Get Adobe Flash player

Arquivo do mês: outubro 2019

Gatti, Sgarione e MadureiraCURITIBA (PR) – Londrina será a sede da 22ª Copa Brasil de Kart Copa Brasil de Kart, a ser disputada em outubro de 2020. O anuncio foi feito na manhã deste sábado por Waldner “Dadai” Bernardo, presidente da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), no autódromo Beto Carrero World, em Penha, Santa Catarina, onde estão sendo disputadas as provas finais da Copa Brasil deste ano.

Rubens Gatti, presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) está em Santa Catarina, e logo após a CBA confirmar a Copa Brasil de 2020 em Londrina, comentou que a Capital do Café merece por ser um pólo muito forte do kartismo. Ele também destaca que a cidade abraçou a competição já está trabalhando para que seja um grande campeonato. “Vamos trabalhar para que a Copa Brasil de 2020 seja um grande sucesso. Contamos com o apoio da Associação dos Kartistas da Região de Londrina (AKRL) e da Prefeitura, através da Fundação de Esportes. Tanto o clube como a Fundação já executam alguns itens do Caderno de Encargos da CBA. Já realizamos algumas reuniões com o Bruno Sgarione, da AKRL, e com o Fernando Madureira, da Fundação de Esportes. Foi assinado um termo de compromisso, pelo qual a Prefeitura de Londrina apóia a competição na cidade”, salienta Rubens Gatti.

…………………………………………………………………………………………………………

Legenda:

Rubens Gatti, Bruno Sgarione, presidente da AKRL, e Fernando Madureira,  presidente  da Fundação de  Esportes  de  Londrina,  quando da assinatura do termo de compromisso  para  realização da Copa Brasil

Crédito: Divulgação

…………………………………………………………………………………………………………

Marcas91 - Vanderley SoaresCURITIBA (PR) – O Campeonato Paranaense de Velocidade terá a 5ª e penúltima etapa neste fim de semana, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, na região Oeste do Estado. Serão disputadas as categorias Marcas A, Marcas B, Turismo A, Turismo B e Turismo C, com validade também Campeonato Metropolitano de Cascavel, Também fará parte da programação a Fórmula Academy, categoria de monoposto. A promoção e organização são do Automóvel Clube de Cascavel com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

A competição será Open da Cascavel de Ouro, marcada para o dia 3 de novembro. Está será a última oportunidade de pilotos e equipe testarem os carros em ritmo de competição.

Toda programação será desenvolvia no sábado e domingo. No sábado, as atividades prevêem das 8h10 às 8h40, 1º treino da Fórmula Academy; das 8h45 às 9h15, 1º treino de Marcas; das 9h20 às 9h50, 1º treino de Turismo; das 9h55 às 10h25, 2º treino da Fórmula Academy; das 10h30 às 11 horas, 2º treino de Marcas; das 11h05 às 11h35, 2º treino de Turismo; das 11h50 às 12h20, Briefing; das 11h40 às 12h30, intervalo para almoço; das 12h40 às 12h55, treino classificatório da Fórmula Academy; das 13h00 às 13h30, 3º treino de Marcas; das 13h35 às 14h05, 3º treino de Turismo; das 14h15 às 14h45, 4º treino de Marcas; das 14h50 às 15h20, 4º treino de Turismo; das 15h30 às 15h45, treino classificatório de Marcas; das 15h50 às 16h05, treino classificatório de Turismo; às 16h25, largada da 1ª prova da Fórmula Academy (20 minutos, mais uma volta); e às 17h15, largada da 1ª prova de Marcas (30 minutos, mais duas 2 voltas).

Já no domingo, a programação é está: das 8h10 às 8h25, warm up de Turismo; das 8h30 às 8h45, warm up de Marcas; às 9h40, largada da 1ª prova de Turismo (30 minutos, mais duas voltas); às 10h40, largada da 2ª prova da Fórmula Academy (20 minutos, mais uma volta); às 11h25, largada da 2ª prova de Marcas (30 minutos, mais duas 2 voltas); às 12h20, largada da 2ª prova de Turismo (30 minutos, mais duas voltas); e às 13 horas, pódio das categorias Fórmula Academy, Marcas e Turismo.

