Get Adobe Flash player

A 5ª etapa do Metropolitano de Curitiba e 3ª etapa do Paranaense de Velocidade 2018 realizadas no fim de semana, no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina, reuniu mais de 70 carros, definindo os primeiros campeões do Metropolitano e os campeões do Paranaense de Velocidade 2018. O evento foi disputado em duas baterias das categorias Turismo 1.6 “I”, Marcas “A” e “B”, Turismo 5000 “A” e “B”, Terra Marcas “A”, Terra Turismo “B” e Terra Turismo “C”, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e o apoio da Bana Pneus, Pirelli e Hotel London.

Durante os Treinos Classificatórios que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: MARCAS “A” – 1º) Lucas Inoue (PR), 1m30s215; 2º) Fausto de Lucca (SC), 1m30s539; 3º) Gustavo Magnabosco (SC), 1m30s574. MARCAS “B” – 1º) João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg (PR), 1m31s666; 2º) Samir Guimarães/Adriano Braz (PR), 1m37s355. TURISMO 1.6 “I” – 1º) Márcio Ymagava (PR), 1m31s471; 2º) Caio Botelho (PR), 1m32s210; 3º) Adriano Barbosa (PR), 1m32s260. TERRA MARCAS “A” – 1º) Juca Lisboa/Stive Tokarski (PR), 1m31s851; 2º) Leonardo Kowalski (PR), 1m32s027; 3º) Naor Petry (PR), 1m32s995. TERRA MARCAS “B” – 1º) Guilherme Ragnini (PR), 1m31s976; 2º) Luiz Brambila (PR), 1m33s142; 3º) Emerson Szwed (PR), 1m33s533. TERRA TURISMO “C” – 1º) José Luís Cavassim (PR), 1m33s675; 2º) Nilton Silva Jr (PR), 1m34s267; 3º) Maycon de Oliveira (PR), 1m34s473. TURISMO 5000 “A” – 1º) Márcio Reuter (SC), 1m25s296; 2º) Richerd Heidrich (SC), 1m25s814; 3º) Armin Kliewer (PR), 1m25s849. TURISMO 5000 “B” – 1º) Maurício Gaudêncio (PR), 1m31s206.

Marcas e Turismo

A categoria Terra teve bons pegas na etapa de Londrina

A categoria Terra teve bons pegas na etapa de Londrina

O londrinense Lucas Inoue largou na pole e esteve à frente até a pen~ultima volta da 2ª bateria, quando o motor de seu Gol quebrou (Foto: Bispo Neto)

O londrinense Lucas Inoue largou na pole e esteve à frente até a pen~ultima volta da 2ª bateria, quando o motor de seu Gol quebrou (Foto: Bispo Neto)

A primeira prova das categorias Marcas “A” e “B” e Turismo 1,6 “I” foi realizada na tarde deste sábado, às 14 horas, com os 28 participantes realizando uma corrida muito disputada, com “pegas” em vários pontos da pista por melhores posições. Na largada, Lucas Inoue manteve a liderança na Geral, seguidos de perto por Fausto de Lucca, Gustavo Magnabosco, Wanderlei Berlanda Jr e Ruslan Carta Filho. A prova foi correndo normalmente e alguns pilotos foram abandonando por quebra: Fábio Tokuna (2), Adriano Barbosa (3), Geison Tureck (4), Paulo Costa (4), Richard Heidrich (6), Marcelo Beux (6), Gustavo Magnabosco (13) e Ted Vitor Barbiato (14). Ruslan Carta Filho ultrapassou Fausto de Lucca na entrada da reta da última volta assumindo a segunda posição na Geral. Ao fim de 22 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Lucas Inoue, seguido de Ruslan Carta Filho, a 7s366; Fausto de Lucca, a 7s615; Wanderlei Berlanda Jr, a 22s416; José Munhoz, a 24s147; e, Pierre Sabbagh, a 35s091. Na Marcas “B”, a vitória foi de Alison Nurnberg, com Anderson Portes em segundo, a 39s626, e, Samir Guimarães, a duas voltas. E na Turismo 1.6 “I” venceu Márcio Ymagava, vindo a seguir Caio Botelho, a 0s419, Alexandre Frankenberger em terceiro, a 16s390, Gabriel Ymagava em quarto, a 21s715, Antonio Carvalho em quinto, a31s504, e, José Pederneiras em sexto, a 42s220.

