Get Adobe Flash player

Arquivo do mês: março 2017

CURITIBA (PR) – O Campeonato Paranaense de Marcas inicia nos dias 8 e 9 de abril, com a expectativa de 70 carros no grid, divididos nas categorias Marcas A e B, e Turismo/Marcas L. A prova está marcada para os dias 8 e 9 de abril, no Autódromo Internacional de Curitiba, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

O Paranaense de Marcas fará parte da programação da etapa de abertura do Paranaense de Velocidade, que terá provas também das categorias Turismo 5000 e Marcas VT (reunirá somente competidores oriundos da Velocidade na Terra). Também fará parte programação a etapa de abertura da Sprint Race, que será disputada no circuito oval do circuito curitibano.

O Campeonato Paranaense de Marcas manterá a fórmula de três etapas, adotadas nas últimas temporadas. A abertura será nos dias 8 e 9 de abril, em Curitiba. A segunda etapa será no dia 2 de julho, em Londrina, e a terceira e decisiva está marcada para o dia 8 de outubro, em Cascavel.

A etapa curitibana também valerá pelos Metropolitanos de Cascavel e Curitiba.

………………………………………………………………………………………………………….

C

O Campeonato Paranaense de Marcas é considerado um dos mais importantes estaduais do Brasil

O Campeonato Paranaense de Marcas é considerado um dos mais importantes estaduais do Brasil

rédito da foto: Victor Lara/Divulgação

………………………………………………………………………………………………………….

O tempo chuvoso não incomodou os competidores e foi o tempero para deixar a trilha ainda mais emocionante. Com muita lama, trechos em reflorestamento, a diversão estava garantida no Rali dos Tropeiros, sendo a primeira das seis etapas do Rali Paraná. O evento off-road multimarcas realizado na cidade de Castro (PR), passando por Terra Nova, Conceição e Abapan. O grid foi composto por 40 veículos em quatro categorias: Máster, Graduados, Turismo e Light.

O Rali dos Tropeiros veio para ficar no calendário do Rali Paraná. “A prova atingiu todas as expectativas. O percurso foi todo em fazendas de reflorestamento. A chuva leve no dia anterior e na segunda metade da prova deixaram as trilhas lisas, com barro em algumas partes e poças d’água em outras, transformando a disputa em um grande desafio. O piloto teve bastante trabalho por que o piso ficou escorregadio e a habilidade dos navegadores também foi testada”, destacou Vanderlei Hirt, organizador do Rali Paraná.

Segundo Igor Quirrenbach Carvalho, diretor de prova, o Rali dos Tropeiros, em Castro, contou com vários elementos para apimentar o início da disputa pelo Rali Paraná. “Os cinco quilômetros de balaios logo no início da prova em uma pedreira abandonada deixaram os competidores eufóricos. No segundo trecho em reflorestamentos com piso liso e curvas de alta proporcionaram emoção pra quem estava dentro do carro. E na especial final os 26 quilômetros em linha reta e passagem por reflorestamentos, estradas estreitas, subidas e descidas deixou a trilha gostosa de pilotar”, disse.

A etapa de abertura atraiu competidores de Santa Catarina e conta pontos para o Campeonato Paranaense de Rali de Regularidade 4×4. “Estamos felizes com a presença de pilotos de navegadores de outros estados e ficamos lisonjeados por terem vindo prestigiar o nosso campeonato. Todos foram recepcionados na sexta-feira e no sábado na Chácara Basílio, foi muito divertido, com clima muito alto astral, que une as famílias em uma aventura como essa do off-road paranaense”, enfatizou Hirt.

 

OS CAMPEÕES DA ETAPA – Após cumprirem 170 quilômetros de percurso em 4 horas e 49 minutos, a dupla que somou a melhor pontuação na categoria Master (pilotos e navegadores mais experientes, com velocidades maiores) foram Roberto Ardigo/Jhonatan Ardigo, de Apucarana (PR). “A prova estava no estilo que a gente gosta! Técnica, com médias de velocidade e referências precisas. Ficamos muito contentes com o primeiro lugar, agora queremos ganhar nas próximas etapas e levar o prêmio da temporada”, comemora o piloto Roberto Ardigo.

Entre os inscritos da Graduados os vitoriosos dos desafios no melhor tempo foram Marcos Evangelista/Vinicius Gunha (Curitiba/PR), com 4 horas e 55 minutos. “A prova foi sensacional! A chuva fez com que a prova tivesse um equilíbrio entre todos os participantes”, conta Marcos.

A Turismo em 5 horas e 4 minutos de prova reservou adrenalina 4×4 entre as três especiais que formaram uma prova completa e os vencedores foram Adilson Melo e Ivan Laidens (Troller) de Curitiba/PR. Gostei muito da etapa. A cidade, a trilha, as paisagens e principalmente por levar o troféu para casa”, comenta o piloto Adilson Melo.

Na categoria Light (para quem estreia no rali de regularidade e menor velocidade), Jean Claude da Silva e Rafael Labhardt, a bordo de um Troller, conquistaram o primeiro lugar nas 5 horas e 04 minutos programados para o dia.