 

Classificação do campeonato após quatro etapas

Categoria Turismo A

1º) Leonardo Kovalski, com 138 pontos

2º) Guilherme Ragnini, 133

3º) José Carlos N. Pederneiras, 57

4º) Peterson de Andrade/Carlos Alexandre Vaz, 54

5º) Afonso Maia Bastos/Alexandre Maia Bastos, 50

6º) Karl Rauscher, 43

7º) Stive Augusto Tokarski, 35

8º) Jorge Augusto Silva, 33

Gabriel Santos Yamagava, 33

10º) Amauri Lisboa Júnior, 32

11º) Eduardo Berlanda/Dirceu Luís Rausisse, 19

12º) Luiz Otávio Brambila, 17

13º) Marcelo Cordeiro, 12

14º) Luís Cláudio Favero Chyla/Bernardo Favero Chyla, 9

Márcio Ymagava, 9

Gefferson Luis de Lima, 9

17º) Geovane Ciesielski, 8

18º) Juliano Dutra, 7

Maycon de Oliveira Freitas, 7

20º) Luiz Fernando Tatsch, 6

21º) Thiago Rubert Brandt, 3

Gedson Gonçalves, com 3 pontos

 

Categoria Turismo B

1º) Henrique Schmitz Basso, com 126 pontos

2º) Carlos Eduardo Schilipack, 98

3º) Marcelo Cancelli/Ezequiel Dall Asta Vieira, 80

4º) Naor V. Costanaro Petry, 70

5º) Rafael Balestrin, 64

6º) Sérgio Francisco Bucco Júnior, 55

7º) Emerson Szwed, 49

8º) Marcelo Kroth da Silva, 43

9º) Mário Diego Broering, 31

9º) Artur Bailo Neto, 31

10º) Luciano Vinicius Fracaro, 29

11º) Brendon Julian Zonta Gabardo, 28

12º) Elton Antunes de Oliveira, 19

13º) Vinicius Kavilhuka Metzger, 17

14º) Paulo Barboza, 16

15º) Maycon Alexandre de Oliveira, 15

16º) Marlon Galikoski Rodrigues, 13

17º) Wilson Kavilhuka, 12

Roberto Barboza, 12

19º) Aleksander Versalli Pereira/Nilton da Silva Filho, 11

20º) Ivécio de Almeida, 10

21º) Adriano Cesar Botelho, 9

Fernando Kasmirski Zatta, 9

Juliano Kasmirski Zatta, 9

Alessandro Bordignon Weiss/Alcione Eduardo Weiss, com 9 pontos

25º) Anderson Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros de Souza, 8

26º) Carlos Eduardo Kavilhuka/Luiz Ricardo Kavilhuka, 7

27º) Ricardo Felipe Pamplona/Jakson Marques Carvalho, 6

Thiago Parizotto, 6

29º) Narciso Antonio Verza, 3

Marcelo Bonato, 3

Airton Guilherme A. dos Santos/Airton Lima dos Santos, 3

José Henrique Kavilhuka, 3

Silvano Ricardo de Brito/Nelson Eugênio dos Santos, 3

Octavio Augusto de Oliveira, 3

João Manoel Teixeira Godoy, 3

Hadari Saeson Furtado, 3

Rui Batista dos Santos Júnior, 3

Leonardo Rogério Nascimento, 3

Norival Kavilhuka, com 3 pontos

 

