Zonta Gabardo, a 46s730; Márcio Chimentão, a uma volta; e, e Ricardo Smanioto, a três voltas. FINAL: OMEGA – 1º) Marcelo Tatsch, com 61 pontos; 2º) José Carlos Franzoi, 46; 3º) Fabiano Santos, 36; 4º) Flávio Mendes, 30; e 5º) Márcio Chimentão, 24. OPALA – 1º) João Rodrigo Chemin, com 61 pontos; 2º) Brendon Zonta Gabardo, 46; 3º) Ricardo Smanioto, 18; e, 4º) Bernardo Kava, 0.

Fusca Velocidade

As categorias Fusca Velocidade “A” e Light reuniram 15 participantes, também realizando duas belas corridas. A primeira corrida, com Carlos Eduardo largando na pole position, mas perdendo a posição na primeira volta para Juliano dos Anjos, seguidos de perto por Ailson Júnior, Fabiano dos Anjos e Gabriel dos Anjos. Nickolas Lima abandonou na quarta volta, Maycon Nishiba e Thiago Andolhe com seis voltas. Ao fim de 13 voltas, a vitória foi de Juliano dos Anjos, na Geral e na categoria Fusca Velocidade “A”, com o tempo de 14m04s536, seguido de Carlos Eduardo, a 1s706; Ailson Júnior, a 9s136; Fabiano dos Anjos, a 9s742; e, Emanuel Pauzer, a 25s130. Na Fusca Velocidade Light vitória foi de Alexandre Marzolla, com tempo de 14m49s200, com Rafael Helgemberg em segundo, a uma volta, e, Marcos de Melo em terceiro, a uma volta.

Na segunda corrida da Fusca Velocidade “A” e Light, Juliano dos Anjos manteve a liderança na largada, mas foi superado por Carlos Eduardo e brigaram até a bandeirada final pela vitória. Depois de 9 voltas, a vitória foi de Carlos Eduardo, na Geral e na Fusca Velocidade “A”, com o tempo de 11m56s067, tendo Juliano dos Anjos em segundo, a 2s168; Emanuel Pauzer em terceiro, a 8s430; Edson Abrão em quarto, a 10s911; e, Juliano Tozetto em quinto, a 11s653. Na categoria Fusca Velocidade Light nova vitória de Alexandre Marzolla, com 9 voltas no tempo de 12m18s810, seguido de Marcos de Melo, a uma volta; e, Rafael Helgemberg, a uma volta. FINAL: FUSCA VELOCIDADE “A” – 1º) Carlos Eduardo, com 54 pontos; 2º) Juliano dos Anjos, 53; 3º) Emanuel Pauzer, 30; 4º) Edinho Abrão, 21; e 5º) Juliano Tozetto, com 21 pontos. FUSCA VELOCIDADE LIGHT – 1º) Alexandre Marzolla, com 61 pontos; 2º) Marcos de Melo, 41; 3º) Rafael Helgemberg, 41; 4º) Maycon Nishiba, 0; e 5º) Thiago Andolhe, 0.

Turismo 1600 “C” e “I”

E a primeira prova das categorias Turismo 1600 “C” e “I”, com sete participantes, também teve apenas uma bateria realizada por causa da chuva na tarde de domingo. O pole position Diego Lino manteve a liderança na largada, seguido de perto por Geovane Ciesielski, que o ultrapassou na terceira volta. A disputa entre Geovane e Diego se estendeu até o início da 11ª volta, quando o carro de Diego teve problemas técnicos e o piloto a abandonar a corrida. Ao fim de 15 voltas, a vitória na Geral e na categoria Turismo 1600 “I” foi de Geovane Ciesielski, com tempo total de 15m20s671, vindo em segundo Antonio de Carvalho, a 16s109, Denizard dos Santos, a 46s769 e, em quarto Jackson de Carvalho, a uma volta. E na Turismo 1600 “C”, a vitória foi de Leandro dos Santos, com o tempo de 16min03s601, com Diego Lino em segundo, a cinco voltas.

FINAL: TURISMO 1600 “C” – 1º) Leandro dos Santos, com 30 pontos; 2º) Diego Lino, 1; e, 3º) Thiri/Leandro Stadler, 0. TURISMO 1600 “I” – 1º) Geovane Ciesielski, 31; 2º) Antonio de Carvalho, 23; 3º) Denizard dos Santos, 18; e, 4º) Jackson de Carvalho, 15.