A segunda etapa será em Telêmaco Borba/PR, no dia 6 de maio, e terá apoio do Jeep Clube Boca de Burro para a realização do Rali do Papel.

A quinta edição do Rally Paraná tem patrocínio de Trilha EuroCar, Zenz Bonés, Dispauto, Mamute Off-Road, SFIchips, Barracão do Jeep, Fábrica das Cópias. Patrocínios e apoios locais do Jeep Clube de Castro, Prefeitura Municipal de Castro, Rádio Antena Sul, Calcário Itatinga, Calcário Calpar e Gráfica do Carlão. A supervisão é da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e apuração da Totem.

 

Resultados do Rali Paraná 2017 – 1ª etapa – Castro:

Categoria Master

1º) Roberto Ardigo/Jhonatan Ardigo (Apucarana/PR), Troller, 55 pontos ganhos

2º) Flávio Roberto Kath/Rafain Walendowsky (Brusque/SC), Troller, 52

3º) Hamilton Medeiros/Marcos Panstein (Jaraguá do Sul/SC), Troller, 43

4º) Sandy Roncaglio/Robson Schuinka (Curitiba-Cascavel/PR), Troller, 40

5º) Leandro Moor/Ivo Mayer (Apucarana/PR), Troller, 32

6º) Sandro Marcelo Supitz/Eduardo Ortolan (Cascavel/PR), Pajero, 28

7º) Mauri Glir Junior/Henrique Domingos Glir (Curitiba/PR), Troller, 28

8º) Ednilson Borquezani/Leandro Macedo Ferreira (Curitiba/PR), 27

9º) Otávio Enz/Allan Enz (Apucarana/PR), Troller, 11

10º) Marcelo Sapateiro/Rafael Pinto (Curitiba/PR), Troller, 0

 

Categoria Graduados

1º) Marcos Evangelista/Vinicius Gunha (Curitiba/PR), 54 pontos ganhos

2º) Leonardo Borges Menarim/Adriana Micheli (Castro/PR), 52

3º) Robson Batista/Wilson Batista (Curitiba/PR), Pajero, 37

4º) Rui Cesar Schmitz/Verner Froelich (Gaspar/SC), Troller, 36

5º) Dirceu Salla/Léo Farias Chanceller (Curitiba/PR), Troller, 35

6º) Eraldo Franzoi/Emerson Jose Zaleski (Curitiba-Cascavael/PR), 23

 

Categoria Turismo

1º) Adilson Melo/Ivan R. Laidens (Curitiba/PR), Troller, 57 pontos ganhos

2º) Wivalde Liebl/Adimar Mühlbauer (São Bento do Sul/SC), Troller, 45

3º) Marcos Latorama/André Latorama (Umuarama/PR), Troller, 42

4º) João Carlos Schuartz Júnior/Evandro Mioto (Cascavel/PR), Jimny, 35

5º) Emerson Coletti/Arthur Scotton (Curitiba/Cascavel/PR), Troller, 31

6º) Eduardo Kruger/Fabiane Kruger (Jaraguá do Sul/SC), Pajero Full, 29

7º) Carlos Roberto Weis/Marina Welter Weis (Curitiba/PR), Pajero, 29

8º) Mauricio Barkema/Lucas Antenor Bueno (Castro/PR), Pajero Full, 27

9º) Deonilson Salla/Robson Osório (Curitiba/PR), Troller, 26

10º) Alexander Mittelstedt/Artur Mittelstedt (Castro/PR), Cherokee, 21

11º) Amarildo Senke/Rodrigo Silva (S.J. dos Pinhais/PR), Troller, 16

12º) Carlos de Souza Junior/Mario Arylsom Slomeck (Curitiba/PR), Pajero, 13

 

Categoria Light

1º) Jean Claude da Silva/Rafael Labhardt (Curitiba/PR), Troller, 60 pontos ganhos

2º) Luís Alberto Scarati Júnior/Caroline Tesser (Ponta Grossa/PR), Pajero TR4, 47

3º) Geraldo H. Morsink/Edwin J. Morsink (Castro/PR), JK-Wrangler, 47

4º) Jean Bouwman/Willian Bownman (Castro/PR), 36

5º) Henrique Menarim/Ricardo Menarim (Castro/PR), Ford Ranger, 32

6º) Eduardo Bomfim Alves/Lorena Palhano da Silva (Castro/PR), Troller T4, 31

7º) Ronny Leffers/Nico Leffers (Ponta Grossa/PR), Pajero, 30

8º) Fabio Madureira/Andreia Madureira (Castro/PR), Ford Ranger, 26

A chuva deixou a trilha lisa e com poças, transformando a disputa em um grande desafio

A chuva deixou a trilha lisa e com poças, transformando a disputa em um grande desafio

CASCAVEL (PR) – O Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel começou em alto nível domingo (dia 19/3), quando foi disputada a 1ª etapa da temporada 2017 no Autódromo Zilmar Beux. A competição teve promoção e organização do Automóvel Clube de Cascavel, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Na prova também foi marcada pelas estreias de Eduardo Weirich, de Marechal Cândido Rondon, e Gabriel Formentão, de Cascavel, na Turismo; e de Vilmar Malagi, de Cascavel; e Eduardo Bacarin, de Fortaleza, Ceará, na categoria Marcas B.