Categoria Turismo C

1º) César Ribas de Lima, com 101 pontos

2º) José Carlos R. Seabra Santos, 100

3º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado, 88

4º) Rafael Hilgemberg, 70

5º) Arlei Tucholski/Cláudio Tucholski, 44

6º) Luiz Otávio Brambila Rodrigues, 36

7º) James Schwerdtner, 30

8º) Johnis Toniolo, 25

9º) Jean Carlo Laeffer de Lima, 23

10º) José Luís Cavassin, 20

11º) Helinson Pampuch/Christian Robert Pampuch, 19

12º) Anderson Rodrigo Garcia/Matheus Negreiros de Souza, 15

13º) Ronaldo César da Silva, 13

14º) Thiago Parizotto, 6

15º) Diego Lino, 3

16º) Maycon Alexandre de Oliveira, sem pontos

Categoria Marcas A

1º) Gustavo Magnabosco, com 108 pontos

2º) Stive Augusto Tokarski, 80

3º) Paulo Vitor Bento, 72

4º) Rafael Muratori Barranco, 68

5º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta, 59

6º) Romulo Lazzari Molinari/Alexandre Frankemberger, 57

7º) Wanderlei Berlanda Júnior, 43

8º) Edson Henrique Bueno/Marcel Sedano, 28

9º) Gefferson Luís de Lima, 21

10º) Augusto Baldo Neto, 20

11º) Thiago Klein, 19

12º) Valmor Emilio Weiss, 15

13º) Marcelo Beux, 14

14º) Lucas Barbulha Inoue, 11

15º) Edoli Caus Júnior, 3

15º) Edson Luiz Campana Sita, com 3 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Sextilio Hans Júnior, com 78 pontos

2º) Antonio J. Amorim Carvalho, 71

3º) Emerson Luiz Grochoski/Rodrigo Kostin, 38

4º) Gefferson Luís de Lima, 34

5º) Gustavo Camilo dos Santos, 33

6º) Marco Cortina/Marcelo Raul Marcellos, 27

7º) Wenes Oliveira de Carvalho, 23

8º) Geison Eduardo Tureck, 11

9º) Lucio Alan Seidel, 3

9º) Samir Guimarães Silva/Adriano Jose Braz Neto, com 3 pontos

………………………………………………………………………………………………………….

Legenda:

 

As provas da categoria Marcas servirão como testes finais para a Cascavel de Ouro, marcada para o dia 3 de novembro (Foto: Vanderley Soares)

………………………………………………………………………………………………………….

A categoria Super Chevy foi à pista com o maior grid da 4ª etapa (Foto: Divulgação)

A categoria Super Chevy foi à pista com o maior grid da 4ª etapa (Foto: Divulgação)