O próximo evento da RS Motorsport será o 2º Festival de Velocidade na Terra 2020, com data a ser confirmada pelos organizadores Manoel/Leandro e pela FPrA.

Gustavo Magnabosco receberá a premiação de campeão da categoria Marcas A no Paranaense e no Metropolitano de Curitiba (Foto: Victor Lara)

Gustavo Magnabosco receberá a premiação de campeão da categoria Marcas A no Paranaense e no Metropolitano de Curitiba (Foto: Victor Lara)

CURITIBA (PR) – A Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) fará na próxima sexta-feira (dia 6/12) a premiação aos campeões dos campeonatos Paranaense e Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto de 2018. A solenidade será a partir das 19h30, na Churrascaria Vallejo, em Pinhais, na região Metropolitana de Curitiba.

Serão premiados os três primeiros colocados de todas as categorias dos dois campeonatos. A noite festiva abre a programação da etapa de encerramento da atual temporada das duas competições. As provas serão no sábado e domingo, no Autódromo Internacional de Curitiba

 

Premiados do Paranaense de Velocidade de 2018

Categoria Marcas A

1º) Gustavo Magnabosco

2º) Wanderlei Antonio Berlanda Júnior

3º) Fausto de Lucca

 

A dupla Allan Aquino de Alencar/Anderson Portes é a campeã paranaense da categoria Marcas B em 2018 (Foto: Victor Lara)

A dupla Allan Aquino de Alencar/Anderson Portes é a campeã paranaense da categoria Marcas B em 2018 (Foto: Victor Lara)

Categoria Marcas B

1º)Allan Aquino de Alencar/Anderson Lora Portes

2º) João Paulo Lacerda P. Naumes/Alisson Vinicius Nurnberg

3º) Wilians Jeferson Peres

 

Categoria Turismo I

1º) Rômulo Lazzari Molinari

2º) Antonio Jorge Amorim Carvalho

3º) Alexandre Frankenberger

 

Categoria Terra Marcas A

1º) Amauri Lisboa Júnior/Stive Augusto Tokarski

2º) Leonardo Kovalski

3º) Gefferson Luís de Lima

 

Categoria Terra Marcas B

1º) Guilherme Ragnini

2º) Luiz Otavio Brambila Rodrigues

3º) Lui André Fietz

 

Categoria Terra Turismo C

1º) Nilton da Silva Filho

2º) Peterson Calixto de Andrade

3º) James Schwerdtner

 

Categoria Turismo 5000

1º) Armin Kliewer

2º) Anderson José C. de Andrade

3º) Mauricio Pianovski Gaudêncio

Rômulo Lazzari Molinari conquistou o título paranaense da categoria Turismo I em 2018 (Foto: Victor Lara)

Rômulo Lazzari Molinari conquistou o título paranaense da categoria Turismo I em 2018 (Foto: Victor Lara)

 

Premiados do Metropolitano de Velocidade de Curitiba de 2018

Categoria Marcas A

1º) Gustavo Bordin Magnabosco

2º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta

3º) Fausto de Lucca

Categoria Marcas B

1º) João Paulo L. P. Naumes/Alisson Vinicius Nurnberg

2º) Marcelo Jose Andrade

3º) Samir Guimarães Silva

 

Categoria Turismo I

1º) Rômulo Lazzari Molinari

2º) Antonio J. Amorim Carvalho

3º) Roberto Baú

 

Categoria Terra Marcas A

1º) Leonardo Kovalski

2º) Amauri Lisboa Júnior/Stive Augusto Tokarski

3º) Roberto Bonato

 

Categoria Marcas B

1º) Guilherme Ragnini1

2º) Luiz Otavio Brambila Rodrigues

3º) Carlos Eduardo Schilipack

 

Categoria Terra Turismo C

1º)James Schwerdtner

2º) Evandro Maldonado

3º) Nilton da Silva Filho

 

Categoria Turismo 5000 A

1º) Armin Kliewer

2º) Richard Anthony Heidrich

3º) Wanderlei Antonio Berlanda

 

Categoria Turismo 5000 B

1º) Mauricio Pianovski Gaudêncio

2º) Gilberto Carlassara

3º) Luís Fernando Busatto

marcaspr

brkart

prterra

rali5

arrancadapr402

dezembro 2019
S T Q Q S S D
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
2ª Etapa – Turismo 5000 – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017
2ª Etapa – Turismo – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
2ª Etapa – Marcas – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Marcas – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo 5000 – Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017

 

Mais Vídeos Clique AQUI!