Edoli Caus Júnior deu demonstração de que neste ano não aceitará o vice-campeonato e venceu a categoria Marcas, ganhando as duas baterias, depois de largar na quinta colocação. Paulo Bento, que largou na pole, conquistou o segundo lugar, ao passo que Thiago Klein, bicampeão, obteve o terceiro lugar.

Na categoria Marcas B, Caíto Carvalho, que largou na pole position, dominou a prova e venceu, fazendo dobradinha com o irmão Felipe Carvalho. Odair dos Santos se classificou na terceira colocação.

A Categoria Turismo 1.600 e subdividida em carros carburados e injetados. Na Carburado, Ronaldo César da Silva, de Palotina, retornou ao Metropolitano depois de um ano ausente e venceu. Na injetado, Gabriel Formentão estreou no automobilismo com vitória.

A 2ª etapa está marcada para os dias 8 e 9 de abril, em Curitiba, quando terá a programação em conjunto com a etapa de abertura do Campeonato Paranaense.

 

Resultados da 1ª etapa do Metropolitano de Marcas de Cascavel

Categoria Marcas A

1º) Edoli Caus Júnior (Cascavel), com 46 pontos

2º) Paulo Bento (Cascavel), 31

3º) Thiago Klein (Cascavel), 29

4º) Daniel Kaefer (Cascavel), 21

5º) Marcel Sedano (Porto União-SC), 16

6º) Natan Sperafico (Toledo), 12

7º) Leônidas Fagundes/Guilherme Sirtoli (Cascavel), com 4 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Caíto Carvalho (Cascavel), com 47 pontos

2º) Felipe Carvalho (Cascavel), 26

3º) Odair dos Santos (Ciudad Del Este/PY), 19

4º) Felipe Braz/Roney Mendes (Cascavel), 19

5º) Marcelo Beux (Cascavel), 14

6º) Lorenzo Massaro (Cascavel), 10

7º) Luc Monteiro (Cascavel), 9

8º) Edson Massaro (Cascavel), 8

9º) Jair Peasson (Cascavel), 8

10º) Wyllian Cezarotto (Cascavel), 6

11º) Vilmar Malagi (Cascavel), 5

12º) Eduardo Bacarin (Fortaleza), com 3 pontos

 

Categoria Turismo 1.600 Carburado

1º) Ronaldo César da Silva (Palotina), com 39 pontos

2º) Eduardo Weirich (Marechal Cândido Rondon), 25

3º) Jefferson Fonseca/Cleber Fonseca (Cascavel), com 19 pontos

 

Categoria Turismo 1.600 Injetado

1º) Gabriel Fomentão (Cascavel), com 47 pontos

2º) Flamrion Zacchi (Laranjeiras do Sul), com 4 pontos

………………………………………………………………………………………………………….

Felipe e Caíto Carvalho conquistaram a primeira dobradinha na categoria Marcas B

Felipe e Caíto Carvalho conquistaram a primeira dobradinha na categoria Marcas B

Edoli Caus Júnior inicia a temporada com vitória na categoria Marcas A

Edoli Caus Júnior inicia a temporada com vitória na categoria Marcas A

Crédito das fotos: Cleocinei Zonta/Divulgação

………………………………………………………………………………………………………….

A temporada de 2017 do Rali Paraná/Campeonato Paranaense de Rali de Regularidade 4×4 começa neste sábado, em Castro, com a realização do Rali dos Tropeiros.

Situada às margens do Rio Iapó, Castro tem um potencial turístico graças ao relevo privilegiado (Canyon Guartelá e às belezas próprias da região dos Campos Gerais). Sua fundação ocorreu em 1.778 e fez parte do caminho obrigatório para os tropeiros que iam de Viamão, no Rio Grande do Sul, a Sorocaba, em São Paulo. Tendo forte origem no tropeirismo, Castro possui o primeiro Museu do Tropeiro do Brasil, fundado na gestão do prefeito Lauro Lopes.

O Rali Paraná é organizado pelo experiente navegador Vander Hirt, o Fritão, de Apucarana, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

O piloto curitibano Sandy Roncaglio e o navegador cascavelense Robson Schuinka foram uma dupla forte na categoria Máster

O piloto curitibano Sandy Roncaglio e o navegador cascavelense Robson Schuinka foram uma dupla forte na categoria Máster

CASCAVEL (PR) – Com a expectativa de uma empolgante temporada, terá início no próximo domingo o Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel. A expectativa da diretoria do Automóvel Clube de Cascavel é de que mais de 30 carros estejam no grid da primeira etapa nas categorias Marcas A e B e Turismo 1.600. A prova será disputada no Autódromo Zilmar Beux, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

A temporada deste ano terá oito etapas. Além da prova de abertura neste fim de semana, as demais etapas serão disputadas em 9 de abril (em Curitiba, junto com o Paranaense), 28 de maio (junto com a Sprint Race), 2 de julho (em Londrina, junto com o Paranaense), 30 de julho, 13 de agosto, 3 de setembro e 8 de outubro (junto com o Paranaense e com os Metropolitanos de Londrina e Curitiba).