Na segunda prova das categorias Marcas e Turismo 1.6, que aconteceu às 11h20 de domingo, teve boas disputas e muita emoção até a bandeirada final. Lucas Inoue, que largou na pole position, manteve a posição na primeira volta e foi abrindo vantagem para o segundo e terceiro colocados, Fausto de Lucca e Andrei Carta que também travaram grande duelo, na Marcas “A”. Allan Aquino e João Paulo Naumes foram os destaques da Marcas “B”, enquanto o pessoal de Londrina vibrava com o bom desempenho dos irmãos Márcio e Gabriel Ymagava, e a confirmação do título de Rômulo Molinari na Turismo 1.6 “I”. Fábio Tokunaga, Carlos Júnior, Caio Botelho, Adriano Barbosa e Paulo Costa abandonaram a prova. E o carro de Lucas Inoue quebrou na última volta, depois de dominar a categoria Marcas na Geral durante todo o fim de semana. Após 22 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Andrei Carta, com Fausto de Lucca em segundo, a 5s003, Richard Heidrich em terceiro, a 12s420, Wanderlei Berlanda Jr em quarto, a 17s469, José Munhoz em quinto, a 19s901, e, Eduardo Pavelski em sexto, a 21s229. Na Marcas “B” venceu Allan Aquino, vindo a seguir João Paulo Naumes, a 0s060 e Adriano Braz, a uma volta. E na Turismo 1.6 “I”, a vitória foi de Márcio Ymagava, com Gabriel Ymagava em segundo, a 5s199, Rômulo Molinari em terceiro, a 38s128, Beto Baú em quarto, a 38s472, Karl Rauscher em quinto, a uma volta, e, José Pederneiras em sexto, a três voltas. Lucas Inoue marcou a volta mais rápida das provas disputadas, na segunda passagem da segunda prova, com o tempo de 1m30s148, à média de 119,494 km/h.

Somados os pontos das provas disputadas, o resultado final do Metropolitano de Curitiba por categoria foi o seguinte: MARCAS “A” – 1º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta, 40 pontos; 2º) Fausto de Lucca, 30; 3º) Wanderlei Berlanda Jr, 22; 4º) Pierre Sabbagh, 16; 5º) Eduardo Pavelski, 14; 6.º) Richard Heidrich, 12. MARCAS “B” – 1º) Alisson Nurnberg/João Paulo Naumes, 40 (Campeão); e 2º) Samir Guimarães/Adriano Braz, 30. TURISMO 1.6 “I” – 1º) Rômulo Molinari/Alexandre Frankenberger, 40; 2º) Antonio Carvalho/Beto Baú, 30; 3º) Karl Rauscher, 22; 4º) José Pederneiras, 22; e 5º) Geison Tureck/Carlos Júnior, 16.

Turismo 5000

Armin Kliewer dominou a Turismo 5000 em Londrina

Armin Kliewer dominou a Turismo 5000 em Londrina

A segunda categoria a ir para a pista foi a da Turismo 5000 “A” e “B” às 15 horas, com os seis participantes realizando uma corrida com “pegas” pelas primeiras posições. Na largada, Maurício Reuter manteve a liderança, seguidos de perto por Richard Heidrich e Armin Kliewer. Armin Kliewer ultrapassou Richard Heidrich e Maurício Reuter e assumiu a liderança no decorrer da prova e manteve a posição até a bandeirada final. Depois de 16 voltas, a vitória foi de Armin Kliewer, na Geral e na Turismo 5000 “A”, seguido de Richard Heidrich, a 1s684, Maurício Reuter, a 12s300, Anderson Andrade, a 28s360, e, Wanderlei Berlanda, a uma volta. E na Turismo 5000 “B” venceu Maurício Gaudêncio.

A segunda prova da Turismo 5000 foi realizada às 12h15 no domingo, com pista molhada e bons pegas. Armin Kliewer perdeu a liderança na largada para Richard Heidrich e junto com Maurício Reuter travaram grande disputa até a bandeirada final. Anderson Andrade abandonou por quebra com quatro voltas completadas. Ao fim de 16 voltas a vitória foi de Maurício Reuter, na Geral e Turismo 5000 “A”, seguido de Armin Kliewer, a 7s716, Wanderlei Berlanda, a 1min07s147, e, Richard Heidrich, a duas voltas. Na Turismo 5000 “B” a vitória foi de Maurício Gaudência. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Maurício Reuter, na sexta passagem da segunda prova, com o tempo de 1m25s209, à média de 126,932 km/h.

Somados os pontos das provas disputadas, o resultado final do Metropolitano de Curitiba por categoria foi o seguinte: Turismo 5000 “A”: 1º) Armin Kliewer, 35 pontos (Campeão); 2º) Maurício Reuter, 32; 3º) Richard Heidrich, 23; 4º) Wanderlei Berlanda, 20; 5º) Anderson Andrade, 10. Turismo 5000 “B”: 1º) Maurício Gaudêncio, 40 pontos (Campeão).