O fim de semana foi de muitas disputas no Autódromo de São José dos Pinhais, com realização da 4ª e penúltima etapa do Campeonato Metropolitano de Velocidade na Terra, que contou com organização e promoção de Manoel Rodriguez e Leandro Stadler, da RS Motorsport Eventos, com 61 carros em duas provas nas categorias Marcas “A” e “B”, Turismo 1.600 “C” e Novatos “I”, Turismo 5000 (Omega, Opala e Dodge), Super Chev “A” e “B”, Auto Cross “A” e “B” e Fusca Velocidade “A” e “Light”. A etapa terá o patrocínio da Militec-1, Pelikano, Toyota Barigui e Gasoline Car Repairs, o apoio da West Lake Pneus e Grameira Gabardo, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Durante os Treinos Classificatórios, os cinco primeiros por categoria foram: AUTO CROSS – 1º) Alisson Marçal, 58s032; 2º) Rafael Schuhli, 58s347; 3º) Rogério Schuhli, 1m03s597; e 4º) Luiz Camargo, 1m03s986. SUPER CHEV “A” – 1º) Hamilton Morsch, 1m01s396; 2º) Flávio Mendes, 1m02s495; 3º) Celso Gabardo, 1m02s813; 4º) Pedro dos Santos, 1m03s204; e 5º) Rogério Torres, 1m03s246. SUPER CHEV “B” – 1º) Júnior Fagundes, 1m02s425; 2º) Brendon Gabardo, 1m03s503; 3º) Gabriel Ferreira, 1m04s885; 4º) Edson Pilati, 1m06s002; e 5º) Roberto Santos, 1m07s771. MARCAS “A” – 1º) Leonardo Kovalski, 57s978; 2º) Jean Gans, 1m 58s180; 3º) Juca Lisboa, 59s180; e 4º) Stive Tokarski, 1m02s717. MARCAS “B” – 1º) Ricardo Pamplona, 59s516; 2º) João Stabach, 59s677; e 3º) Wilson Kavilhuka, 1m00s393. TURISMO 5000 (OMEGA) – 1º) Marcelo Tatsch, 57s255; 2º) José Carlos Franzoi, 57s895; e 3º) José Meirelles, 1m02s986. TURISMO 5000 (OPALA) – 1º) Brendon Gabardo, 59s255; e 2º) Bernardo Kava, 59s805. TURISMO 1.600 “C” – 1º) Diego Lino, 59s560; 2º) Leandro dos Santos, 1m03s880; e 3º) Leandro Stadler, 1m08s168. NOVATOS 1600 “I” – 1º) Geovane Ciesielski, 1m00s630; 2º) Henrique Marques, 1m01s972; e 3º) Norival Kavilhuka, 1m04s585. FUSCA VELOCIDADE “A” – 1º) Ailson Júnior, 1m00s858; 2º) Juliano dos Anjos, 1m01s559; 3º) Emanuel Pauzer, 1m01s878; 4º) Fabiano dos Anjos, 1m01s909; e 5º) Luciano Laroca, 1m01s932. FUSCA VELOCIDADE “LIGHT” – 1º) Thiago Andolhe, 1m03s938; 2º) Alexandre, 1m04s867; 3º) Marcos de Melo, 1m07s833; 4º) Maycon Nishiba, 1m10s170; e 5º) Jorge Luiz, 1m11s986.

Auto Cross

A categoria Auto Cross foi a primeira a ir para a pista, com 5 participantes, realizando duas belas provas. A primeira corrida foi realizada às 10h18 do domingo, com Alisson Marçal largando na pole position e mantendo a posição, seguido de perto por Rafael Schuhli, Luiz Camargo e Rogério Schuhli, que abandonou a corrida na segunda volta. Ao fim de 16 voltas, a vitória foi de Alisson Marçal, na categoria Auto Cross, com o tempo de 16m35s577, seguido de Rafael Schuhli, a 27s230, Luiz Camargo, a uma volta, e, Arthur Coletti, a duas voltas.

Na segunda corrida da Auto Cross, Alisson Marçal manteve a liderança na largada e travou uma disputa acirrada com Rafael Schuhli no início da prova. No decorrer da corrida, Luiz Camargo ultrapassou Schuhli, assumindo o segundo lugar. Depois de 14 voltas, a vitória foi de Alisson Marçal, na Auto Cross, com o tempo de 14m26s332, tendo Luiz Camargo em segundo, a 19s238; Rafael Schuhli em terceiro, a 19s389; e, Arthur Coletti em quarto, a duas voltas. Alisson Marçal marcou ainda a volta mais rápida das duas provas, na sétima volta da segunda prova, com o tempo de 59s949 e média de 100,285 km/h. RESULTADO FINAL: SUPER FÓRMULA – 1º) Alisson Marçal, com 41 pontos; 2º) Luiz Camargo, 27; 3º) Rafael Shuhli, 27; e 4º) Arthur Coletti, 20.

Super Chev “A” e “B”

Reunindo 22 carros em seu grid, as categorias Super Chev “A” e “B” foram para a primeira corrida, com a promessa de bons pegas e muitas ultrapassagens. O pole position Hamilton Morch manteve a liderança da largada, seguido de perto nas primeiras voltas por Flávio Mendes, Celso Gabardo, Pedro dos Santos, Rogério Torres e Fábio Aramis. A “briga” pela liderança da prova foi muito boa entre Hamilton Flávio, do início ao fim da corrida. Na Super Chev “B” a disputa foi boa entre Júnior Fagundes e Brendon Gabardo. O Safety Car foi acionado três vezes para a retirada de carros acidentados. Após 9 voltas, a vitória Geral e na Super Chev “A” foi de Hamilton Morsch, com o tempo total de 14m03s875, com Flávio Mendes em segundo, a 0s049; Rogério Torres em terceiro, a 2s480; Pedro dos Santos em quarto, a 3s054; e, Celso Gabardo em quinto, a 3s627. Na Super Chev “B”,  a vitória foi de Júnior Fagundes, com tempo de 14m13s830, seguido de Brendon Gabardo, a 0s429; Edson Pilatti, a 1s825; Roberto Santos, a 7s268; e, Roberto Minatoya Jr, a 20s156.