No ano passado, Thiago Klein sagrou-se campeão da categoria Marcas A; Miguel Laste, na B; e Juliano Silva na Turismo 1.600. Thiago vai à pista neste domingo em busca do tricampeonato, uma vez que foi campeão também em 2015. Juliano Silva defenderá o título da Turismo, enquanto que Miguel Laste estará ausente em função de tratamento de saúde, e só deve retornar às pistas para a última etapa, em outubro.

Programação

A programação da etapa de abertura do Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel de 2017 começa no sábado, com treinos livres a partir das 8h40. Os treinos classificatórios, que definirão o grid de largada serão das 16h10 às 16h30 para a categoria Turismo 1.600; das 16h55 às 17h15, treino classificatório das categorias Marcas A e B; e às 17h25, será realizado o Superpole das três categorias.

No domingo a programação terá início às 8 horas, com os warm-ups. Às 10h15 será dada a largada da primeira prova da categoria Turismo 1.600, com duração de 30 minutos, mais duas voltas; 11h10, largada da primeira prova das categorias Marcas A e B, também com duração de 30 minutos, mais duas voltas; às 13h25, largada da segunda prova da Turismo 1.600; e às 14h55, largada da segunda prova das categorias Marcas A e B. A solenidade de pódio está prevista para às 15h40.

………………………………………………………………………………………………………….

Créditos: Vanderley Soares e

Thiago Klein busca o tricampeonato da categoria Marcas A

Thiago Klein busca o tricampeonato da categoria Marcas A

Miguel Laste, campeão da Marcas B, estará ausente em função de tratamento médico

Miguel Laste, campeão da Marcas B, estará ausente em função de tratamento médico

Juliano Silva é o atual campeão da categoria Turismo 1.600

Juliano Silva é o atual campeão da categoria Turismo 1.600

Sérgio Sanderson

………………………………………………………………………………………………………….

LONDRINA (PR) – Com a participação de 53 pilotos, representando os estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, começou sábado o Campeonato Paranaense Light/RBC de Kart. A 1ª etapa foi disputada no Kartódromo Luigi Borghesi, em Londrina.

O show que abriu a temporada 2017 começou com a categoria 125cc Máster. Foi um festival de ultrapassagens e ao final, Victor Hugo conquistou a vitória, tendo Carlos Souza em segundo e Eros Felipe em terceiro.

As categorias Mirim e Cadete fazem parte do projeto da Escolinha de Kart de Londrina, que conta com o apoio da RBC, que fornece motores gratuitamente. Na categoria Mirim, Vitor de Paula largou na pole position e venceu as duas baterias. Danilo Machado se classificou em segundo e Caio Mattos em terceiro. A Cadete teve uma empolgante briga pela primeira colocação até a última volta. Gabriel Bonilha conquistou a vitória, com Thiago Dalan em segundo e Raphael Futsuki em terceiro.

A categoria F-4 contou com um grid de 32 karts, sendo subdividida em F-4 Graduados e F-4 Sênior. O grid invertido dos 10 primeiros na segunda bateria apimentou ainda mais as disputas. Lucas do Valle conquistou a vitória na F-4 Graduados, seguido de Matheus Futsuki e Antonio Casadei, que foram segundo e terceiro respectivamente. Já na F-4 Sênior, a vitória foi de Leonil Reis. Sérgio Haishi se classificou em segundo e Sérgio Bregano em terceiro.

A 2ª etapa do Campeonato Paranaense Light/RBC de Kart será disputada no dia 20 de maio, também no Kartódromo Luigi Borghesi, em Londrina.

 

Resultado da 1ª etapa do Campeonato Paranaense Light/RBC de Kart

Categoria 125 Máster

1º) Victor Hugo (Londrina)

2º) Carlos Souza (Londrina)

3º) Eros Felipe (Londrina)

4º) João Pocay (Ourinhos)

5º) João Garcia Cid (Londrina)

 

Categoria Mirim

1º) Vitor de Paula (Londrina)

2º) Danilo Machado (Londrina)

3º) Caio Mattos (Londrina)

4º) Bruno Pulqueri (Londrina)

5º) Luiz Mendes (Londrina)

 

Categoria Cadete

1º) Gabriel Bonilha (Cambé)

2º) Thiago Dalan (Londrina)

3º) Raphael Futsuki (Guarapuava)

4º) Igor Engman (Londrina)

5º) Enzo Ranieri (Londrina)

 

Categoria F-4 Graduados

1º) Lucas do Valle (Londrina)

2º) Matheus Futsuki (Guarapuava)

3º) Antonio Casadei (Presidente Prudente)

4º) Renato Cavalcanti (Nova Andradina-MS)

5º) Rafael Dragueto (Presidente Prudente)

 

Categoria F-4 Sênior

1º) Leonil Reis (Londrina)

2º) Sérgio Haishi (Londrina)

3º) Sérgio Bregano (Telêmaco Borba)

4º) Francisco Eraldo (Bela Vista do Paraíso)

5º) Edmilsom Cavalcanti (Nova Andradina-MS)

………………………………………………………………………………………………………….