Terra

Na primeira prova das categorias Terra Marcas “A”, Terra Marcas “B” e Terra Turismo “C” realizada às 16h45, com os 27 participantes fazendo uma corrida muito disputada, com “pegas” nas três categorias por melhores posições. Na largada, Stive Tokarski manteve a liderança, seguido de perto por Guilherme Ragnini e Lonardo Kovalski. José Luís Cavassin teve problemas na largada e nem completou a primeira volta. Wilson Kavilhuka quebrou na primeira volta, Luciano Fracaro na oitava volta, Luiz André Fietz na nona volta e Sérgio Bucco, na décima volta. Após 17 voltas, a vitória foi de Stive Tokarski, na Geral e na Terra Marcas “A”, com com Safety Car na pista, que entrou para a retirada de carros acidentados. Em segundo lugar ficou Leonardo Kovalski, a 2s689; Geovane Ciesielski em terceiro, a 7s444; Gefferson de Lima em quarto, a 7s687; Beto Baú em quinto, a 8s579; e, Bernard Chyla em sexto, a 8s898. Na Terra Marcas “B” venceu Luiz Brambila, seguido de Guilherme Ragnini, a 0s750, Emerson Szwed, a 25s303; Carlos Schilipack, a 25s891; Artur Bailo Neto, a 26s332; e, Aleksander Pereira, a 30s012. E na Terra Turismo “C” Jmes Schwerdtner foi o vencedos, tendo Peterson em segundo, a uma volta, José Seabra em terceiro, a duas voltas, Maycon de Oliveira em quarto, a três voltas, e, Nilton da Silva Filho em quinto, a quatro voltas.

A segunda prova das categorias Terra foi realizada às 13h35 de domingo, debaixo de chuva, mas com boas disputas nas três categorias. Amauri Lisboa Júnior largou na pole position e manteve a liderança na largada, seguido de perto por Leonardo Kovalski, Luiz Brambila, Guilherme Ragnini, Geovane Ciesielski e Gefferson de Lima. Nikolas Lima, Sérgio Bucco, Luiz Chyla, Guilherme Ragnini e Carlos Chilipack abandonaram a prova com problemas técnicos. Leonardo Kovalski ultrapassou Amauri Lisboa Júnior assumindo a liderança da prova e Gefferson de Lima fez duas ultrapassagens assumindo o terceiro lugar na Geral. Depois de 13 voltas, a vitória na Geral e na Terra Marcas “A” foi de Leonardo Kovalski, seguido de Amauri Lisboa Jr, à 2s292, Gefferson de Lima, a 7s126; Geovane Ciesielski, a 26s275; Naor Petry, a 27s296; e, Thiago Brandt, a 52s389. Na Terra Marcas “B” venceu Lui André Fietz, com Luiz Brambila em segundo, a 40s521; Gilmar Colleta em terceiro, a 41s530; Emerson Szwed, em quarto, a 53s769; Luciano Fracaro em quinto, a 56s892; e, Antonio Leucz Jr em sexto, a 1m20s684. E na Terra Turismo “C” a vitória foi de James Schwerdtner, com Maycon de Oliveira em segundo, a 17s240; José Luís Cavassin em terceiro, a 17s763; Carlos Vaz em quarto, a 32s619; e, Nilton da Silva Filho em quinto, a uma volta. Guilherme Ragnini marcou a volta mais rápida das duas provas, na segunda passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min31s841, à média de 113,584 km/h.

Somados os pontos das provas disputadas, o resultado final do Metropolitano de Curitiba por categoria foi o seguinte: TERRA MARCAS “A” – 1º) Leonardo Kovalski, 35 pontos; 2º) Amauri Lisboa Jr/Stive Tokarski, 35; 3º) Gefferson de Lima, 22; 4º) Geovane Ciesielski, 22; 5º) Antonio Carvalho/Beto Baú, 12; 6º) Naor Petry, 11. TERRA MARCAS

“B” – 1º) Luiz Brambila, 35; 2º) Emerson Szwed, 22; 3º) Lui André Fietz, 20; 4º) Guilherme Ragnini, 15; 5º) Rodrigo Bonfim/Gilmar Colleta, 14; 6º) Artur Bailo Neto, 12. TERRA TURISMO “C” – 1º) James Schwerdtner, 40; 2º) Maycon de Oliveira, 25; 3º) Peterson Andrade/Carlos Vaz, 25; 4º) Nilton da Silva Filho, 16; 5º) José Luís Cavassin, 12; e 6º) José Seabra/Nikolas Lima, 12.

A 6ª e última etapa do Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2018 está marcada para os dias 20 e 21 de outubro, no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), situado em Pinhais (PR).

marcaspr

brkart

prterra

rali5

arrancadapr402

outubro 2018
S T Q Q S S D
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
2ª Etapa – Turismo 5000 – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017
2ª Etapa – Turismo – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
2ª Etapa – Marcas – 2ª Etapa Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Marcas – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo 5000 – Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017

 

Mais Vídeos Clique AQUI!