Hamilton Morsch largou na pole position da segunda corrida da Geral e da Super Chev “A”, onde se manteve até a bandeirada final, deixando a “briga” pelas demais posições, por conta de Flávio Mendes, Pedro dos Santos, Fábio Aramis e Maurício Cavali. Novamente na Super Chev “B” a “briga” principal foi entre Júnior Fagundes e Brendon Gabardo. Ao fim de 13 voltas, a vitória na Geral e na Super Chev “A” foi de Hamilton Morsch, com tempo total de 15m39s177, seguido de Pedro dos Santos, a 12s009; Fábio Aramis, a 16s826; Flávio Mendes, a 31s308; e, Maurício Cavali, a 4 voltas. A volta mais rápida das corridas disputadas foi de Hamilton Morsch, na 11ª passagem da segunda prova, com tempo de 1m01s473, à média de 97,799 km/h. RESULTADO FINAL: SUPER CHEV “A” – 1º) Hamilton Morsch, com 41 pontos; 2º) Pedro dos Santos, 25; 3º) Flávio Mendes, 25; 4º) Fábio Aramis, 18; e 5º) Rogério Torres e Maurício Cavali, 12. SUPER CHEV “B” – 1º) Júnior Fagundes, com 41 pontos; 2º) Brendon Gabardo, 30; 3º) Edson Pilatti, 24; 4º) Roberto Santos, 20; e 5º) Dorival/Daniel do Vale, com 14 pontos.

Marcas

Os sete participantes das categorias Marcas “A” e “B” foram para a primeira bateria às 11h47 de domingo, com a promessa de belas disputas na principal categoria da Velocidade na Terra. O pole position Leonardo Kovalski manteve a liderança na largada e venceu de ponta a ponta, depois de boa disputa com Jean Gans pela primeira posição. Após 15 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Leonardo Kovalski, com tempo de 14m47s367, com Jean Gans em segundo, a 1s861; Juca Lisboa em terceiro a 10s184 e Stive Tokarski em quarto, a 50s775. Na Marcas “B” a vitória foi de João Stabach, com tempo de 15m08s697, seguido de Ricardo Pamplona, a 8s744, e, Wilson Kavilhuka, a 16s878.

Na segunda bateria das categorias Marcas, Leonardo Kovalski perdeu a liderança para Jean Gans na primeira volta e o duelo entre os dois seguiu até a bandeirada final. Depois de 16 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi novamente de Jean Gans, com tempo de 15m49s178, tendo Leonardo Kovalski em segundo, a 2s788; Luiz Kavilhuka em terceiro, a 443s002; e, Juca Lisboa em quarto, a uma volta. Na Marcas “B” a vitória foi novamente de João Stabach, com o tempo de 16m26s594, seguido de Ricardo Pamplona, a 4s987; e, Wilson Kavilhuka, a 5s567. Jean Gans marcou a volta mais rápida das baterias disputadas, na 11ª passagem da segunda corrida, com tempo de 58s502, à média de 102,766 km/h. RESULTADO FINAL: MARCAS “A” – 1º) Leonardo Kovalski, com 36 pontos; 2º) Jean Gans, 35; 3º) Juca Lisboa, 22; 4º) Luiz Kavilhuka, 12; e 5º) Stive Tokarski, com 10 pontos. MARCAS “B” – 1º) João Stabach, 40; 2º) Ricardo Pamplona, 31; e 3º) Wilson Kavilhuka, com 24 pontos.