As categorias Mirim e Cadete reuniram pilotos formados na Escolinha de Kart de Londrina

As categorias Mirim e Cadete reuniram pilotos formados na Escolinha de Kart de Londrina

Crédito da foto: Divulgação

………………………………………………………………………………………………………….

O domingo foi de sol em Curitiba, durante as provas da primeira etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Marcas e Pilotos 2017, com bons “pegas” no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), que conta com o apoio da Bana Pneus, Pirelli, Rodas Scorro e Grupo Taborda. A etapa foi disputada nas categorias Marcas “A” e “B”, Turismo 1.6 “C” e “I” e Turismo 5000, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e o apoio da Bana Pneus, Pirelli, Scorro e Grupo Taborda.

Durante os Treinos Classificatórios que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: Marcas “A” – 1º) Davi Dal Pizzol/Luciano Martins (SC), 1m40s749; 2º) Gustavo Magnabosco (SC), 1m40s770; 3º) Gustavo Dal Pizzol (SC), 1m41s073. MARCAS “B” – 1º) Gefferson de Lima (PR), 1m41s750; 2º) Lúcio Seidel (SC), 1m41s935; 3º) Wilians Peres (PR), 1m42s136. TURISMO 1.6 “I” – 1º) Charles Zimmermann/Elberto Alves (PR/SC), 1m43s164; 2º) Roger Frank/André Conti (PR), 1m44s133; e 3º) Karl Rauscher/Maurício Gaudência (SC), 1m46s623. TURISMO 1.6 “C” – 1º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado (PR), 1m43s749; 2º) Roberto Baú/Rodrigo Kostin (PR), 1m44s002; 3º) Geovane Ciesielski (PR), 1m44s398. TURISMO “TERRA” – 1º) Norival/Carlos Kavilhuka (PR), 1m52s355. TURISMO 5000 – 1º) Marco Antonio Garcia (PR), 1m35s369; 2º) Richard Heidrich (SC), 1m35s513; 3º) Armin Kliewer (PR), 1m35s593.

 

MARCAS – A primeira prova das categorias Marcas, com 18 participantes, teve largada às 9h38 deste domingo, realizando numa prova muito disputada nas duas categorias. O pole position Davi Dal Pizzol perdeu a liderança na primeira volta para Gustavo Magnabosco, seguidos de perto por Gustavo Dal Pizzol, Richard Heidrich, Ruslan Carta Filho, Valmor Emílio Weiss e Gefferson de Lima. Na segunda volta, o carro de Ruslan Filho e Gefferson de Lima rodaram caindo para as ultimas posições. O grande “pega” da prova foi protagonizado por Gustavo Magnabosco, Richard Heidrich e Valmor Emílio, do início ao fim da corrida mudando várias vezes as posições entre si. Grande corrida de recuperação de Ruslan Carta Filho, que na segunda volta caiu para a 15ª posição e recebeu a bandeirada final em sexto lugar. Depois de 20 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Gustavo Magnabosco com tempo total de 33min48s585, seguido de Davi Dal Pizzol, a 14s362, Gustavo Dal Pizzol, a 21s215, Richard Heidrich, a 22s656, Valmor Emílio, a 23s056, e em sexto lugar, Ruslan Carta Filho, a 31s128. E na Marcas “B” venceu Alisson Nurnberg, com tempo total de 34min38s195, vindo a seguir Wilians Peres, a 5s365, Gefferson de Lima, a 19s636, Diego Pardo, a 21s665, Valter de Souza Jr, a uma volta, e, Rafael Barranco, a três voltas.

Na segunda prova das categorias Marcas “A” e “B”, que aconteceu às 13h48 também muito disputada, com os 18 carros dando show de pilotagem por melhores posições na pista. Na largada Gustavo Magnabosco manteve a liderança na primeira volta, seguido de Gustavo Dal Pizzol, Richard Heidrich, Valmor Emílio, Algacir Sermann e Davi Dal Pizzol. Na quarta volta, Valmor Emílio abandonou a corrida, depois de bater em um pneu que estava na pista no fim da reta. O grande bom “pega” ficou por conta de Gustavo Dal Pizzol e Richard Heidrich pela segunda posição. Wilians Peres abandonou na 15.ª volta, por quebra de motor, quando liderava na Marcas “B”. Após 20 voltas, nova vitória de Gustavo Magnabosco na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 34min46s218, com Gustavo Dal Pizzol em segundo, a 12s151, Richard Heidrich em terceiro, a 12s554, Andrei Carta em quarto, a 23s127, Guto Baldo em quinto, a 1m13s082, e, Luciano Martins em sexto, a 8 voltas. E na Marcas “B” venceu Gefferson de Lima com tempo total de 35min25s742, seguido de João Naumes, a 3s296, Lúcio Seidel, a 36s549, André Pardo, a 37s015, Valter de Souza Jr, a duas voltas, e, Wilians Peres, a cinco voltas. Gustavo Magnabosco marcou a volta mais rápida das duas provas, na 16ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min40s826, à média de 131,930 km/h. A classificação final da etapa por categoria foi a seguinte: Marcas “A”: 1º) Gustavo Magnabosco, com 40 pontos; 2º) Gustavo Dal Pizzol, 27; 3º) Richard Heidrich, 22; 4º) Ruslan Filho/Andrei Carta, 16; 5º) Davi Dal Pizzol/Luciano Martins, 15. MARCAS “B” – 1º) Alisson Nurnberg/João Naumes, 35; 2º) Gefferson de Lima, 32; 3º) Wilians Peres, 21; 4º) Diego/André Pardo, 20; e 5º) Valter de Souza Jr, com 16 pontos.