Turismo 5000-

Mais uma vez as categorias Turismo 5000 deram show na pista, com os Omegas (4) e Opalas (2), os mais rápidos de todas as categorias, fazendo duas belas corridas. A primeira corrida foi realizada às 12h21 do domingo, com o Omega de Marcelo Tatsch largando na frente, mas perdendo a liderança para José Carlos Franzoi na primeira volta e com bom duelo entre os dois até a bandeirada final. O Omega de José Meirelles teve problemas e nem completou uma volta, não participando da segunda prova também. Ao fim de 14 voltas, a vitória foi de José Carlos Franzoi, na Geral e na categoria Omega, com o tempo de 13m52s693, seguido de Marcelo Tatsch, a 3s323; e Francesco Esposito Neto, a uma volta. Na categoria Opala a vitória foi de Brendon Gabardo, com tempo de 14m19s915, com Bernardo Kava em segundo, a duas voltas.

Na segunda corrida da Turismo 5000, José Carlos Franzoi manteve a ponta da largada da prova e liderou por quatro voltas, sofrendo pressão de Marcelo Tatsch no início, e assumiu a liderança na quinta volta. O Omega de José Carlos Franzoi abandonou com oito voltas. Depois de 15 voltas, a vitória foi de Marcelo Tatsch, na Geral e na categoria Omega, com o tempo de 14m56s355, tendo Francesco Esposito Neto em segundo, a uma volta. Na categoria Opala nova vitória de Brendon Gabardo, com tempo de 15m42s818. A volta mais rápida das provas realizadas foi de Marcelo Tatsch, na 8ª passagem da segunda corrida, com o tempo de 57s708, à média de 104,180 km/h. RESULTADO FINAL: OMEGA – 1º) Marcelo Tatsch, com 36 pontos; 2º) Francesco Esposito Neto, 27; 3º) José Carlos Franzoi, 20; e 4º) José Meirelles, sem pontos. OPALA – 1º) Brendon Zonta Gabardo, com 41 pontos; e 2º) Bernardo Kava, com 15 pontos.

Fusca Velocidade –

As categorias Fusca Velocidade “A” e Light reuniram 17 participantes, também realizando duas belas corridas. A primeira corrida foi realizada às 11h20 do domingo, com Ailson Júnior largando na pole position e mantendo a posição até a oitava volta, seguido de perto por Emanuel Pauzer e Juliano dos Anjos, que assumiu a liderança na nona volta. Douglas Rodrigues abandonou na primeira volta, Luciano Laroca na segunda e Maycon Nishiba com sete voltas. Ao fim de 12 voltas, a vitória foi de Juliano dos Anjos, na Geral e na categoria Fusca Velocidade “A”, com o tempo de 14m41s550, seguido de Ailson Júnior, a 1s665; Fabiano dos Anjos, a 3s030; Rogesson Negão, a 7s317; e, Carlos Sabugo, a 8s420. Na Fusca Velocidade Light vitória foi de Thiago Andolhe, com tempo de 14m46s347, com Alexandre Marzolla em segundo, a 13s295; Jorge Luiz em terceiro, a uma volta; e, Marcos de Melo em quarto, a uma volta.