 

TURISMO 1.6 – As categorias Turismo 1.6 “I”, “C” e “T” reuniram 15 carros, que foram para a primeira corrida às 10h28, muito disputada e proporcionando momentos de muita emoção. Elberto Alves largou na frente e perdeu a liderança para Roberto Bonato na primeira volta, seguidos por Roger Franke, Geovane Ciesielski, Roberto Baú, José Pederneira e Rafael Lupatini. Na terceira volta, com problemas mecânicos Geovane Ciesielski foi para os boxes e Elberto Alves assumiu novamente a liderança. Da nona volta em diante a “briga” pela liderança ficou entre Roberto Bonato e Roger Franke até a bandeirada final. Ao fim de 20 voltas, vitória de Roger Franke na Geral e na Turismo 1.6 “I”, com tempo total de 34min57s723, seguido de Jones Salvaro, a 51s920, Karl Rauscher, a 53s324 e em quarto lugar, Elberto Alves, a 12 valtas. Na Turismo 1.6 “C”, vitória de Roberto Baú, com tempo de 34min58s792, com Roberto Bonato em segundo, a 15s329, Rafael Lupatini em terceiro, a 21s928, Luiz Ferreira em quarto, a 24s912, James Schwerdtner, a 1min14s017 e em sexto, Samurai Sam, a 1min22s726. E na Turismo 1.6 “T”, venceu Norival Kavilhuka, com tempo de 35min35s837.

Na segunda prova das categorias Turismo 1.6 “I”, “C” e “T” que aconteceu às 14h43, teve mais uma prova muito movimentada. O pole position André Conti manteve a liderança na primeira volta, seguido de Rodrigo Kostin, Evandro Maldonado Charles Zimmermann, Rodrigo Tassi e Dhyogo Scholz. Na quinta volta Rodrigo Kostin assumiu a liderança na Geral para não mais perdê-la, seguido de perto por Charles Zimmermann e André Conti. Boa corrida de recuperação de José Pederneiras, que largou da nona posição e concluiu a prova em segundo lugar. Após 19 voltas, vitória de Rodrigo Kostin na Geral e na Turismo 1.6 “C”, com tempo total de 33min30s981, seguido de José Pederneiras, a 19s983, Rodrigo Tassi, a 37s260, Dhyogo Scholz, a 44s785, Júlio Bueno, a 57s967, e, Edson Sita, a uma volta. Na Turismo 1.6 “I”, vitória de André Conti, com tempo de 34min14s439, tendo Maurício Gaudêncio em segundo, a 43s856, Charles Zimmermann em terceiro, a sete voltas, e, Jones Salvaro em quarto, a 10 voltas. A volta mais rápida das provas disputadas, foi de Roberto Bonato, na 15ª passagem da primeira corrida, com tempo de 1min43s290, à média de 128,783 km/h. E na Turismo 1.6 “T” venceu Carlos Kavilhuka com tempo de 34min10s844. A classificação final  da etapa por categoria foi a seguinte: Turismo 1.6 “C”: 1º) Beto Baú/Rodrigo Kostin, 40 pontos; 2º) Rodrigo Tassi/Luiz Ferreira, 22; 3º) José Pederneiras, 19; 4º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado, 19; 5º) James Schwerdtner/Dhyogo Scholz, 18. Turismo 1.6 “I”: 1º) Roger Frank/André Conti, 40; 2º) Karl Rauscher/Maurício Gaudêncio, 27; 3º) Jones Salvaro, 15. E na Turismo 1.6 “T”: 1º) Norival/Carlos Kavilhuka, com 40 pontos.

 

TURISMO 5000 – A primeira prova da categoria Turismo 5000 foi para a pista às 11h18, com 7 participantes, que realizaram uma corrida muito disputada. Na largada, Marco Antonio Garcia perdeu a liderança na primeira volta para Richard Heidrich, seguidos de perto por Rubens Kliewer, Armin Kliewer, Anderson Andrade, Márcio Reuter e Wanderlei Berlanda. Na sétita volta, Richard Heidrich foi ultrapassado por Marco Garcia, que reassumiu a liderança. Na 14ª volta Anderson Andrade assumiu o segundo lugar. Ao fim de 15 voltas, vitória de Marco Garcia, com tempo total de 24m15s801, seguido de Anderson Aldrade, a 3s071, Richard Heidrich, a 5s406, Armin Kliewer, a 7s069, Rubens Kliewer, a 18s308, Márcio Reuter, a 21s386, e, Wanderlei Berlanda, a 1m18s687.

Largando com grid invertido como está no regulamento da categoria, a segunda prova da Turismo 5000 largou as 15h33, com Wanderlei Berlanda largando na pole position, seguido de Márcio Reuter, Rubens Kliewer, Armin Kliewer, Richard Heidrich, Anderson Andrade e Marco Garcia. Com os carros mais rápidos vindo de trás, a prova ganhou em emoção com e volta a volta os ponteiros foram mudando. Na segunda volta Richard Heidrich assumiu a liderança. Na quarta volta o líder era Marco Garcia e na oitava volta Armin Kliewer assumio a liderança para não mais perdê-la. Após 15 voltas, vitória de Armin Kliewer, com tempo total de 24m22s925, tendo Anderson Andrade em segundo, a 4s999, Marco Garcia em terceiro, a 5s965, Rubens Kliewer em quarto, a 13s869, Márcio Reuter em quinto, a 16s526, Richard Heidrich em sexto, a 33s307, e, Wanderlei Berlanda em sétimo, a 1m08s837. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Anderson Andrade, na 7ª passagem segunda corrida, com o tempo de 1m36s010, à média de 138,548 km/h. A classificação final da etapa por pontos foi a seguinte: 1º) Marco Garcia, 32 pontos; 2º) Armin Kliewer, 30; 3º) Anderson Andrade, 30; 4º) Robens Kliewer, 18; 5º) Richard Heidrich, 18; 6º) Márcio Reuter, 14; e 7º) Wanderlei Berlanda, com 8 pontos.

A segunda etapa do Metropolitano de Curitiba de Marcas e Pilotos 2017 está marcada para os dias 8 e 9 de abril, no AIC, válida também pela primeira etapa do Paranaense de Velocidade no Asfalto 2017.

A volta de apresentação da Turismo 1.6 antecedeu bons pegas

A volta de apresentação da Turismo 1.6 antecedeu bons pegas

A categoria Marcas contou com 18 carros no grid

A categoria Marcas contou com 18 carros no grid

A prova da catetoria Turismo 5000 foi no fim da manhã deste domingo

A prova da catetoria Turismo 5000 foi no fim da manhã deste domingo

O sábado foi quente em Pinhais (PR), e de muita velocidade com a realização dos treinos livres de todas as categorias e os treinos classificatórios da 1ª etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2017, no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC). A etapa está sendo disputada nas categorias Marcas “A” e “B”, Turismo 1.6 “I” e “C” e Turismo 5000, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA). Junto ao evento acontecem duas provas da primeira etapa do Paranaense de Motovelocidade 2017.

Durante os Treinos Classificatórios que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: MARCAS “A” – 1º) Davi Dal Pizzol/Luciano Martins (SC), 1m40s749; 2º) Gustavo Magnabosco (SC), 1m40s770; 3º) Gustavo Dal Pizzol (SC), 1m41s073; 4º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta (PR), 1m41s120; 5º) Richard Heidrich (SC), 1m41s486; e 6º) Valmor Emílio Weiss (PR), 1m41s689. MARCAS “B” – 1.º) Gefferson de Lima (PR), 1m41s750; 2º) Lúcio Seidel (SC), 1m41s935; 3º) Wilians Peres (PR), 1m42s136; 4º) João Naumes/Alisson Nurnberg (PR), 1m42s164; 5º) Rafael Barranco (PR), 1m42s508; e 6º) Diego Pardo/André Pardo (PR), 1m43s326. TURISMO 1.6 “I” – 1º) Charles Zimmermann/Elberto Alves (PR/SC), 1m43s164; 2º) Roger Frank/André Conti (PR), 1m44s133; e 3º) Karl Rauscher/Maurício Gaudência (SC), 1m46s623. TURISMO 1.6 “C” – 1º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado (PR), 1m43s749; 2º) Roberto Baú/Rodrigo Kostin (PR), 1m44s002; 3º) Geovane Ciesielski (PR), 1m44s398; 4º) Edson Sita/Samurai Sam (PR), 1m44s410; 5º) José Pederneiras (PR), 1m44s652; e 6º) Marcelo Cordeiro/Júlio Bueno (PR), 1m45s070. TURISMO “Terra” – 1º) Norival Kavilhuka/Carlos Kavilhuka (PR), 1m52s355. TURISMO 5000 – 1º) Marco Antonio Garcia (PR), 1m35s369; 2º) Richard Heidrich (SC), 1m35s513; 3º) Armin Kliewer (PR), 1m35s593; 4º) Anderson Andrade (PR), 1m35s631; 5º) Rubens Kliewer (PR), 1m36s512; e 6º) Márcio Reuter (SC), 1m37s031. PARANAENSE DE MOTOVELOCIDADE PRO – 1º) Danilo Lewis, 1m21s460; 2º) Sharbel El Hajjar, 1m24s282; 3º) Felipe Comerlato, 1m24s867. LIGHT – 1º) Mauriti Júnior, 1m25s305; 2º) Cleber Pires, 1m26s640; 3º) Peterson Luiz, 1m27s059. SBK TD – 1º) Rafael Caetano, 1m26s219; 2º) Diego Mendes, 1m26s593; 3º) Luciano Silva, 1m32s397. SSP PRO – 1º) Alexis Hay, 1m27s458; 2º) Sandro Ribeiro, 1m28s481. SBK TD/M – 1º) Edilson Bastos, 1m31s191; 2º) Giacomo Laureanti, 1m37s623; 3º) Carlos Laureanti, 1m46s596.