Na segunda corrida da Fusca Velocidade “A” e Light, Ailson Júnior assumiu a liderança na largada, seguido de perto por Fabiano dos Anjos e Regesson Negão. Destaque para a corrida de Carlos Eduardo, que largou em oitavo e chegou em quarto lugar. Gabriel dos Anjos, Luciano Laroca, Maycon Nishiba, Nickolas Lima e Fabiano dos Anjos abandonaram a corrida. Depois de 13 voltas, a vitória foi de Ailson Júnior, na Geral e na Fusca Velocidade “A”, com o tempo de 17m12s953, tendo Fabiano dos Anjos em segundo, a 2s206; Rogesson Negão em terceiro, a 9s308; Carlos Eduardo em quarto, a 15s334; e, Emanuel Pauzer em quinto, a 17s347. Na categoria Fusca Velocidade Light nova vitória foi de Thiago Andolhe, com 13 voltas no tempo de 17m34s342, seguido de Jorge Luiz, a 2s108; Marcos de Melo, a 4s963; e, Alexandre Marzolla, a três voltas. Juliano dos Anjos marcou volta mais rápida das provas realizadas, na 4ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1m01s273, à média de 98,118 km/h. RESULTADO FINAL: FUSCA VELOCIDADE “A” – 1º) Ailson Júnior, com 36 pontos; 2º) Fabiano dos Anjos, 27; 3º) Rogesson Negão, 22; 4º) Juliano dos Anjos, 20; e 5º) Carlos Eduardo, com 16 pontos. FUSCA VELOCIDADE LIGHT – 1º) Thiago Andolhe, com 41 pontos; 2º) Jorge Luiz, 27; 3º) Alexandre Marzolla, 25; 4º) Marcos de Melo, 22; e 5º) Maycon Nishiba, sem pontos.

Turismo “C”/Novatos “I”

E a primeira prova das categorias Turismo 1600 “C”/Novatos 1600 “I”, foi à pista às 13h37, com sete participantes, com o pole position Diego Lino mantendo a liderança na largada, seguido de perto por Geovane Ciesielski, que o ultrapassou na primeira volta. A disputa entre Geovane e Diego se estendeu até o início da quinta volta, quando o carro de Diego escapou e acertou o barranco, obrigando o piloto a abandonar a corrida. Norival Kavilhuka e Enrique Marques duelaram pela segunda posição. Leandro Stadler, Diego Lino e Cristiano Colodel abandonaram a prova. Ao fim de 15 voltas, a vitória na Geral e na categoria Novatos “I” foi de Geovane Ciesielski, com tempo total de 15m22s633, vindo em segundo Henrique Marques, a 48s682; e, em terceiro Norival Kavilhuka, a 57s169. Na Turismo “C”, a vitória foi de Leandro dos Santos, com o tempo de 15m47s599.

Largando na pole position, Geovane Ciesielski faturou também a segunda prova da Turismo “C”/Novatos “I”, vencendo de ponta a ponta, sem dar chances a seus adversários. Dos cinco primeiros, Geovane Ciesielski, Leandro dos Santos, Norival Kavilhuka e Leandro Stadler terminaram na posição que largaram e Henrique Marques abandonoiu com 12 voltas. Grande corrida de Diego Lino, que largou em sexto e concluiu a prova em segundo na Geral. Após 15 voltas, nova vitória de Geovane Ciesielski na Geral e na Novatos “I”, com tempo de 15m11s090, com Leandro dos Norival Kavilhuka em segundo, a uma volta; e, Henrique Marques em terceiro, a três voltas. Na Turismo “C”, a vitória foi de Diego Lino, com tempo de 15m13s856, seguido de Leandro dos Santos, a 42s629; e, Leandro Stadler, a uma volta. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Diego Lino, na 4ª passagem da segunda prova, com tempo de 59s620, à média de 100,839 km/h. RESULTADO FINAL: TURISMO “C” – 1º) Leandro dos Santos, com 35 pontos; 2º) Diego Lino, 21; e, 3º) Leandro Stadler, 12. NOVATOS “I” – 1º) Geovane Ciesielski, com 41 pontos; 2º) Norival Kavilhuka, 27; 3º) Henrique Marques, 27; e, 4º) Cristiano Colodel, sem pontos.

A quinta e última etapa do Metropolitano de Velocidade na Terra de São José dos Pinhais está marcada para os dias 9 e 10 de novembro.

marcaspr

brkart

prterra

rali5

arrancadapr402

outubro 2019
S T Q Q S S D
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
2ª Etapa – Turismo 5000 – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017
2ª Etapa – Turismo – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
2ª Etapa – Marcas – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Marcas – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo 5000 – Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017

 

Mais Vídeos Clique AQUI!