As atividades de amanhã iniciam às 8h20 com os warm ups de todas as categorias até às 9h22. A primeira categoria a ir para a pista do AIC é a arcas, às 9h38 para a primeira prova (30 minutos de prova + 2 voltas). Às 10h28 larga a primeira prova das categorias Turismo 1.6 (30 minutos + 2 voltas). Às 11h18 larga a primeira corrida da Turismo 5000 (20 minutos + 2 voltas). Às 11h58 larga a Motovelocidade SSP PRO/SBK PRO/SBK Light (15 voltas) e às 12h38 a Motovelocidade SSP Trackday/SBK Trackday (12 voltas), seguido de pódio das categorias Motovelocidade. A segunda prova das categorias Marcas “A” e “B” será às 13h48. Na sequencia, prova das categorias Turismo 1.6, às 14h43. Encerrando com a Turismo 5000, às 15h33. O pódio de todas as categorias do Metropolitano de Curitiba acontece a partir das 16 horas.

A dupla Davi Dal Pizzol/Luciano Martins larga na frente na categoria Marcas

A dupla Davi Dal Pizzol/Luciano Martins larga na frente na categoria Marcas

A Turismo 1.6 tem a dupla Charles Zimmermann/Elberto Alves na pole position

A Turismo 1.6 tem a dupla Charles Zimmermann/Elberto Alves na pole position

Marco Antonio Garcia larga na pole position da categoria Turismo 5000

Marco Antonio Garcia larga na pole position da categoria Turismo 5000

FOZ DO IGUAÇU (PR) – Foz do Iguaçu será a sede da quarta Escolinha de Kart do Paraná. As atividades começaram na última quinta-feira, quando Bento Tino, vice-presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) ministrou a aula inaugural na sede do Automóvel Clube de Foz do Iguaçu.

A Escolinha de Kart de Foz será administrada pelo Departamento de Kart do Automóvel Cube de Foz do Iguaçu e inicialmente contará com sete karts. As aulas teóricas serão em uma sala do Automóvel Clube e as aulas praticas na pista do Arena Kart.

Segundo Bento Tino, a aula inaugural contou com sete alunos, mas já a procura e novas turmas serão formadas nos próximos meses. “Nesta primeira aula, da qual também participaram os pais, procuramos transmitir aos alunos o que é o automobilismo, o que é o kartismo e noções de segurança”, frisa Bento Tino

………………………………………………………………………………………………………….

A primeira aula da Escolinha de Kart de Foz do Iguaçu foi ministrada por Bento Tino, vice-presidente da Federação Paranaense

A primeira aula da Escolinha de Kart de Foz do Iguaçu foi ministrada por Bento Tino, vice-presidente da Federação Paranaense

Os pais também participaram da primeira aula da Escolinha de Kart de Foz do Iguaçu

Os pais também participaram da primeira aula da Escolinha de Kart de Foz do Iguaçu

Crédito das fotos: Divulgação

………………………………………………………………………………………………………….

CURITIBA (PR) – O piloto Billy John Zonta Gabardo, falecido no último dia 1º, será homenageado pela Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) durante a etapa de abertura do Campeonato Metropolitano de Velocidade de Curitiba, que será disputada neste fim de semana. Billy tinha 26 anos e há seis lutava contra um câncer de pulmão.

Durante a solenidade de pódio, será feito o tradicional minuto de silêncio. Uma foto de Billy também estará estampada no banner do pódio. “Esta é uma pequena homenagem que faremos ao Billy, um grande piloto, uma pessoa educadíssima e que tinha uma bela carreira pela frente. Ele foi campeão paranaense em 2014, formando dupla com Felipe Lobo, quando já lutava contra a doença. Não deixou se abater nunca e praticou o esporte que amava até quando deu. Fará muita falta ao automobilismo paranaense”, acentua Rubens Gatti, presidente da FPrA.

………………………………………………………………………………………………………….

Billy foi campeão paranaense da categoria Turismo em 2014, quando já lutava contra o câncer

Billy foi campeão paranaense da categoria Turismo em 2014, quando já lutava contra o câncer

Crédito da foto: Divulgação

………………………………………………………………………………………………………….

marcaspr

brkart

prterra

rali5

arrancadapr402

março 2017
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
1ª Etapa – Marcas – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo – Paranaense + Metropolitano Curitiba/Cascavel/Londrina – 2017
1ª Etapa – Turismo 5000 – Paranaense + Metropolitano Curitiba – 2017

 

Mais Vídeos Clique AQUI!